Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6640
Tipo: Tese
Título: Ação antitumoral in vitro do extrato da folha de oliveira (Olea europae L.) e dos flavonoides morina, naringina e rutina em linhagens de células carcinogênicas
Antitumoral action in vitro of the olive leaf extract (Olea europaea L.) and flavonoids morin, naringin, and rutin in cell lines carcinogenic
Autor(es): Pereira, Wander Lopes
Abstract: O câncer é uma doença crônica que atinge milhares de pessoas ao redor do mundo, sendo responsável por elevadas taxas de morbidade e mortalidade. No Brasil, em 2012, foram registrados 321 mil novos casos de câncer e 190 mil óbitos em decorrência desta patologia. Por se tratar de uma doença que acomete a população mundial, o câncer produz impactos na saúde pública e na economia, pois o tumor atinge uma parcela da população economicamente ativa, podendo ser de rápido desenvolvimento e de altas taxas de metástase e de complicações físicas e psicológicas. O aumento da incidência de câncer no mundo e de suas repercussões sociais, econômicas e na saúde pública instiga a comunidade científica de vários países, inclusive do Brasil, a desenvolver pesquisas com o propósito de investigar quais compostos naturais seriam potencialmente considerados drogas terapêuticas no combate e prevenção ao câncer. Os flavonoides são compostos orgânicos, extraídos de plantas, conhecidos pelas suas propriedades farmacológicas, dentre elas, a atividade anticarcinogênica. A família da Olea europaea L. conhecida como oliveiras, possui aplicação medicinal na região onde é cultivada. Neste trabalho foi avaliada a atividade citotóxica de três flavonoides (morina, naringina, rutina) e do extrato da folha de oliveira contra às linhagens leucêmicas: U937, THP-1 e linhagens de tumores sólidos: B16F10, SK-MEL-5, H460 via ensaio colorimétrico MTT e pelo índice da lactase desidrogenase (LDH) liberada pela célula opôs 48 horas de incubação. Estes ensaios mostraram que o composto morina e o extrato de oliveira reduziram a viabilidade celular de maneira concentração dependente nas linhagens tumorais. A análise por microscopia de fluorescência mostrou que o flavonoide morina e o extrato de oliveira foram os únicos efetivos em induzir morte por apoptose de maneira tempo e concentração dependentes nas linhagens U937, THP-1, SK-MEL-5, B16F10 e H460. O mecanismo de morte celular por apoptose foi confirmado por análise do potencial de membrana mitocondrial e por caspases. Sendo assim, investigação das propriedades anticarcinogênicas e terapêuticas dos compostos morina, e do extrato de folha de oliveira como inibidores de proliferação celular e promotor de apoptose de células tumorais, bem como, interferências no metabolismo da celular sugerem a utilização destes compostos como fármaco na prevenção e tratamento do câncer.
Cancer is a chronic disease that affects thousands of people around the world, being aggressive and lethal, which justifies its high prevalence and can provide high rates of morbidity and mortality. In Brazil, in 2012, there were 321.000 new cancer cases and 190.000 deaths due to this disease. Because it is a disease that affects the world's population, produces cancer impacts on public health and the global economy, because the tumor reaches a portion of the economically active population, being of rapid development and high rates of metastasis and physical complications and psychological. The increased incidence of cancer in the world and its social, economic and public health encourages the scientific community in several countries, including Brazil, to develop research in order to investigate natural compounds which would be considered potentially therapeutic drugs to combat cancer. Flavonóids are organic compounds extracted from plants, known for their pharmacological properties, among them the anticarcinogenic activity. The family of Olea europaea L. known as olive, has medical applications in the region where it is grown. In this study, we evaluated the cytotoxic activity of three flavonoids (morin, naringin, rutin) and extract of olive leaf front of leukemic lines: U937, THP-1 and strains of solid tumors: B16F10, SK-MEL-5, H460 via MTT colorimetric assay and the index of lactase dehydrogenase (LDH) released by the cell objected 48 hours of incubation. These tests showed that the compound morin and olive extract decreased the cell viability of concentration- dependent manner in tumor cell lines. Analysis by fluorescence microscopy showed that the flavonoid extract of olive and morin were the only effective in inducing apoptotic death of time and concentration dependent manner the lines U937, THP-1 and SK-MEL-5. The mechanism of cell death by apoptosis was confirmed by analysis of mitochondrial membrane potential and caspases. Thus, research and therapeutic anticarcinogenic properties of the compounds morin, and olive leaf extract as inhibitors of cell proliferation and a promoter of tumor cell apoptosis, as well as interference in cellular metabolism suggest the use of these compounds as a medicine for the prevention and cancer treatment.
Palavras-chave: Câncer
Flavonoides
Oliveira
Plantas medicinais
CNPq: Metabolismo e Bioenergética
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: PEREIRA, Wander Lopes. Ação antitumoral in vitro do extrato da folha de oliveira (Olea europae L.) e dos flavonoides morina, naringina e rutina em linhagens de células carcinogênicas. 2014. 110 f. Tese (Doutorado em Bioquímica Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6640
Data do documento: 25-Jul-2014
Aparece nas coleções:Bioquímica Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo4,49 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.