Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6698
Tipo: Dissertação
Título: Compatibilidade dos fungos nematófagos Arthrobotrys robusta e Duddingtonia flagrans no controle biológico dos nematoides gastrintestinais de bezerros
The compatibility of nematophagous fungi Arthrobotrys robusta and Duddingtonia flagrans fungi in the biological control of gastrointestinal nematodes of calves
Autor(es): Ayupe, Tiago de Hollanda
Abstract: Em todo o mundo, as parasitoses gastrintestinais em ruminantes causadas por nematoides, geram perdas econômicas muitas vezes não visíveis ou quantificadas na produção animal. Dessa forma, a utilização de fungos nematófagos associados, no controle biológico, pode ser uma alternativa eficaz e vantajosa para melhorar os resultados de tratamentos com fungos isoladamente e potencializar o controle dos nematoides que parasitam bovinos. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a compatibilidade entre os fungos nematófagos do grupo dos predadores Arthrobotrys robusta (isolado I31) e Duddingtonia flagrans (isolado AC001) em laboratório e a ação conjunta destes na redução ambiental de formas infectantes de nematoides parasitos gastrintestinais de bovinos jovens Holandês-Zebu. Primeiramente, a presença de compatibilidade entre os fungos A. robusta e D. flagrans in vitro foi verificada por testes de confronto direto, de antibiose e de compostos voláteis. Esses testes permitem identificar a competição por espaço entre os organismos e a produção de antibióticos e de compostos voláteis por algum desses fungos. No teste de confrontação direta, A. robusta colonizou aproximadamente 2/3 da placa, o que sugere competição por espaço e, portanto, antagonismo. No teste de antibiose, nenhum fungo produziu antibióticos sobre o meio de cultura, o que resultou na ausência de halo de inibição da cultura subsequentemente semeada na mesma placa. No teste de compostos voláteis, o isolado de A. robusta reduziu (p<0,05) o crescimento de D. flagrans. No ensaio in vivo, cada animal do grupo tratado (A) recebeu 2g/10 kg de peso vivo (PV) de péletes de alginato de sódio com os isolados fúngicos AC001 (0,2 g de micélio/10 kg de PV) e I31 (0,2 g de micélio/10 kg de PV) com ração comercial duas vezes por semana durante 26 semanas, enquanto os animais do grupo controle (B) receberam somente ração comercial. Ao final do experimento, os animais do grupo A apresentaram em relação aos do grupo B os resultados: redução de 72,87% no número de ovos por grama de fezes (OPG) e de 6,07% no número de larvas recuperadas das coproculturas vii respectivamente. Porém, o número total de larvas (L3) recuperadas por quilograma de matéria seca de pastagem foi semelhante (p>0,05) entre os grupos tratado e controle ao final do experimento.
Worldwide, gastrointestinal parasites in ruminants caused by nematodes produce economic losses often not visible or quantified for livestock production. Thus, the use of associated nematophagous fungi, as a form of biological control, can be an effective and advantageous alternative to improve the results of treatments using only fungi and to enhance the control of nematodes that parasitize cattle. The purpose of this study was to evaluate the compatibility between nematophagous fungi from the predator group Arthrobotrys robusta (isolate I31) and Duddingtonia flagrans (isolate AC001) under laboratory conditions and the joint action of these fungi in the environmental reduction of infective forms of gastrointestinal nematodes on young Holstein-Zebu cattle. Firstly, we detected the in vitro compatibility between A. robusta and D. flagrans through direct confrontation, antibiosis and volatile compounds testing. These tests allow the identification of the existence of competition for space between the organisms and the production of volatile compouds and antibiotics for some of these fungi. In direct comparison test, the A. robusta colonized approximately 2/3 of the plate, which suggests that there is competition for space between them and thus a form of antagonism. In antibiosis test, the production of antibiotics on culture medium by any fungus was not observed, which resulted in the absence of inhibition zone of fungus subsequently sown in the same plate. In the volatile compounds test, A. robusta reduced (p <0.05) the growth of D. flagrans. On the in vivo test each animal in the treated group (A) received 2 g/ 10 kg body weight (BW) of sodium alginate pellets containing the fungal isolates AC001 (0.2 g mycelium / 10 kg of BW) and I31 (0.2 g mycelium / 10 kg of BW) with commercial ration twice a week for 26 weeks, whereas animals in the control group (B) received only commercial feed. At the end of the experiment, the animals of group A compared to group B showed the following results: 72.87% reduction in the average number of eggs per gram of feces (EPG) and 6.07% of the ix average number of larvae recovered of coproculture, respectively. However, there was no difference (p> 0.05) of the total number of larvae (L3) recovered per kilogram of dry grassland between the treated and control groups at the end of the experiment.
Palavras-chave: Fungos nematófagos
Fungos nematófagos - Controle Biológico
Duddingtonia flagrans
Arthrobotrys robusta
CNPq: Medicina Veterinária
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: AYUPE, Tiago de Hollanda. Compatibilidade dos fungos nematófagos Arthrobotrys robusta e Duddingtonia flagrans no controle biológico dos nematoides gastrintestinais de bezerros. 2014. 33 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6698
Data do documento: 25-Set-2014
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdfTexto completo823,31 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.