Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6530
Tipo: Dissertação
Título: Trabalho artesanal e suas inter-relações com o universo doméstico: estudos de caso em Viçosa, MG
Craft work and their interrelations with the domestic universe: case studies in Viçosa, MG
Autor(es): Silva, Flávia Leão Almeida
Abstract: Esta pesquisa trata de uma análise sobre o trabalho artesanal em termos tanto de sua conceituação quanto do modo como ele tem sido organizado no atual cenário brasileiro. O trabalho artesanal sempre esteve ligado à habilidade do homem de transformar artefatos em objetos carregados de aspectos sociais e, consequentemente, ao cotidiano do indivíduo, seja como atividade de trabalho ou de lazer, sendo, portanto, uma das formas mais antigas de organização da atividade de trabalho. No início dos anos 1990, o cenário econômico brasileiro foi marcado, sobretudo no meio urbano, pela questão do desemprego e subemprego, cuja tendência era aumentar devido ao processo de urbanização em franca expansão. Desde então, o trabalho artesanal tem sido tratado pelos governos federal e estadual como forma alternativa de geração de trabalho, emprego e renda, principalmente nas pequenas e médias cidades. Esse tipo de atividade é incentivado tanto por leis que incentivam a organização do pequeno trabalhador quanto por instituições cujo foco principal é o artesão brasileiro. Considerando a repercussão econômica e social dessa atividade no atual cenário econômico brasileiro, a pesquisa buscou compreender como os artesãos estão se organizando a fim de se inserirem no mercado de trabalho atual, marcado pelo desemprego e por condições precárias de trabalho, e como eles têm conciliado as suas atividades de trabalho com as atividades relacionadas ao universo doméstico. Especificamente, buscou-se: identificar como tem sido organizado o trabalho artesanal no atual cenário econômico brasileiro, mais especificamente no contexto da cidade de Viçosa, MG; analisar as políticas e os programas voltados (direta e/ou indiretamente) ao trabalho artesanal, em níveis nacional, estadual e municipal, examinando a aplicabilidade deles na cidade de Viçosa, MG; e analisar as conexões do trabalho artesanal com a vida doméstica, comparando aspectos de produção e reprodução social entre as formas de organização identificadas. A metodologia da pesquisa foi baseada no método da Análise Ergonômica do Trabalho (AET), que foi primordial para entender as questões propostas inicialmente. Foi possível perceber que no atual cenário político e econômico, onde predominam organizações cujas conformações produtivas são baseadas no capitalismo, os artesãos buscam a melhor forma possível de se organizarem, de acordo com as suas necessidades específicas. Portanto, eles podem estar envolvidos, simultaneamente, em mais de um programa e ser beneficiados por diferentes políticas. Apesar de haver no Estado de Minas Gerais programas considerados referência em assistência ao artesão, seja ele urbano ou rural, ficou evidente que em cidades do interior, como Viçosa, o acesso dos artesãos aos benefícios propostos por eles fica limitado, seja por falta de divulgação das possibilidades existentes, seja pela dificuldade de acesso dos artesãos aos representantes dessas instituições. Quanto à relação com o universo doméstico, foi possível identificar os espaços (doméstico ou não) utilizados durante a produção e aspectos referentes à divisão social e sexual do trabalho, como: a hierarquia entre os membros do mesmo grupo, o reforço das atividades naturalizadas femininas (como a preparação dos alimentos, o cuidado com os filhos, a higienização e limpeza do lar) e o modo como as mulheres as conciliavam com as atividades de produção.
This research is an analysis of the craftwork in terms of both its concept as the way it has been held in the current Brazilian scenario. The craftwork has always been linked to man's ability to transform artifacts charged objects of social aspects and thus the individual's daily life, whether as a work activity or leisure. Therefore it’s one of the oldest forms of organization of the activity work. In the early 1990s, the Brazilian economic scenario was marked, especially in urban areas, the issue of unemployment and underemployment, whose tendency was to increase due to urbanization booming. Since then, the craft work has been handled by the federal and state governments as an alternative way of generating work, employment and income, especially in small and medium cities. This type of activity is encouraged both by laws that encourage the small worker organization as by institutions whose primary focus is the Brazilian artisan. Considering the economic and social impact of this activity in the current Brazilian economic scenario, the research sought to understand how the artisans are organizing in order to fall within the current job market, marked by unemployment and poor working conditions, and how they have reconciled their work activities with the activities related to domestic universe. Specifically, we sought to: identify how the craftwork has been organized in the current economic environment in Brazil, more specifically in the context of Viçosa, MG; analyze policies and programs aimed (directly and / or indirectly) to craft work, at national, state and municipal levels, examining the applicability of them in the city of Viçosa, MG; and analyze the connections of craft work and family life, comparing aspects of social production and reproduction between the forms of organization identified. The research methodology was based on the method of Ergonomic Work Analysis (AET), which was central to understanding the issues initially proposed. It could be observed that in the current political and economic climate, dominated organizations whose productive conformations are based on capitalism, artisans seek the best possible way to organize, according to their specific needs. Therefore, they may be involved simultaneously in more than one program and be benefited by different policies. Although there are in the state of Minas Gerais considered referral programs in assisting the craftsman, whether urban or rural, it became apparent that in towns, as Viçosa, the access of craftsmen to the proposed benefits for them is limited, either for lack of disclosure existing possibilities, is the difficulty of access of craftsmen to representatives of these institutions. As for relations with the domestic world, we could identify the spaces (domestic or not) used during production and aspects related to the social and sexual division of labor, as the hierarchy between members of the same group, strengthening activities naturalized female (such as food preparation, care for the children, the hygiene and cleanliness of the home) and how women reconciled with the production activities.
Palavras-chave: Artesanato
Trabalhos manuais
Organização racional do trabalho
Ambiente doméstico
CNPq: Economia Doméstica
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SILVA, Flávia Leão Almeida. Trabalho artesanal e suas inter-relações com o universo doméstico: estudos de caso em Viçosa, MG. 2014. 99 f. Dissertação (Mestrado em Economia Doméstica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6530
Data do documento: 3-Jun-2014
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,42 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.