Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6831
Tipo: Dissertação
Título: Teores referenciais de nutrientes em folhas de dendê (Elaeis guineensis. Jacq) para as condições da Amazônia
Referential nutrients contents in leaves of oil palm (Elaeis guineensis. Jacq) for the Amazon conditions
Autor(es): Hernández Guzmán, Cindy Patricia
Abstract: O dendezeiro (Elaeis guineenses. Jacq) é uma Arecaceae de origem africana, provavelmente do Golfo da Guiné, e encontra-se naturalmente dispersa desde o Senegal até Angola. A planta de dendê é uma palmeira com até 15 m de altura, perene, com raízes fasciculadas, estipe ereto, escuro, sem ramificações e anelado, e com vida útil de aproximadamente 25 anos. Geralmente sua produção começa entre o terceiro e quarto ano após o plantio. A planta apresenta melhor desenvolvimento em países da região tropical, como é o caso de alguns países da Ásia, África e América do Sul (Brasil, Colômbia e Equador). No Brasil, o regime de adubação se baseia em análises foliares. Contudo, na maioria das empresas brasileiras os teores críticos de nutrientes minerais ainda não foram estabelecidos para as condições locais dos plantios, sendo utilizados valores de referência genéricos, obtidos da literatura e para condições de sítio muito distintas das brasileiras. Este fato que pode resultar em recomendações de adubação não perfeitamente adequadas. Este trabalho teve como objetivo estabelecer valores de referência (normas) para a interpretação de resultados de análises foliares de Dendê na Amazônia brasileira. Foi utilizado um banco de dados de resultados de análises foliares e produtividade da empresa Agropalma, situada no estado do Pará. Os dados constam de teores de macronutrientes (N, P, K, Ca, Mg e S) e micronutrientes (Cu, Zn, Fe, Mn, B e Cl) na folha indicadora (folha 17) e produtividade de cachos de plantios de dendê na região de Tailândia, Pará, resultantes de amostras de diferentes materiais genéticos, implantados em áreas que já foram de floresta ou de pastagens. O banco possui ainda dados climáticos (temperaturas, pluviometria, radiação solar) e informações sobre doses de nutrientes aplicados e respectivas fontes. Há também informações sobre a classe de solo e espaçamentos de plantio utilizados. Todos esses dados foram processados para obtenção de normas visando a interpretação de análises foliares quanto ao grau de balanço (método Kenworthy - KW) e de equilíbrio (método DRIS e PRA). As populações de referência foram estabelecidas considerando aquelas com produtividade acima da média, conforme diferentes critérios de estratificação: a) não estratificadas, b) por material genético ou grupos de materiais genéticos, c) por espaçamento de plantio, d) por vegetação anterior: áreas de floresta ou de pastagem, e) por classe de solo e f) por idade de plantio. Os diversos conjuntos de normas KW e DRIS foram utilizados para parametrizar o software Nutridendê-UFV, software este que será utilizado futuramente para realização de diagnósticos do estado nutricional de outros plantios de dendê, não utilizados neste estudo, de modo a se avaliar o grau de balanço (método KW) e de equilíbrio (método DRIS). Como resultados foram obtidos 13 conjuntos de normas, abrangendo normas gerais e normas específicas, segundo os vários critérios de estratificação, para uso no método Kenworthy e no DRIS para plantios de Dendê no Pará. O grau de universalidade dos diagnósticos obtidos pelo uso de normas específicas comparadas com as normas gerais é maior do que o grau de universalidade das normas, e varia com o método usado. O magnésio apresentou a menor frequência de concordância (FDC) em todos os conjuntos de normas (material genético, textura, idade, densidade de planta e cultura anterior) quando estas foram comparadas com a norma geral, o que indicaria que para este nutriente o uso da norma especifica é recomendado. Para o material genético Ghana, observaram-se as médias mais baixas de FDC para macro e micronutrientes nos três métodos utilizados (KW, DRIS e PRA). A comparação da faixa normal genérica encontrada no presente trabalho e as referências encontradas na literatura apresentaram diferenças notórias que afetariam tanto a produção da empresa como o investimento feito pela mesma.
The oil palm (Elaeis guineensis Jacq.) is an African Arecaceae, probably from the Gulf of Guinea and is naturally dispersed in areas between Senegal and Angola. Oil palm c is an evergreen palm tree up to 15 m height with fasciculate roots, erect, dark, curly and unattached stems with a lifespan of about 25 years. In general, production begins between the third and fourth year after planting. The plant has best development in countries of the tropical region such as in Asia, Africa and South America (Brazil, Colombia and Ecuador). However, in most Brazilian companies planting this palm; nutrients referential contents for foliar diagnosis has not been established Generic reference values obtained from literature, pertain to very different conditions as compared with those of Brazil may lead to inappropriate fertilization recommendations. This research aimed to establish reference values (standards) for oil palm leaf analyses interpretation in the Brazilian Amazon. A set of database of foliar analysis results and oil production Agropalma company, located in Pará state containing macronutrients (N, P, K, Ca, Mg and S) and micronutrients (Cu, Zn, B and Cl) contents of leaf 17 (sheet 17) was used for this study. The data set included results of different genetic materials growing in areas previously covered with natural forest and pasture. The bank also included climate data (temperature, precipitation, solar radiation), soil type and information regarding the applied nutrient doses and sources: Data was processed to obtain standards, considering nutrientbalance (Kenworthy method) and ratios (DRIS and PRA) in the leaves.Reference populations, i. e. those of high productivity (above the average), were categorized under a different stratification criteria: a) not stratified, and stratified according to: b) genetic material or group of genetic material, c) planting population, d) previous vegetation: forest or pasture, e) soil type and f) plantation age. We used several sets of KW and DRIS norms to default the software Nutridendê – UFV. As a result, we obtained 13 sets of norms or standardswhich included general norms and specific norms for each stratification criteria and diagnostic method Kenworthy and DRIS. The degree of universality of the diagnosis obtained by the use of the specific norms is higher than those obtained with general standards but depends on the method used (Kenworthy or DRIS. Magnesium showed the largest variation when the general standards were used for diagnosing plant nutritional status, by both method, indicating the need of using specific norms. For the genetic material Ghana, was observed the lowest frequency of agreement (FA) among the diagnostic methods (Kenworthy, DRIS and PRA) for macronutrients and micronutrients found in this work are very different from those reported in the literature for oil palm, which may affect negatively the results obtained by Agropalma Company if regional standards are not used.
Palavras-chave: Plantas oleoginosas
Dendê - Nutrientes
Dendê - Valores de referências
Análises foliares
Amazônia
CNPq: Ciência do Solo
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: HERNÁNDEZ GUZMÁN, Cindy Patricia. Teores referenciais de nutrientes em folhas de dendê (Elaeis guineensis. Jacq) para as condições da Amazônia. 2014. 58f. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6831
Data do documento: 28-Fev-2014
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,46 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.