Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/681
Tipo: Tese
Título: Caracterização fisiográfica e simulação hidrológica em reservatórios da bacia do Jaguaribe-CE
Título(s) alternativo(s): Physiographic characterization and e hydrologic simulation in reservoirs of the Jaguaribe river basin, in Ceará State
Autor(es): Leão, Raimundo Alípio de Oliveira
Primeiro Orientador: Soares, Antonio Alves
Primeiro coorientador: Silva, Demetrius David da
Segundo coorientador: Teixeira, Adunias dos Santos
Primeiro avaliador: Ribeiro, Carlos Antônio Alvares Soares
Segundo avaliador: Sediyama, Gilberto Chohaku
Terceiro avaliador: Pruski, Fernando Falco
Abstract: A política de açudagem foi adotada no semiárido brasileiro, e principalmente no Estado do Ceará, regiões de acentuado déficit hídrico anual devido à irregularidade da distribuição das chuvas no tempo e no espaço, com o objetivo de garantir os recursos hídricos para usos múltiplos como aglomerados urbanos, agricultura, piscicultura, turismo e indústria e, ainda, a prevenção de cheias. A finalidade múltipla e a grande variedade de fatores envolvidos tornam o manejo de reservatórios bastante complexo. Os modelos hidrológicos surgem como ferramentas para auxiliar nos processos decisórios de gestores dos recursos hídricos, permitindo análise prévia de resultados de simulações contemplando diferentes cenários. Neste trabalho desenvolveu-se uma metodologia para modelagem em recursos hídricos no semiárido nordestino visando ao balanço hídrico de reservatórios, a partir de uma base de dados georreferenciada e utilizando o método do Número da Curva para a estimativa do escoamento superficial e de Muskingum-Cunge para escoamento em canais naturais. Como dados de entrada foram utilizados: base de dados georreferenciada contendo o delineamento da bacia hidrográfica do reservatório, subdividida em áreas de drenagem de até 25 km2 (denominadas interbacias) e compreendidas entre duas confluências; a cobertura e o tipo do solo; a distribuição espacial de pluviômetros e estações meteorológicas com as respectivas precipitações e estimativas da evaporação diárias; dados dos reservatórios modelados como relações cota-área-volume, nível e vazão liberada diariamente, distribuição espacial e vazão efluente de reservatórios a montante do reservatório principal e as vazões outorgadas ao longo do sistema. O delineamento automático, realizado por meio da ferramenta ArcHydro, na plataforma ArcGIS 9.3, resultou em 227 interbacias para a bacia hidrográfica do reservatório Pedras Brancas, 1.811 para o reservatório Banabuiú, 2.634 para o reservatório Castanhão e 3.263 para o Orós. A lâmina escoada diariamente em cada interbacia, obtida pelo método do Número da Curva, foi convertida em vazão escoada e transferida pelo método de Muskingum- Cunge até o reservatório, consistindo no volume afluente. O volume evaporado foi estimado a partir de fatores climatológicos obtidos em estações meteorológicas automáticas e o volume efluente obtido a partir das vazões liberadas nos reservatórios. O volume precipitado foi obtido por meio de dados de precipitação de pluviômetros distribuídos nas proximidades do reservatório. O escoamento superficial em cada interbacia e o deslocamento do hidrograma até o reservatório foram implementados no Software Excel da Microsoft, com programação em linguagem Visual Basic for Application. O modelo foi aplicado nos reservatórios Pedras Brancas e Banabuiú, no Estado do Ceará, com capacidade de armazenamento de 434 hm3 e 1.700 hm3 e bacias hidrográficas com áreas de drenagem de 1.787 km2 e 13.500 km2, respectivamente. O modelo foi testado comparando-se os volumes observados e os estimados pelo modelo, diariamente. Embora o modelo tenha apresentado fraco desempenho no período chuvoso, sugerindo superestimativa do escoamento superficial com o uso do método do Número da Curva e a metodologia adotada, apresentou bom desempenho para o período seco, evidenciando boa estimativa do volume evaporado.
In order to ensure water resources for multiple uses, such as, urban agriculture, aquaculture, tourism and industry, and also flood protection, reservoirs building police was adopted in Brazilian semi-arid, and especially in Ceará state, region of high annual water deficit due to the irregularity in rainfall distribution in time and space,. That multi-purpose uses and the large variety of factors involved, make the management of reservoirs a complex task. The hydrological models emerge as a valuable tool to assist the decision maker in the process of water allocation, allowing for preliminary analysis based on simulation of different scenarios. This study presents a methodology for modeling water resources in semiarid northeastern - Brazil, targeting reservoir water balance. The model uses a spatial database and the Curve Number method for estimating runoff, and Muskingum-Cung for flow in natural channels. As input, the following dataset was used: spatial database containing the layout of the reservoir system, subdivided into drainage areas up to 25 km2 (named interbasins) and between two confluences, soil type layer, spatial distribution of rain gauges and weather stations with their measured daily water precipitation and estimated evaporation; data from modeled reservoirs, such as, elevation-area-volume model, daily water level and flow released and spatial distribution of the reservoirs upstream of the main reservoir and its release, as well as water uptake from rivers between two reservoirs (water right) in the stream network. The automatic delineation of the river network was performed by Archydro tool in ArcGIS 9.3 platform, resulting in 227 interbasins for the catchment area of the Pedras Brancas reservoir, 1811 for Banabuiú reservoir, 2634 for Castanhão reservoir and 3263 for Orós reservoir. The daily runoff water depth in each interbasin, obtained by the Curve Number, was converted to flow and transferred by the Muskingum-Cunge method all the way to the reservoir as inflow. The evaporated volume was estimated from meteorological data obtained from Automatic Weather Stations, and the outflow volumes from reservoir releases. The precipitated volume was obtained by raingage data distributed near the reservoir. Interbasin runoff and the displacement of the hydrograph to the reservoir were computed using Microsoft Excel xviii software, with programming language Visual Basic for Application. The model was applied in the Pedras Brancas and Banabuiú reservoirs, in Ceará state, with storage capacity of 434 hm3 and 1,700 hm3, and watersheds areas of 1,787 km2 and 13,500 km2, respectively. The model was tested by comparing the daily observed and estimated volumes. Although the model has shown weak performance during the rainy season, suggesting overestimation of runoff using the curve number method associated with the presented methodology, the performed well during the dry season, with good estimates of evaporation.
Palavras-chave: Hidrologia
Sistemas de informação geográfica
Bacias hidrográficas
Sensoriamento remoto
Hydrology
Geographic information system
Watersheds
Remote sensing
CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA SANITARIA::RECURSOS HIDRICOS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ
Programa: Doutorado em Engenharia Agrícola
Citação: LEÃO, Raimundo Alípio de Oliveira. Physiographic characterization and e hydrologic simulation in reservoirs of the Jaguaribe river basin, in Ceará State. 2010. 153 f. Tese (Doutorado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/681
Data do documento: 1-Jul-2010
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,41 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.