Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/649
Tipo: Tese
Título: Uso do óleo vegetal em motor estacionário de ciclo diesel
Título(s) alternativo(s): Vegetable oil use in stationary engine of diesel cycle
Autor(es): Inoue, Gerson Haruo
Primeiro Orientador: Vieira, Luciano Baião
Primeiro coorientador: Perez, Ronaldo
Segundo coorientador: Lacerda Filho, Adílio Flauzino de
Primeiro avaliador: Silveira, Gastão Moraes da
Segundo avaliador: Fernandes, Haroldo Carlos
Terceiro avaliador: Teixeira, Mauri Martins
Abstract: Em termos de biocombustíveis líquidos, as questões relacionadas ao álcool estão em um patamar desenvolvido com a criação de uma cadeia produtiva em que todos os processos estão tecnologicamente resolvidos desde a produção da cana-de-açúcar até o consumo do álcool com o desenvolvimento dos carros multicombustíveis. Quanto à utilização dos óleos vegetais, algumas barreiras deverão ser vencidas, principalmente em comunidades isoladas, com ocorrência de oleaginosas, porém, com dificuldades na produção do biodiesel, devido aos custos ou à logística para o transporte dos produtos utilizados para o processo de transesterificação. Assim, a utilização do óleo vegetal in natura em motores diesel se torna importante fonte de energia e requer a utilização de técnicas e adaptações para o bom desempenho do motor, entre elas o aquecimento para redução da viscosidade e a alternância de combustível para promover a lavagem das tubulações de alimentação com óleo diesel. Objetivou-se com este trabalho avaliar a viabilidade do uso do óleo vegetal na forma in natura em motores diesel de baixa potência. Primeiramente foi realizado um estudo para verificar o efeito da temperatura na redução da viscosidade e desenvolver um sistema de aquecimento do combustível de baixo custo. Após o desenvolvimento do aquecedor, verificou- se por meio de ensaios dinamométricos, o desempenho do motor alimentado com misturas de óleo vegetal e óleo diesel em diferentes proporções e temperaturas de injeção. Por último, o motor foi avaliado em condições de trabalho, na geração de energia elétrica em um grupo gerador, operando por períodos de até 300 horas. Ao final, foram verificadas as medidas dos componentes do motor e os resíduos na câmara de combustão. As principais conclusões deste trabalho foram: os óleos brutos de Girassol. Milho e Soja alcançam à viscosidade do óleo diesel quando aquecidos as temperaturas acima de 160º C; o sistema de aquecimento foi eficiente para aquecer e manter a temperatura exigida; a temperatura de injeção e as proporções de óleo vegetal no combustível não influenciaram no regime de trabalho, na potência nominal e no torque; ocorreu aumento do consumo específico com o aumento da proporção de óleo vegetal no combustível; não ocorreu formação de resíduos nas proporções de até 50% de óleo vegetal que justificasse a descarbonização da câmara de combustão; e o custo de produção de energia elétrica aumentou em 4,66% com a utilização de Óleo Degomado de Soja na proporção de 50%, em relação ao óleo diesel.
In terms of liquid biofuels, the questions related to alcohol are in a developed level with the creation of a productive chain where all the processes are technologically decided since the production of the sugar cane until the alcohol consumption with the development of the multifuel cars. As for the use of vegetable oils, some barriers must be overcome, mainly in isolated communities, with occurrence of oil plant, however, with difficulties in the production of biodiesel, due to the costs or the logistic one for the transport of the products used for the transesterification process. Thus, the use of the in natura vegetable oil in diesel engines becomes an important power source and requires the use of techniques and adaptations for a good engine performance, among them the heating for viscosity reduction and the fuel alternation to promote the washing of the feeding tubes with diesel oil. The objective of this work was to evaluate the viability of the use of the vegetable oil in the in natura form in low power diesel engines. First a study was carried through to verify the effect of the temperature in the viscosity reduction and to develop a low cost fuel heating system. After the development of the heater, the performance of the engine fed with vegetable oil mixtures and diesel oil in different ratios and temperatures of injection were verified by means of dinamometric assays, Finally, the engine was evaluated in work conditions, in the generation of electric energy in a generating group, operating for periods of up to 300 hours. In the end, the measurements of the components of the engine and the residues in the combustion chamber were verified. The main conclusions of this work were: the crude Sunflower oils. Maize and Soy reached to the diesel oil viscosity when warmed to temperatures above 160º C; the heating system was efficient to heat and to maintain the required temperature; the injection temperature and the vegetable oil ratios in the fuel did not influence in the work regimen , and in the normal rated power and the torque; an increase of the specific consumption occurred with the increase of the vegetable oil ratio in the fuel; a residue formation in the ratios of up to 50% of vegetable oil did not occur that justified the descarbonization of the combustion chamber; e the production cost of electric energy increased in 4,66% with the use of degummed soy oil in the ratio of 50%, in relation to diesel oil.
Palavras-chave: Biocombustível
Óleo vegetal
Motor diesel
Biofuels
Vegetable oil
Diesel motor
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA::MECANIZACAO AGRICOLA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ
Programa: Doutorado em Engenharia Agrícola
Citação: INOUE, Gerson Haruo. Vegetable oil use in stationary engine of diesel cycle. 2008. 114 f. Tese (Doutorado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/649
Data do documento: 25-Jun-2008
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,42 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.