Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6491
Tipo: Dissertação
Título: Efeito de formulação fitoterápica contendo Calendula officinalis no metabolismo lipídico em ratos Wistar alimentados com dieta de cafeteria
Herbal formulation containing Calendula officinalis effect on lipid metabolism in Wistar rats fed with cafeteria diet
Autor(es): Fontes, Gleide Gatti
Abstract: Calendula officinalis (Asteraceae) é uma planta medicinal popularmente conhecida como malmequer. O extrato de suas flores é fonte de flavonoides, compostos que apresentam propriedades principalmente antioxidantes. Há indícios da atividade hipolipidêmica desta planta na literatura, mas sem estudos de comprovação. Fármacos utilizados atualmente nas dislipidemias apresentam muitos efeitos adversos e alto custo de aquisição, justificando a busca de novos medicamentos dentro deste contexto. O estudo teve como objetivo avaliar o efeito hipolipidêmico de uma formulação fitoterápica contendo extrato de Calendula officinalis, na forma de ensaio biológico, utilizando Rattus norvegicus linhagem Wistar albina alimentados com dieta de cafeteria. O extrato liofilizado da planta foi obtido por processo de maceração com etanol. A partir deste extrato foi realizada a quantificação de flavonoides totais por espectrofotometria (415nm), atividade antioxidante pelo método colorimétrico de redução do ABTS+ (734nm) e o perfil cromatográfico qualitativo através da CLAE. Ratos Wistar com aproximadamente quarenta dias de idade foram divididos em sete grupos de acordo com o tratamento recebido: G1 (Controle basal): Ração comercial; G2: Dieta cafeteria (CAF), sem tratamento; G3: CAF+ Atorvastatina (10 mg/Kg); G4: CAF+ veículo formulação; G5, G6 e G7: CAF+ tratamento com formulação fitoterápica contendo o extrato liofilizado nas doses 50, 100 e 150 mg/Kg respectivamente. O tempo total do experimento foi de setenta e sete dias, sendo doze dias de adaptação, quarenta e cinco dias de indução e vinte dias de tratamento. Foi realizado controle da massa corporal dos animais, assim como do consumo alimentar e os parâmetros bioquímicos séricos foram dosados utilizando-se kits comerciais. Foi realizada também a avaliação histopatológica qualitativa do fígado dos animais, através da coloração com hematoxilina/eosina. Para as análises estatísticas utilizou-se ANOVA com pós-teste de Tukey para múltiplas comparações (p<0.05). O extrato das flores de C. officinalis apresentou teor de flavonoides de 0,42% e no ensaio do ABTS, o extrato apresentou um valor de atividade antioxidante equivalente ao Trolox (TEAC) de 0,011. O perfil cromatográfico qualitativo, através da comparação com padrões, sugeriu a presença dos flavonoides rutina, quercetina e morina. No ensaio biológico, os tratamentos com a formulação contendo o extrato não afetaram estatisticamente os níveis sanguíneos de glicose, colesterol total, triacilgliceróis e VLDL, no entanto impactou positivamente nos níveis de LDL e HDL, bem como na relação LDL/HDL, sendo este um índice de risco cardiovascular mensurado. O tratamento, aparentemente, promoveu a redução da quantidade das gotículas de lipídios no tecido hepático. Concluiu-se que o tratamento com a formulação contendo extrato de C. officinalis, na presente condição experimental, foi eficaz na modulação do perfil lipídico e a planta medicinal estudada apresenta possibilidade de utilização no controle e prevenção das dislipidemias e doenças associadas, podendo atuar positivamente na redução do risco cardiovascular, sendo os resultados obtidos bastante vantajosos. Esta planta medicinal está contida no RENISUS (Relação nacional de plantas medicinais de interesse ao SUS), havendo grande valorização de seu potencial no Brasil.
Calendula officinalis (Asteraceae) is a medicinal plant popularly known as marigold. The extract of its flowers is a source of flavonoids, compounds which have mainly antioxidant properties. There is evidence of hypolipidemic activity of this plant in the literature, but unproven studies. Drugs currently used in dyslipidemia have many adverse effects and high cost, justifying the search for new drugs within this context. The study aimed to evaluate the hypolipidemic effect of a herbal formulation containing Calendula officinalis extract in the form of biological assay using Rattus norvegicus Wistar albino strain fed with cafeteria diet. The lyophilized plant extract is obtained by maceration with ethanol process. From this extract was carried out quantification of total flavonoids by spectrophotometry (415 nm), antioxidant activity by the colorimetric method of reducing the ABTS+ (734nm) and the qualitative chromatographic profile by HPLC. Wistar rats with about forty days of age were divided into seven groups according to the treatment received: G1 (Basal Control): Commercial diet; G2: cafeteria diet (CAF) without treatment; G3: CAF + Atorvastatin (10 mg / kg); G4: CAF + vehicle formulation; G5, G6 and G7: + CAF treatment with the lyophilized formulation containing herbal extract in doses 50, 100 and 150 mg / kg respectively. The total experiment time was seventy-seven days, twelve days of adaptation, forty five days of induction and twenty days of treatment. It was held control of animal body weight, and food consumption and serum biochemical parameters were measured using commercial kits. It also performed a qualitative histopathological evaluation of the liver of animals, by staining with hematoxylin / eosin. For statistical analysis we used ANOVA with Tukey's post-test for multiple comparisons (p <0.05). The extract of C. officinalis flowers presented flavonoid content of 0.42%, and ABTS assay, the extract showed a value of antioxidant activity equivalent to Trolox (TEAC) of 0.011. The qualitative chromatographic profile by comparison with standards, has suggested the presence of flavonoids rutin, quercetin and morin. In biological assay, treatment with the formulation containing the extract does not statistically affect the blood levels of glucose, total cholesterol, triglycerides and VLDL, however positively impacted in LDL and HDL, as well as the LDL / HDL ratio, which is a cardiovascular risk measured. The treatment apparently promoted to reduce the amount of lipid droplets in liver tissue. It was concluded that treatment with the formulation containing C. officinalis extract, in this experimental condition, was effective in modulating the lipid profile and the medicinal plant study presents can be used in the control and prevention of dyslipidemia and related diseases, it can act positively in the reduction of cardiovascular risk and the results obtained very advantageous. This medicinal plant is contained in RENISUS (National List of medicinal plants of interest to SUS), with great appreciation potential in Brazil.
Palavras-chave: Plantas medicinais
Calendula officinalis
Flavonoides
Dislipidemia
CNPq: Metabolismo e Bioenergética
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: FONTES, Gleide Gatti. Gatti, M.Sc., Universidade Federal de Viçosa, março, 2015. Efeito de formulação fitoterápica contendo Calendula officinalis no metabolismo lipídico em ratos Wistar alimentados com dieta de cafeteria. 2015. 81f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6491
Data do documento: 26-Mar-2015
Aparece nas coleções:Bioquímica Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,04 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.