Locus  

Produção em vaso e pós-colheita de hastes de pimentas ornamentais (Capsicum spp)

Show simple item record

dc.contributor Cecon, Paulo Roberto
dc.contributor Casali, Vicente Wagner Dias
dc.contributor.advisor Finger, Fernando Luiz
dc.creator França, Christiane de Fátima Martins
dc.date.accessioned 2015-12-04T16:39:26Z
dc.date.available 2015-12-04T16:39:26Z
dc.date.issued 2015-07-16
dc.identifier.citation FRANÇA, Christiane de Fátima Martins. Produção em vaso e pós-colheita de hastes de pimentas ornamentais (Capsicum spp). 2015. 52f. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015. pt-BR
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6902
dc.description.abstract O cultivo de pimenteiras como planta ornamental de vaso e corte tem se expandido consideravelmente no Brasil e no mundo. Foi realizado um experimento durante a produção de pimentas ornamentais envasadas com o objetivo de avaliar o efeito do paclobutrazol no crescimento e qualidade ornamental de duas variedades comerciais de pimentas (Iracema Biquinho Vermelha e Bode Amarela), e em dois acessos do banco de germoplasma da Universidade Federal da Paraíba (2334PB e 2345PB). Outros cinco experimentos pós-colheita utilizando pimenteiras ornamentais de corte foram realizados. Quatro deles utilizando as cultivares ‘Rio Light Orange’ e ‘Cappa Rond Red’: 1- estágio de desenvolvimento e procedimentos na colheita, 2- duração e procedimentos do armazenamento a frio, 3-sensibilidade ao etileno e compostos anti- etileno, 4-tratamentos de desfolhação. O quinto experimento foi conduzido utilizando 10 cultivares de pimenteiras ornamentais, ‘Tall Round Yellow’, ‘Stromboli’, ‘Rooster’, ‘Rio Yellow’, ‘Rio Light Orange’, ‘On Top Round Orange’, ‘On Top Round Black’, ‘Cappa Round Red’, ‘Back Pearl’ e a cultivar 441525 da Universidade de Cornell, visando obter respostas pós-colheita a preservativos florais de hidratação e manutenção. No experimento de produção das pimenteiras envasadas, a utilização da concentração de 20 mg L-1 de paclobutrazol na variedade comercial Bode Amarela, e nas plantas do acesso 2345PB resultaram em plantas com altura adequada a finalidade de ornamentação, sem alterar as características dos frutos e sem apresentar sintomas de fitotoxidade. Nos experimentos pós-colheita, a vida de vaso de hastes da cultivar ‘Rio Light Orange’ foi prolongada quando colhidas com frutos parcialmente maduros. O estágio de desenvolvimento do fruto na colheita não afetou a vida de vaso da cultivar ‘Cappa Round Red’. Nas duas cultivares, quando colhidas e mantidas em água, as hastes mostraram menor incidência de murcha da folhagem. O armazenamento a frio, em água, foi tolerado por até uma semana pela cultivar ‘Rio Light Orange’ e por até duas semanas pela cultivar ‘Cappa Round Red’. Essas cultivares não responderam ao etileno exógeno na concentração de 1.0 μL L-1 for 16h, e agentes anti-etileno tiveram mínimo efeito nas características pós-colheita. Os tratamentos de desfolhação aplicados nesse estudo não mostraram clara resposta, portanto, não é possível fazer nenhuma recomendação quanto a remover com sucesso a folhagem de pimentas ornamentais sem reduzir a vida de vaso. Uso de solução de manutenção, independentemente do uso prévio de solução de hidratação, prolongou a vida de vaso das pimentas ornamentais ‘Black Pearl’, ‘Rooster’ e ‘Stromboli’. Em geral, o uso de solução de hidratação ou reduziu ou não teve efeito na vida de vaso e portanto, não deve ser usado. Além disso, uso de solução de manutenção manteve a folhagem túrgida por mais tempo. A vida de vaso das pimentas ornamentais ‘Rio Light Orange’ e ‘Cappa Round Red’ pode ser prolongada seguindo apropriados procedimentos de manuseio pós-colheita. O uso de solução de manutenção pode ser benéfico para à vida de vaso e a qualidade da folhagem de várias cultivares de pimentas testadas nesse estudo. pt-BR
