Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6828
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorMattos, Leonardo Bornacki de
dc.contributor.authorPais, Paloma Santana Moreira
dc.date.accessioned2015-11-30T15:43:30Z
dc.date.available2015-11-30T15:43:30Z
dc.date.issued2015-07-07
dc.identifier.citationPAIS, Paloma Santana Moreira. Migração interestadual e formação de capital humano no Brasil. 2015. 103 f. Tese (Doutorado em Economia Aplicada) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.pt-BR
dc.identifier.urihttp://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6828
dc.description.abstractPor ser um país de dimensões continentais, os fluxos migratórios sempre estiveram presentes na história do Brasil. Essa mobilidade, normalmente relacionada ao contexto econômico e social predominante em cada época, tem impactos sobre a acumulação de capital humano nas diferentes áreas, com efeitos sobre as atividades inovadoras, o consumo, o mercado de trabalho, dentre outros. Contudo, as pesquisas sobre a relação entre o capital humano e a migração são escassas no país, devido ao predomínio histórico da mobilidade de pessoas com baixos níveis de escolaridade, sobretudo até o final da década de 1970. Assim, o objetivo deste trabalho é analisar a relação entre a migração e o nível de qualificação do migrante, identificando como esta pode afetar o nível de capital humano no local de origem deste indivíduo, no período de 2001 a 2013, utilizando para isso os dados da PNAD disponíveis para esses anos. De maneira complementar, analisa-se o perfil do migrante e os determinantes da mobilidade deste indivíduo no país. Para isso, foram empregados dois modelos analíticos: o primeiro é o método de Hausman e Taylor, utilizado para investigar os determinantes da migração de pessoas com diferentes níveis de qualificação; o segundo refere-se ao método system GMM de Arellano e Bover/Blundel e Bond, o qual é empregado na análise do impacto da migração sobre a acumulação de capital humano no local de origem deste indivíduo. O perfil do migrante é investigado a partir da análise de estatísticas descritivas. Os resultados obtidos indicam que cerca de 85% dos migrantes ainda possuem escolaridade baixa e intermediária, sendo que os indivíduos com alta qualificação diferem dos demais, sobretudo, com relação ao local de origem dos mesmos, e sobre a renda e a posição que estes ocupam no mercado de trabalho. Quanto aos determinantes da migração, tem-se que aqueles que possuem baixa qualificação migram orientados pelas características do destino, enquanto os demais indivíduos tomam as suas decisões baseadas principalmente nas condições existentes no local de origem. Por fim, no que diz respeito ao impacto da migração sobre a formação de capital humano no local de origem do migrante, tem-se que a emigração de pessoas viii altamente qualificadas estimula o crescimento da frequência escolar na quinta série do Ensino Fundamental e no primeiro ano do Ensino Médio, mas não tem efeitos sobre o aumento da frequência no primeiro ano Ensino Superior, a qual é negativamente impactada pela emigração de pessoas com baixos níveis de qualificação. Dessa forma, verifica-se que a hipótese do brain gain observada no contexto internacional não se aplica ao contexto de migração interna, uma vez que a migração de pessoas com altos níveis de qualificação não incentiva os indivíduos que permaneceram no estado de origem a ampliarem os níveis de escolaridade, inserindo-se no Ensino Superior.pt-BR
dc.description.abstractFor being a country with continental dimensions, migration flows have always been present in Brazil’s history. This mobility, normally associated with the predominant social and economic context of each moment in time, presents impacts on human capital accumulation in different regions and may have effects on innovative activities, consumption, labor market and others. However, the researches on the relationship between human capital and migration are scarce in the country due to the historical predominance of migration among people with lower education levels, especially until the late 1970s. Therefore, this study analyzes the relationship between migration and the migrant’s qualification level by identifying how the latter may affect the level of human capital in the individual’s place of origin, for the period 2001-2013, using data from PNAD available for these years. In addition, it was assessed the migrant’s profile and the determinants of this individual’s mobility in the country. For this purpose, two analytical models were employed: the first is the Hausman and Taylor method, used to investigate the determinants of migration for people with different qualification levels; the second refers to Arellano, Bover/Blundel and Bond GMM system, which is used to analyse the impact of migration on human capital accumulation in the individual’s place of origin. The migrant’s profile is assessed from descriptive statistical analysis. The results show that around 85% of the migrants still present low and intermediate levels of education and the individuals with high qualification differ from the others especially in terms of place of origin, income and job positition in the labor market. About the migration determinants, those who present low qualification level migrate oriented by the destination characteristics, while the other individuals make their decisions mainly based on the conditions of the place of origin. Finally, in regards to the impact of migration on human capital formation in the migrant’s place of origin, the emigration of highly skilled people stimulates the growth of school attendance in the fifth grade of elementary school and in the first year of high school, but it does not appear to affect attendance in the first year of college, which otherwise is x negatively influenced by the emigration of low skilled people. Thus, the brain gain hypothesis observed in an international context does not apply to the internal migration context given that the migration of high skilled people does not motivate the individuals that remained in the origin state to improve their levels of schooling by inserting themselves into higher education.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt-BR
dc.language.isoporpt-BR
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.rightsAcesso Abertopt-BR
dc.subjectMigração interna - Brasilpt-BR
dc.subjectCapital humano - Brasilpt-BR
dc.subjectQiaçofocações profissionaispt-BR
dc.titleMigração interestadual e formação de capital humano no Brasilpt-BR
dc.titleInterstate migration and human capital formation in Brazilen
dc.typeTesept-BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1528455516493293pt-BR
dc.subject.cnpqCrescimento e Desenvolvimento Econômicopt-BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.degree.departmentDepartamento de Economiapt-BR
dc.degree.programDoutor em Economia Aplicadapt-BR
dc.degree.localViçosa - MGpt-BR
dc.degree.date2015-07-07
dc.degree.levelDoutoradopt-BR
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdfTexto completo574,8 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.