Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7061
Tipo: Dissertação
Título: Grupo scinax perpusillus: preenchendo lacunas taxonômicas e geográficas
The Scinax perpusillus group: filling taxonomical and geographical gaps
Autor(es): Lacerda, João Victor Andrade de
Abstract: Em 1987, o pesquisador Oswaldo Luiz Peixoto sugeriu a existência de um grupo monofilético por ele denominado S. perpusillus, composto por espécies de pequeno porte, ciclo reprodutivo obrigatoriamente associado a bromélias, ausência de membranas entre os artelhos I e II e redução entre II e III. Até essa dissertação, o grupo era composto por 12 espécies distribuídas ao longo de baixadas litorâneas e serras adjacentes, desde o estado do Espírito Santo, ao norte, a Santa Catarina, ao sul, e uma única população sem identificação específica no estado de Minas Gerais. Nesse contexto, os objetivos do presente estudo foram: 1) elucidar a posição taxonômica dessa população; 2) verificar a ocorrência de populações do grupo em áreas consideradas potenciais no estado de Minas Gerais, atribuindo a elas posição taxonômica; e 3) redescrever S. arduous para facilitar eventuais comparações necessárias ao cumprimento do objetivo 2. Para tanto, foram realizadas buscas utilizando-se o aplicativo Google Earth por áreas de potencial ocorrência das espécies (afloramentos rochosos) e, posteriormente, coleta de espécimes e comparações morfológicas, morfométricas, bioacústicas e larvais com as demais espécies do grupo. Foram realizados 19 novos registros, 15 em Minas Gerais e quatro no Espírito Santo, pertencentes a quatro espécies/morfótipos: S. cosenzai, S. aff. arduous sp.1, S. aff. arduous sp.2 e S. belloni. Não houve registro de S. arduous fora da localidade tipo, em Santa Teresa, Espírito Santo. Em contraposição, S. cosenzai revelou-se uma espécie de ampla distribuição geográfica em comparação às demais do grupo, ocorrendo em diversas localidades de Minas Gerais, dois afloramentos no Espírito Santo e com ocorrência potencial para o Rio de Janeiro. Scinax aff. arduous sp.1 e S. aff. arduous sp.2 foram assim denominadas devido a presença de peculiaridades morfológicas, entretanto, polimorfismos dessas características contribuíram para que fosse adotada postura conservadora em não descrever novas espécies até que ferramentas taxonômicas complementares permitissem uma melhor diagnose das mesmas. Por fim, também foram discutidos aspectos de conservação e ecológicos das espécies.
The genus Scinax Wagler, 1830 (Anura, Hylidae) is currently composed by 111 species distributed north from México in the Central America, south to Argentina in South America. In 1987, the researcher Oswaldo Luiz Peixoto suggested the monophyly of a S. perpusillus group, characterized by small sized species, with reproduction obligatory associated to bromeliad, lacking web between toes I and II and reduced between II and III. The group contains 12 species so far, ranging north from the State of Espírito Santo, south to Santa Catarina, and a single population not identified to the species level is known from the State of Minas Gerais. Thus, the present study aims to: 1) elucidate the taxonomic status of this population; 2) investigate the occurrence of other populations in the States of Minas Gerais and Espírito Santo and clarify their taxonomic status; and 3) redescribe S. arduous to facilitate carrying out the second goal. For that, using the application Google Earth, we looked for areas considered potential to the occurrence of the species (rocky outcrops), collected specimens and then carried out comparison to the other species of the group regarding morphology, morphometry, bioacoustical and larval data. We made 19 new records, 15 in Minas Gerais and four in Espírito Santo, belonging to four species/morphotypes: S. cosenzai, S. aff. arduous sp.1, S. aff. arduous sp.2 and S. belloni. While S. arduous was found only on its type locality, S. cosenzai is a widely distributed species, occurring in several localities in Minas Gerais, two rocky outcrops in Espírito Santo and with potential occurrence in Rio de Janeiro. Scinas aff. arduous sp.1 and S. aff. arduous sp.2 were named as so due to morphological peculiarities. However, as such characteristics are very polymorphic, we chose to take a more conservative taxonomic decision in not describing new species until other taxonomic tools enable the better diagnose of them. We also present additional data on the species conservation and ecology.
Palavras-chave: Anfíbio
Anuro
Scinax perpusillus
Zoogeografia
Bromélia
CNPq: Ciências Biológicas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: LACERDA, João Victor Andrade de. Grupo scinax perpusillus: preenchendo lacunas taxonômicas e geográficas. 2013. 99f. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7061
Data do documento: 4-Abr-2013
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo8,56 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.