Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/680
Tipo: Tese
Título: Efeitos da irrigação e fertirrigação na produção e no desenvolvimento do cafeeiro na região oeste da Bahia
Título(s) alternativo(s): Effects of irrigation and fertigation on coffee plants production and development in the west of Bahia state
Autor(es): Vicente, Marcelo Rossi
Primeiro Orientador: Mantovani, Everardo Chartuni
Primeiro coorientador: Fernandes, André Luis Teixeira
Segundo coorientador: Neves, Júlio César Lima
Primeiro avaliador: Alvarenga, Antônio de Pádua
Segundo avaliador: Oliveira, Rubens Alves de
Terceiro avaliador: Drumond, Luis César Dias
Abstract: Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar os efeitos da irrigação e da fertirrigação sobre a produção, o desenvolvimento e o sistema radicular do cafeeiro irrigado por gotejamento na região Oeste da Bahia. Para isso, foram implantados dois experimentos na fazenda Café do Rio Branco, localizada em Barreiras – BA, em cafeeiros adultos, aproximadamente 3,5 anos de idade, da variedade Catuaí Vermelho IAC 144. O primeiro experimento foi montado no delineamento em blocos casualizados, composto de 5 tratamentos, correspondentes à 75, 85, 100, 125 e 150% da lâmina de irrigação calculada pelo software Irriplus. Já o segundo experimento foi montado em um esquema fatorial 3 x 3, com três níveis de adubação nitrogenada e potássica (900/800, 600/500 e 300/250 kg ha-1 ano-1 de N e K2O) em 3 parcelamentos mensais de fertirrigação (2, 4 e 8 vezes). Observou-se, ao final de quatro safras, efeito significativo da lâmina de irrigação na produtividade do cafeeiro. A produtividade máxima estimada (60 sc ha-1) foi obtida com a lâmina correspondente a 122% da lâmina de irrigação. Não houve efeito das diferentes lâminas de irrigação no desenvolvimento vegetativo, na classificação por peneira, no rendimento e na maturação dos frutos do cafeeiro. Com relação à fertirrigação, as doses de 600/500 e 900/800 kg ha-1 ano-1 de N/K2O proporcionaram as maiores produtividades do cafeeiro e os parcelamentos em duas e oito vezes mensais foram superiores em produtividade. Não houve efeito das doses e do parcelamento da fertirrigação na maturação dos frutos do cafeeiro e na classificação por peneira dos grãos do café. Não se observou efeito dos tratamentos (lâminas de irrigação, doses e parcelamentos da fertirrigação) sobre a área foliar específica – AFE,porém as folhas com maior exposição ao sol da tarde (face norte) apresentaram valores de AFE menores que as folhas presentes na face sul. Em ambos os experimentos observou-se maior concentração de raízes, densidade de comprimento radicular - DCR e densidade radicular – DR, na camada superficial (0-20 cm) e sob a linha lateral (30 e 70 cm de distância do ramo ortotrópico). A lâmina de irrigação correspondente a 75% proporcionou maior concentração de raízes (DCR e DR) na camada de 0 a 10 cm. As menores doses de N e K2O propiciaram um maior desenvolvimento do sistema radicular do cafeeiro.
This study aimed to evaluate the effects of irrigation and fertigation on coffee plants development and production and on root system development under drip irrigation in the west of Bahia state. For this, two experiments were assembled at Café do Rio Branco Farm, in Barreiras, Bahia state, in 3.5-yearsold coffee plants, Catuaí Vermelho IAC 144. The first experiment was performed in a randomized complete block design consisting of five treatments, 75, 85, 100, 125 and 150% of water depth calculated by the Irriplus software. The second experiment was performed in a 3 x 3 factorial design with three nitrogen and potassium levels (900/800, 600/500 and 300/250 kg ha-1 yr-1 of N and K2O) in three frequencies of fertigation (2, 4 and 8 times per month). By the end of the fourth harvest, it was noted significant effect of irrigation on coffee yield. The maximum yield estimated (3600 kg ha-1) was obtained by 122% of water depth. There was no significant effect of irrigation on vegetative growth, on sieve classification and on coffee fruit ripening. In relation to fertigation, the dosis of 600/500 and 900/800 kg ha-1 yr-1 N/K2O showed the highest coffee yield and the frequency of two and eight times per month had higher yield. There was no effect of the dosis and the fertigation frequency on coffee fruitripening and on sieve classification. There was no significant effect of the treatments (irrigation and fertigation) on specific leaf area - SLA, but leaves with greater exposure to afternoon sun (North) showed lower SLA than leaves present on the South. In both experiments there was a greater concentration of roots, root length density, RLD, and root density,RD, on the topsoil (0-20 cm) and under the lateral line (30 and 70 cm from the orthotropic branch). The 75% irrigation water depth provided the highest roots concentration (RLD and RD) on the 10-cm soil layer. The lowest rates of N and K2O provided a further development of the coffee root system.
Palavras-chave: Manejo de irrigação
Irrigação localizada
Evapotranspiração
Irrigation management
Irrigation
Evapotranspiration
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA::ENGENHARIA DE AGUA E SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ
Programa: Doutorado em Engenharia Agrícola
Citação: VICENTE, Marcelo Rossi. Effects of irrigation and fertigation on coffee plants production and development in the west of Bahia state. 2010. 101 f. Tese (Doutorado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/680
Data do documento: 6-Mai-2010
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf527,29 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.