Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6466
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação e treinamento de pacientes com diabetes atendidos no Centro Hiperdia de Viçosa
Evaluation and training of patients with diabetes treated in Viçosa Hiperdia Center
Autor(es): Lade, Carlos Gabriel de
Abstract: A incidência de diabetes mellitus (DM) está sendo considerada uma epidemia global, com 382 milhões de pessoas atualmente afetadas em todo o mundo e previsão de aumento para 592 milhões para o ano 2035. Atualmente, o Brasil é o quarto país no mundo em número de diabetes. Seu tipo mais comum, o diabetes mellitus tipo 2 (DM 2), constitui 90% - 95% dos casos e se caracteriza pela ação e/ou secreção da insulina prejudicados. O objetivo geral dessa dissertação foi avaliar as condições de pacientes com diabetes atendidos pelo Centro Hiperdia de Viçosa, além das adaptações físicas e metabólicas ocorridas através da participação em programas de atividades físicas. A presente dissertação foi apresentada em três artigos distintos, sendo que os objetivos foram: descrever as características epidemiológicas de portadores de DM atendidos no Centro Hiperdia da cidade de Viçosa-MG, considerando características sócio demográficos, fatores de risco modificáveis e não modificáveis; avaliar e comparar o nível de atividades física diário através da contagem de passos em pacientes com diabetes portadores e não portadores de PSD atendidos no Centro Hiperdia de Viçosa/MG; Avaliar e comparar os efeitos de programas experimentais de exercícios aeróbicos e de força no controle glicêmico de pacientes com DM 2 atendidos pelo Centro Hiperdia de Viçosa/MG. No primeiro estudo avaliou-se 547 prontuários, sendo 218 inativos e 329 pacientes ativos. A análise dos pacientes ativos demonstrou que 51% do número total de pacientes apresentavam diabetes mellitus tipo 2 associada à hipertensão. Em relação aos pacientes ativos, 72% apresentavam baixa renda familiar, 74% apresentavam baixa escolaridade, 74%, 78% e 57% apresentavam hipertensão arterial, sobrepeso/obesidade, inatividade física, respectivamente. A presença de dois ou mais antecedentes familiares para doenças coronarianas e metabólicas foi encontrada em 79% dos pacientes.. A análise da glicemia de jejum e pós prandial demonstrou valores inadequados em mais de 50% dos pacientes ativos. Os pacientes com diabetes atendidos pelo Centro Hiperdia de Viçosa apresentaram, além da própria patologia, fatores de risco modificáveis e não modificáveis complicadores para o controle do diabetes e de um bom estado de saúde. O segundo trabalho avaliou e comparou o nível de atividade física diário, através do número total de passos mensurado por pedômetro, em pessoas com DM portadores e não portadores de polineuropatia periférica simétrica distal (PSD) atendidos no Centro Hiperdia de Viçosa/MG. Vinte e sete pacientes com DM, sendo 14 não portadores e 13 portadores de PSD, foram avaliados quanto ao nível de atividade física habitual estimada por número de passos através de pedômetros. O grupo sem PSD apresentou médias de passos em 7 dias, nos dias de semana e dias de final de semana estatisticamente superiores ao grupo com PSD (p<0,05). Apesar disso, individualmente, apenas 3 pacientes sem PSD atingiram média superior a 10000 passos/dia, sendo considerados ativos, enquanto que 10 pacientes do grupo com PSD não atingiram média de 5000 passos/dia, sendo classificados como sedentários. Na comparação por dia avaliado entre os dois grupos, apesar do grupo sem PSD apresentar médias superiores em todos eles, em apenas um dia a média foi superior a 10000 passos. Conclui-se que, apesar do grupo sem PSD ser mais ativo, os dois grupos apresentam baixos níveis de atividade física habitual estimada por número de passos/dia e que a PSD pode ser um fator limitante para o aumento da atividade física habitual. O terceiro estudo avaliou e comparou os efeitos de programas de exercícios aeróbicos e de força no controle glicêmico de pacientes com diabetes tipo 2 atendidos pelo Centro Hiperdia de Viçosa/MG. Vinte e três pacientes foram selecionados e divididos em 2 grupos: treinamento aeróbico e de força. O estudo foi dividido em duas fases de 10 semanas cada, com avaliações antropométricas e bioquímicas na baseline, com 10 semanas e 20 semanas. Não foram verificadas alterações significativas em nenhuma variável antropométrica em nenhum dos grupos. Diferenças estatisticamente significativas foram encontradas nas médias de hemoglobina A1c e glicemia média estimada nos dois grupos, entre a baseline e 10 semanas, baseline e 20 semanas. Para as mudanças mínimas detectáveis, 40% do grupo de treinamento de força e 33% do grupo de treinamento aeróbico alcançaram essas mudanças nas médias individuais de hemoglobina A1c e glicemia média estimada. Em conclusão, tanto os exercícios aeróbicos quanto de força podem auxiliar o controle metabólico de pacientes com diabetes tipo 2, mesmo sem alterações na antropometria ou controle da ingestão calórica. Além disso, a mudança mínima detectável pode tornar-se um importante instrumento de avaliação de alterações individuais verdadeiras em pacientes com diabetes tipo 2 inseridos em programas de exercícios físicos.
