Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6580
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação da atividade antiinflamatória e antiulcerativa do medicamento Kraftol , flavonóide Ipriflavona e dos extratos de Cinchona calisaya, Cola acuminata e Paullinia cupana
Evaluation of the action antinflammatory and antiulcerogenic of the medicine Kraftol and flavonoid Ipriflavone and of the extracts of Cinchona calisaya, Cola acuminata, Paullinia cupana
Autor(es): Viana, Eliene da Silva Martins
Abstract: A utilização de plantas medicinais com fins terapêuticos, para tratamento, cura e prevenção de doenças, é uma das mais antigas formas de prática medicinal da humanidade. É cada vez mais freqüente o uso de plantas medicinais, mas muitas vezes as supostas propriedades farmacológicas anunciadas não possuem a validade científica, por não terem sido investigadas, ou por não tido suas ações farmacológicas comprovadas em testes científicos pré-clínicos e clínicos. O medicamento Kraftol é uma associação de extratos fluidos de Cinhona calisaya (Quina amarela), Cola acuminata (noz de cola), Paullinia cupana (guaraná), Iodo, Ácido tânico, Formato de sódio, Glicerofosfato de cálcio, Iodeto de potássio. É um medicamento indicado para o tratamento de convalescenças e nos estados de desnutrição, nas amgdalites, faringites e adenopatias. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a ação antiedematogênica e antiulcerativa do medicamento Kraftol e do flavonóide Ipriflavona (7-isopropoxi-isoflavona), em processos inflamatórios como edema e ulcera gástrica em ratos machos da linhagem Wistar; e avaliar a atividade antiulcerativa dos extratos presentes no medicamento Kraftol de forma isoladamente e associados sem os sintéticos. Realizou-se também um estudo de toxicologia oral aguda e subcrônica (doses repetidas) do medicamento Kraftol, tendo como base a resolução No 90, de 16 de março de 2004 da ANVISA. Para o teste nos processos inflamatórios induziu-se edema na pata em ratos com a injeção de 0,02 ml da substância capsaicina (12,5 mg-1) e ácido araquidônico (2 mg/pata) e receberam o tratamento por via oral. As lesões gástricas foram induzidas com administração oral de ácido acetil salicílico (150mg/Kg em 1,5 ml de 0,2N HCl). Para avaliação da toxicidade pré-clínica os animais foram tratados por via oral com doses de acordo com Guia para realização de estudos de toxicidade pré-clínica de fitoterápicos, conforme a resolução vingente. Foram realizadas também análises bioquímicas complementares (leucograma, colesterol total, triglicerídeos, glicose , fosfatase alcalina, TGP, TGO, creatinina, uréia, potássio,ácido úrico, Gama GT) e análise macroscópica e microscópica dos órgãos quando necessário.
The use of medicinal plants with therapeutics purposes for treatment, cure and prevention of diseases is one of most ancient medical practices of humanity. The use of medicinal plants is increasingly spreading, but many times the allegedly pharmacological properties have no scientific validity either because they have not been investigated or because their pharmacological actions have not been proved in pre-clinical and clinical scientific tests. The medicine Kraftol is an association of fluid extracts of Cinhona calisaya (yellow kina), Cola acuminata (cola nut), Paullinia cupana (guaraná), Iodine, tannic acid, sodium phormate, calcium glycerophosphate, potassium iodate. It is a medicine indicated for the treatment of recovery and malnutrition, amygdalitis, pharingitis and adenophaties. The objective of the present work was to evaluate the antiedematogenic and antiulcer action of the medicine Kraftol and of the flavonoid Ipriflavone (7-isopropoxi-isoflavone), in inflammatory processes such as edema and gastric ulcer in Wistar breed male mice; and evaluate the antiulcer activity of the extracts present in the medicine Kraftol, isolatedly and associated without the synthetics. It was also carried out a study on oral sharp and subchronic toxology (repeated doses) of the medicine Kraftol, based on the ANVISA resolution 90, March 16, 2004. For the test in the inflammatory processes, an edema was induced in mice legs by injecting 0,02 ml of the capsaicin substance (12,5 mg -1) and arachdonic acid (2 mg/leg) as well as oral treatment. The gastric wounds were induced by oral administration of acetylsalicylic acid (150mg/Kg em 1,5 ml de 0,2N Hcl). In order to evaluate the pre-clinical toxicity, the animals were treated with oral doses according to the Guide for the accomplishment of studies on phytotherapic pre-clinical toxicity, following the current resolution. Complementary biochemical analyses were also carried out (leucogram, total cholesterol, triglicerids, glucose, alkaline phosphatase, TGP, TGO, creatinin, urea, potassium, uric acid, Gama GT) and microscopic and macroscopic analyses of the organs were performed as well, when necessary.
Palavras-chave: Flavonóides
Ervas - Uso terapêutico
Cinchona calisaya
Cola acuminata
Paullinia cupana
Inflamação
Úlcera péptica - Tratamento
Edema - Tratamento
CNPq: Metabolismo e Bioenergética
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: VIANA, Eliene da Silva Martins. Avaliação da atividade antiinflamatória e antiulcerativa do medicamento Kraftol , flavonóide Ipriflavona e dos extratos de Cinchona calisaya, Cola acuminata e Paullinia cupana. 2007. 269f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6580
Data do documento: 31-Jul-2007
Aparece nas coleções:Bioquímica Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,82 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.