Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6594
Tipo: Dissertação
Título: Eletroacupuntura na analgesia trans e pós operatória de cadelas submetidas á ovariosalpingohisterectomia
Electroacupuncture in trans and postoperative analgesia in bitches submitted to ovariosalpingohisterectomy
Autor(es): Santos, Letícia Calovi de Carvalho
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito analgésico trans e pós-operatórios da eletroacupuntura em onda denso-dispersa e frequências 3 e 200 Hz, nos pontos E44, R3 e BP4, compará-lo com a analgesia promovida pelos pontos BP6, E36 e VB 34, e pela morfina, em cadelas submetidas à ovariosalpingohisterectomia. Teve-se como hipótese que a eletroacupuntura nos pontos E44, R3 e BP4 resultaria em controle da dor trans e pós- operatória melhor ou igual àquele promovido pela eletroacupuntura nos pontos BP6, E36 e VB34 e pela morfina. Trinta e seis cadelas submetidas à cirurgia eletiva de ovariosalpingohisterectomia foram distribuídas em blocos casualizados em 3 grupos com 12 animais cada. No primeiro grupo foi realizada eletroacupuntura denso-dispersa, com frequência de 3-200 Hz nos pontos BP4, E44, R3 e administrado 1,5ml de solução fisiológica por via intramuscular (grupo GEA); no segundo grupo foi realizada eletroacupuntura denso- dispersa com frequência de 3-200 Hz nos pontos BP6, E36, VB34 e administrado 1,5ml de solução fisiológica por via intramuscular (grupo GEB); no terceiro grupo foi realizada acupuntura em três pontos falsos e o aparelho de eletroacupuntura foi acoplado às agulhas, mas não foi ligado, e foi administrada morfina na dose de 0,5 mg/kg, diluída em solução fisiológica de modo que o volume total foi de 1,5ml por via intramuscular (grupo GF). Foram avaliados os parâmetros cardiovasculares e respiratórios durante o período pré e transoperatório. A avaliação de dor e sedação pós-operatória foi realizada durante 12 horas e a analgesia suplementar com morfina foi realizada sempre que o escore de dor alcançou valores iguais ou superiores a 9 pontos (total de 27) de acordo com a Escala de dor de da Universidade de Melborne (EDUM). O grupo GEB apresentou pressão arterial estável e menor valor de Etiso assim como menor necessidade de analgesia suplementar no pós- operatório. O grupo GEA apresentou os maiores valores de Etiso e apresentou a maior necessidade de analgesia suplementar no pós-operatório imediato (no momento da extubação). O grupo GF necessitou de maior analgesia no pós-operatório e apresentaram escores de sedação mais altos até 4 horas após a cirurgia Os acupontos R3, E44 e BP4, utilizados na eletroacupuntura com a frequência de 3 a 200 Hz não são capazes de promover ação antinociceptiva satisfatória no período transoperatório. O efeito analgésico pós- operatório promovido pela eletroestimulação nos acupontos R3, E44 e BP4 é inferior ao proporcionado pelos acupontos E36, BP6 e VB34 e superior ao obtido com a morfina.
The aim of this study was to compare the analgesic effects of trans and postoperative dense- disperse electroacupuncture with 3 and 200 Hz on ST44, KID3 and SP4 points compares it with the analgesia provided by SP6, ST36 and GB34 points and the use of morphine in dogs undergoing ovariohysterectomy. For this, thirty-six dogs undergoing elective ovariohysterectomy surgery were randomly distributed into 3 groups of 12 animals each. In the first group, dense-dispersed electroacupuncture was performed with a frequency of 3-200 Hz in SP4, ST44, KID3 points and 1.5 ml of saline was given intramuscularly (GEA group). For the second group, dense-dispersed electroacupuncture was performed with frequency of 3-200 Hz in SP6, ST36, GB34 points and 1.5 ml of saline given intramuscularly (GEB group). In the third group acupuncture was performed in 3 false points being the electroacupuncture device attached to the needles but not connected, also morphine was administered at a dose of 0.5 mg/kg diluted in saline so that the total volume was 1.5 ml intramuscularly (GF group). Cardiovascular and respiratory parameters were evaluated during the pre and perioperative period. The evaluation of pain and postoperative sedation was performed for 12 hours and analgesic supplementation was performed whenever the pain score reached values greater than or equal to 9 points (in a total of 27) in accordance with the Scale of Pain of the University of Melborne (EDUM) . The GEB group had stable blood pressure and lower Etiso value as well as less need for additional analgesia postoperatively. The GEA group showed the highest values of Et iso and showed the greatest need for additional analgesia in the immediate postoperative period (at moment of extubation). The GF group required more supplementary analgesia postoperatively and showed higher sedation scores up to 4 hours after surgery. The KID3, ST44 and SP4 acupoints used in electroacupuncture with frequency 3-200 Hz are not able to promote satisfactory antinociceptive action in the perioperative period. Postoperative analgesic effect, promoted by electrical stimulation in acupoints KID3, ST44 and SP4, is inferior to that provided by acupoints ST36, SP6 and GB34 and superior to that obtained with morphine.
Palavras-chave: Anestesia veterinária
Morfina
Acupontos
Nocicepção
Eletroestimulação
OSH
CNPq: Anestesiologia Animal
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SANTOS, Letícia Calovi de Carvalho. Eletroacupuntura na analgesia trans e pós -operatória de cadelas submetidas á ovariosalpingohisterectomia. 2014. 47 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6594
Data do documento: 28-Fev-2014
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo854,45 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.