The incidence of diabetes mellitus is being considered a global epidemic, with 382 million people currently affected worldwide and increase forecast for 592 million for the year 2035. Currently, Brazil is the fourth country in the world in number of diabetes. Its most common type, type 2 diabetes mellitus (DM 2), is 90% - 95% of cases and is characterized by action and / or secretion of insulin harmed. The overall objective of this thesis was to evaluate the conditions of patients with diabetes attended by the Viçosa Hiperdia Center, in addition to physical and metabolic adaptations that occur through participation in physical activity programs. This work was presented in three separate articles, and the objectives were: to describe the epidemiological characteristics of DM carriers attended in Viçosa Hiperdia Center /MG, considering socio demographics features, modifiable and not modifiable risk factors; evaluate and compare the level of daily physical activity through the step count in patients with diabetes carriers and noncarriers of DSP treated at Viçosa Hiperdia Center / MG; evaluate and compare the effects of aerobic and strength exercise programs in glycemic control in diabetic patients treated by Viçosa Hiperdia Center / MG. In the first study we evaluated 547 records, 218 retirees and 329 active patients. The analysis of the active patients showed that 51% of the total number of patients had a higher prevalence of type 2 diabetes mellitus associated with hypertension. In relation to active patients, 72% had low family income, 74% had low education, 74%, 78 % and 57% had high prevalence of hypertension, overweight/obesity, physical inactivity, respectively. The presence of two or more family history of coronary and metabolic diseases was found in 79% of patients. The analysis of fasting and postprandial proved inadequate values by more than 50% of the active patients. Patients with diabetes attended by the Viçosa Hiperdia Center presented in addition to the disease itself, modifiable risk factors and non-modifiable complicating for diabetes control and a good health. The second study evaluated and compared the level of daily physical activity in diabetic patients with and without distal symmetrical peripheral polyneuropathy (DSP) met in Hiperdia Center Viçosa/MG. Twenty-seven diabetic, 14 patients without DSP and 13 patients with DSP were evaluated for the level of habitual physical activity estimated by number of steps through pedometers. The group without DSP had means of steps in 7 days, on weekdays and days of the end of week statistically superior to those with DSP (p <0.05). Nevertheless, individually, only 3 patients without DSP average reached more than 10,000 steps / day were considered active, while 10 patients in the group with DSP did not reach average of 5000 steps / day and were classified as sedentary. On a per day evaluated between the two groups, although without DSP group had higher averages in all of them in one day the average was more than 10,000 steps. We conclude that, despite the group without DSP being more active, both groups have low levels of daily physical activity estimated by number of steps/day and that the DSP may be a limiting factor for the increase of physical activity. The third study evaluated and compared the effects of aerobic and strength exercise programs in glycemic control in patients with type 2 diabetes treated by Hiperdia Center Viçosa / MG. Twenty-three patients were selected and divided into 2 groups: aerobic and strength training. The study was divided into two phases 10 weeks each, with anthropometric and biochemical assessments at baseline, 10 weeks and 20 weeks. No significant changes were observed in any anthropometric variable in either group. Statistically significant differences were found in hemoglobin A1c and average estimated average glucose in both groups between baseline and 10 weeks, baseline and 20 weeks. For minimal detectable changes, 40% of the strength training group and 33% of aerobic training group achieved these changes in individual values of hemoglobin A1c and average estimated average glucose. In conclusion, both aerobic exercise as strength can help metabolic control in patients with type 2 diabetes, even without changes in anthropometry or control of caloric intake. In addition, the minimum detectable change can become an important evaluation tool of true individual changes in patients with type 2 diabetes entered in physical exercise programs.
Palavras-chave: Diabetes
Exercícios físicos
Saúde
CNPq: Educação Física
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: LADE, Carlos Gabriel de. Avaliação e treinamento de pacientes com diabetes atendidos no Centro Hiperdia de Viçosa. 2015. 98 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6466
Data do documento: 30-Jun-2015
Aparece nas coleções:Educação Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.