Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6552
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributorCecon, Paulo Roberto
dc.contributorVieira, Rogério Faria
dc.contributor.advisorCarneiro, José Eustáquio de Souza
dc.contributor.authorBonicontro, Bianca Fialho
dc.date.accessioned2015-11-05T15:38:29Z
dc.date.available2015-11-05T15:38:29Z
dc.date.issued2015-07-27
dc.identifier.citationBONICONTRO, Bianca Fialho. Redução do uso de fungicida em genótipos de feijão com resistência parcial ao mofo-branco. 2015. 19 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.pt-BR
dc.identifier.urihttp://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6552
dc.description.abstractO mofo-branco (MB), causado pelo fungo Sclerotinia sclerotiorum, é doença séria em lavouras irrigadas de feijão. O uso de cultivares com resistência parcial ao MB faz parte do manejo da doença, e pode reduzir aplicações de fungicida para seu controle. Avaliou-se a possibilidade de se reduzir as aplicações de fungicida em genótipo com resistência parcial ao MB. Ensaios foram conduzidos em três municípios (Coimbra, Viçosa e Oratórios) da Zona da Mata de Minas Gerais, no outono-inverno, com irrigação por aspersão, em área com histórico de MB. Os tratamentos foram dispostos no arranjo fatorial 3 x 4: genótipos (VC 17, Pérola ou BRSMG Madrepérola) e aplicações de fungicida (0, 1, 2 ou 3). A linhagem VC 17 está entre os genótipos com maior resistência de campo ao MB. A cultivar Pérola apresenta resistência moderada e a cultivar BRSMG Madrepérola é suscetível. O fungicida fluazinam (0,625 L/ha) foi aplicado na floração e repetido entre 7 e 10 dias depois. Foi usado o delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições. Em média, a intensidade (incidência + severidade) do MB variou de baixa (Coimbra) a moderada/alta (Oratórios); e a produtividade de grãos, de 2638 a 3556 kg/ha. Em Viçosa e Oratórios a pressão da antracnose foi alta, e esse foi um dos fatores responsáveis pela menor produtividade dos genótipos Pérola e VC 17, em relação à cultivar BRSMG Madrepérola. Em Viçosa, o VC 17 exibiu menos sintomas de MB que as cultivares Pérola e BRSMG Madrepérola. Em Coimbra e Oratórios, os sintomas de MB nos genótipos VC 17 e Pérola foram semelhantes, mas, em geral, esses genótipos foram menos prejudicados por essa doença que a cultivar BRSMG Madrepérola. Em Oratórios, houve significativa redução dos sintomas de MB com duas aplicações do fungicida, independente do genótipo, enquanto em Coimbra só a BRSMG Madrepérola teve redução do MB, com uma aplicação do fungicida. Em Viçosa, a cultivar BRSMG Madrepérola teve redução da doença com até duas aplicações do fluazinam, enquanto a cultivar Pérola apresentou redução do MB com uma aplicação. Nesse município, o VC 17 não teve redução do MB com o uso de fungicida. Portanto, os resultados de Coimbra, em que houve baixa pressão de MB, e de Viçosa (baixa/moderada intensidade de MB) sustentam, parcialmente, a nossa hipótese de que genótipos com alta resistência parcial ao MB necessitam de menor número de aplicações de fungicida em relação a genótipos com baixa resistência parcial. Entretanto, os resultados obtidos em Oratórios, onde a intensidade do MB foi moderada/alta não sustentam nossa hipótese. Os efeitos da antracnose, além dos efeitos do MB, influenciaram a produtividade, o que comprometeu, em parte, o nosso estudo. Logo, estudos adicionais, com bom controle de doenças foliares, sobretudo com alta pressão do MB, são necessários para testar com maior precisão essa hipótese.pt-BR
dc.description.abstractWhite mold (WM), caused by the fungus Sclerotinia sclerotiorum, is a serious disease in irrigated bean crops. The use of cultivars with partial resistance to WM is part of disease management, and can reduce fungicide applications for its control. We evaluated the possibility of reducing fungicide applications in genotype with partial resistance to WM. Trials were conducted in three districts (Coimbra, Viçosa and Oratórios) of Zona da Mata region, State of Minas Gerais, in the fall-winter, with sprinkler irrigation in an area with a history of WM. The treatments were arranged in factorial 3 x 4: genotypes (VC 17 Pérola or BRSMG Madrepérola) and fungicide applications (0, 1, 2 or 3). The line VC 17 is among the genotypes with higher field resistance to WM. The cultivar Pérola has intermediate resistance and the cultivar BRSMG Madrepérola is susceptible. The fungicide fluazinam (0.625 L/ ha) was applied in the flowering and repeated between 7 and 10 days after. A randomized block design with four replications was used. On average the intensity (severity + incidence) of WM ranged from low (Coimbra) to moderate/high (Oratórios); and grain yield, from 2638 to 3556 kg/ha. In Viçosa and Oratórios, the pressure of anthracnose was high, and this was one of the factors responsible for the lower yield of the genotypes Pérola and VC 17, in relation to the cultivar BRSMG Madrepérola. In Viçosa, the line VC 17 showed fewer symptoms of WM than the cultivars Pérola and BRSMG Madrepérola. In Coimbra and Oratórios, the symptoms of WM in the genotypes VC 17 and Pérola were similar, but in general these genotypes were less affected by this disease than the cultivar BRSMG Madrepérola. In Oratórios, symptoms of WM reduced significantly with two fungicide applications, regardless of the genotype, while in Coimbra only BRSMG Madrepérola has a reduction of WM with one fungicide application. In Viçosa, the cultivar BRSMG Madrepérola had reduction of disease with up to two fluazinam applications, while the cultivarPérola had reduction of WM with one application. In this district, the line VC 17 had no reduction of WM with fungicide. Therefore, the results of Coimbra, where there was low pressure of WM, and Viçosa (low/moderate intensity of WM) support, in part, our hypothesis that genotypes with high partial resistance to WM require fewer fungicide applications compared to genotypes with low partial resistance. However, the results obtained in Oratórios, where the intensity of WM was moderate/high did not support our hypothesis. The effects of anthracnose, besides the effects of WM affected yield, which compromised, in part, our study. Thus, additional studies with good control of foliar diseases, especially with high pressure of WM, are required to test this hypothesis with higher accuracy.en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológicopt-BR
dc.language.isoporpt-BR
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.rightsAcesso Abertopt-BR
dc.subjectPhaseolus vulgarispt-BR
dc.subjectFeijão - Resistência a doenças e pragaspt-BR
dc.subjectSclerotinia sclerotiorumpt-BR
dc.subjectMofo-branco - Efeito de fungicidapt-BR
dc.titleRedução do uso de fungicida em genótipos de feijão com resistência parcial ao mofo-brancopt-BR
dc.titleReduction in fungicide use in common bean genotypes with partial resistance to white molden
dc.typeDissertaçãopt-BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3578893599506216pt-BR
dc.subject.cnpqFitotecniapt-BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.degree.departmentDepartamento de Fitotecniapt-BR
dc.degree.programMestre em Fitotecniapt-BR
dc.degree.localViçosa - MGpt-BR
dc.degree.date2015-07-27
dc.degree.levelMestradopt-BR
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo478,14 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.