Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/665
Tipo: Tese
Título: Produção relativa do feijoeiro irrigado com água salina
Título(s) alternativo(s): Relative production of the bean plant irrigated with saline water
Autor(es): Oliveira, Flávio Gonçalves
Primeiro Orientador: Ferreira, Paulo Afonso
Primeiro avaliador: Cecon, Paulo Roberto
Segundo avaliador: Carneiro, José Eustáquio de Souza
Terceiro avaliador: Mantovani, Everardo Chartuni
Quarto avaliador: Figueiredo, Flavio Pimenta de
Abstract: O cultivo do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. ) em regiões áridas e semi-áridas, sob condições de salinidade carece de estudos. Portanto, este estudo teve por objetivo: a) determinar o status salino do solo irrigado com água doce (0,07 dS.m-1) e água salina (2 dS.m-1); b) determinar parâmetros para predição da produção relativa de grãos do feijoeiro, cv. Talismã, utilizando métodos baseados na salinidade do solo (CEes), no déficit relativo da evapotranspiração da cultura e no potencial hídrico medido no período antemanhã, na folha da planta, por meio do índice diário de estresse hídrico (WSDI). O experimento foi conduzido na estação lisimétrica, sob ambiente protegido, da área experimental de Irrigação e Drenagem, campus da Universidade Federal de Viçosa (UFV), localizada a 200 45 S e 420 45 W, no Estado de Minas Gerais. Antes do plantio, o solo contido nos lisímetros que iriam receber irrigação com água salina foi, previamente, salinizado até atingir, cerca de 3,6 dS m-1, no extrato da pasta do solo saturado, empregando-se água preparada com adição de NaCl e CaCl2 nas proporções 3:2, exceto aqueles que foram irrigados com água doce (testemunha), os quais permaneceram com salinidade de 0,4 dS m-1. O experimento foi instalado em delineamento inteiramente casualizado, com sete tratamentos e três repetições. Os tratamentos consistiram de sete frações de lixiviação, equivalentes a 3, 14, 16, 23, 25, 31 e 40% da lâmina de água de irrigação, sendo que, para a fração de lixiviação de 3% usou-se água doce e, para as demais frações, água salina. O feijoeiro cv. Talismã mostrou-se sensível à salinidade, entretanto, a melhor eficiência de uso de água, em condição salina, foi para fração de lixiviação de 31% , sendo que, em geral, a eficiência de uso de água diminuiu com a redução das frações de lixiviação. Pelo método de Stewart o valor de Ky (declividade da reta ajustada) foi de 1,54. Pelo método de Mass e Hoffman, a salinidade limiar para o feijão, cv. Talismã, foi de 1,67 dS.m-1 e a redução da produção relativa por acréscimo unitário da CEes, acima da salinidade limiar, foi 15,057% por unidade de CEes. Pelo método de Katerji, o potencial hídrico médio da folha do feijoeiro irrigado com água doce e salina (fração de lixiviação de 14%) foi de -150 KPa e -230 KPa, respectivamente, sendo que a produção relativa do feijoeiro aumenta 3,5% por unidade do WSDI e para valores do WSDI igual a 14,5 KPa a produção relativa é 50%. Encontrou-se que o ajustamento osmótico do feijoeiro, cv. Talismã, limita-se a um valor do potencial hídrico foliar, de -280KPa, medido no período antemanhã. Em geral, os métodos empregados na avaliação da produção relativa do feijoeiro mostraram-se adequados.
There is a need for studies concerning to the bean plant (Phaseolus vulgaris L.) cropping in arid and semi-arid regions under salinity conditions. So, this study was carried out with the following objectives: a) to determine the saline status of the soil irrigated with fresh water (0.07 dS.m-1) and saline water (2 dS.m-1); b) to determine the parameters for predicting the relative grain production in the bean plant, Talisman cv., by applying methods based on the soil salinity (CEes), as well as on the relative deficit of the crop evapotranspiration and the water potential measured in the leaf at dawn, through the water stress day index (WSDI). The experiment was carried out in lysimeter station under protected environment, at the experimental irrigation and drainage area, in the Universidade Federal de Viçosa, located at 200 45' S and 420 45' W, Minas Gerais State. Before planting, the soil contained in lysimeters that would be irrigated with saline water was previously salinized until reaching, about 3.6 dS m-1 in the extract of the saturated soil paste, by using water added with NaCl and CaCl2 at proportions 3:2, except those irrigated with fresh water (control) which stayed with salinity of 0.4 dS m-1. The experiment was set up in entirely randomized design, with seven treatments and three replicates. The treatments consisted of seven leaching fractions corresponding to 3, 1 4, 16, 23, 25, 31 and 40% irrigation water depth, as using fresh water for the leaching fraction of 3%, but saline water for the other fractions. The Talisman cv. showed to be sensitive to salinity, and the highest efficiency for using water under saline condition was reached with the leaching fraction of 31%. Generally, the efficiency in using water decreased with the reduction in the leaching fractions. For Stewart method, the value of Ky (slope of the adjusted straight line) was 1.54. For the method by Mass and Hoffman, however, the salinity threshold for the Talisman cv. was 1,67 dS.m-1 and the reduction in relative production by unit increment in CEes above the salinity threshold of 15.057% by unit CEes. In the Katerji s method, the average water potential in the leaf of the bean plant irrigated with both fresh and salty water(14% leaching fraction) was -150 KPa and -230 KPa, respectively, as the relative production of the bean plant increases 3.5% by unit WSDI, whereas for the WSDI values of 14.5 KPa the productivity is 50%. The osmotic adjustment of the bean plant, Talisman cv., was found to be limited to a value of -280KPa for the leaf water potential measured at dawn. In general, the applied showed to be adequate to the evaluation of the bean plant productivity.
Palavras-chave: Feijão
Irrigação
Fisiologia
Solos
Salinidade
Fertilidade
Evapotranspiração
Phaseolus vulgaris
Common beans
Irrigation
Physiology
Soil salinity
Fertility
Evapotranspiration
Phaseolus vulgaris
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ
Programa: Doutorado em Engenharia Agrícola
Citação: OLIVEIRA, Flávio Gonçalves. Relative production of the bean plant irrigated with saline water. 2006. 76 f. Tese (Doutorado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/665
Data do documento: 8-Mai-2006
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.