dc.description.abstract The peppers growth as a pot ornamental plant has been expanded considerably in Brazil and in the world. An experiment was conducted during the production of potted ornamental peppers in order to evaluate the effect of paclobutrazol in the growth and ornamental quality of two commercial varieties of peppers (Iracema Biquinho Vermelha and Bode Amarela), and in two accesses of the germoplasm bank of Federal University of Paraíba (2334PB and 2345PB). Other five postharvest experiments using cut ornamental peppers were conducted. Four of them using the cultivars ‘Rio Light Orange’ and ‘Cappa Round Red’: 1-harvest stage and procedures, 2-cold storage and duration, ethylene sensitivity and anti-ethylene compounds, 4-defoliation treatments. The fifth experiment was conducted using 10 varieties of ornamental pepper, ‘Tall Round Yellow’, ‘Stromboli’, ‘Rooster’, ‘Rio Yellow’, ‘Rio Light Orange’, ‘On Top Round Orange’, ‘On Top Round Black’, ‘Cappa Round Red’, ‘Back Pearl’ and the cultivar 441525 from Cornell University to identify postharvest responses to commercial hydrator and holding floral preservatives. In the ornamental pepper production, the use of paclobutrazol 20 ppm concentration in the commercial variety Bode Amarela and in the access 2345PB resulted in plants with suitable height for the purpose of ornamentation without changing the characteristics of fruits and without phytotoxicity symptoms. In the postharvest experiments, vase life of ‘Rio Light Orange’ stems was extended when harvested with fruits partially mature. The stage of development of the fruits at harvest did not affect the vase life of the cultivar 'Cappa Round Red'. In both cultivars, when harvested and kept in water, stems showed less incidence of wilted foliage. Cold storage, in water, was tolerated for up to one week for the cultivar ‘Rio Light Orange’ and for up to two weeks for the cultivar ‘Cappa Round Red’. These cultivars did not respond to exogenous ethylene at a concentration of 1.0 uL L-1 for 16h and anti-ethylene agents had minimal effect on postharvest characteristics. Defoliation treatments applied in this study did not show a clear response and therefore it is not possible make any recommendations on how to successfully remove the foliage of ornamental peppers without reducing vase life. The use of a holding solution, regardless of prior use of a hydrator solution increased vase life of ‘Black Pearl’, ‘Rooster’ and ‘Stromboli’ ornamental peppers. In general, use of a commercial hydrator either reduced or had no effect on vase life and thus, should not be used. Moreover, use of a holding solution kept the foliage turgid longer. Vase life of ‘Rio Light Orange’ and ‘Cappa Round Red’ ornamental peppers can be extended following proper postharvest handling procedures and the use of a holding solution can be beneficial on vase life and in the foliage quality of many cultivars of peppers tested in this study. en
dc.description.sponsorship Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.rights Acesso Aberto pt-BR
dc.subject Pimenta pt-BR
dc.subject Capsicum pt-BR
dc.subject Pimenta - Pós-colheita pt-BR
dc.subject Pimenta - Armazenamento pt-BR
dc.subject Plantas ornamentais pt-BR
dc.subject Plantas em vaso pt-BR
dc.subject Paclobutrazol pt-BR
dc.subject Fungicida pt-BR
dc.title Produção em vaso e pós-colheita de hastes de pimentas ornamentais (Capsicum spp) pt-BR
dc.title Potted production and postharvest of ornamental peppers stems (Capsicum spp.) en
dc.type Tese pt-BR
dc.subject.cnpq Fitotecnia pt-BR
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/0406702644219281 pt-BR
dc.degree.grantor Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.degree.department Departamento de Fitotecnia pt-BR
dc.degree.program Doutor em Fitotecnia pt-BR
dc.degree.local Viçosa - MG pt-BR
dc.degree.date 2015-07-16
dc.degree.level Doutorado pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Fitotecnia [867]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account