Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/708
Tipo: Tese
Título: Modelo para dimensionamento de sistemas de drenagem de superfície em estradas não pavimentadas
Título(s) alternativo(s): Model for the design of surface drainage systems for unpaved roads
Autor(es): Silva, Danilo Paulúcio da
Primeiro Orientador: Pruski, Fernando Falco
Primeiro coorientador: Cecon, Paulo Roberto
Segundo coorientador: Silva, José Márcio Alves da
Primeiro avaliador: Ramos, Márcio Mota
Segundo avaliador: Carvalho, Carlos Alexandre Braz de
Terceiro avaliador: Griebeler, Nori Paulo
Abstract: A erosão causada pela concentração do escoamento superficial é um dos principais problemas relacionados às estradas não pavimentadas, uma vez que gera prejuízos expressivos de ordem social, econômica e ambiental. Tendo em vista a importância do desenvolvimento de metodologias para o controle da erosão hídrica em estradas não pavimentadas mais condizentes com os processos que ocorrem em condições reais de campo, desenvolveu-se este trabalho, cujos objetivos foram: desenvolver e avaliar um modelo para o dimensionamento de sistemas de drenagem em estradas não pavimentadas; e desenvolver um software para aplicação do modelo proposto. No modelo utilizam-se séries sintéticas de precipitação, com as quais é realizada a análise diária do escoamento no canal da estrada e do desprendimento de partículas provocado por este. O espaçamento máximo entre desaguadouros é definido como sendo aquele em que a somatória das perdas de solo que ocorrem no canal, considerando-se a análise de todos os eventos da série histórica de dados de precipitação, é inferior ao valor correspondente à perda de solo tolerável. Visando facilitar a utilização do modelo, foi desenvolvido um software. O modelo foi avaliado com base na realização de análise comparativa entre os dados estimados e os observados em condições de campo e, ainda, a partir da aplicação de testes de sensibilidade do modelo às principais variáveis de entrada. Os dados observados foram obtidos a partir do monitoramento do aprofundamento do canal de um trecho de estrada não pavimentada localizada no campus da Universidade Federal de Viçosa. De acordo com os resultados, observou-se que o modelo apresentou boa estimativa do aprofundamento do canal, tanto em escala temporal (durante o período em que os dados de campo foram obtidos) quanto em escala espacial (ao longo do canal). O modelo apresentou maior sensibilidade à variação das variáveis tensão crítica de cisalhamento do solo e declividade do canal, e menor sensibilidade à variação da erodibilidade do solo. O software desenvolvido para aplicação do modelo proposto (SiDE) permite, de forma rápida e fácil, a determinação do espaçamento máximo entre desaguadouros e o dimensionamento de bacias de infiltração.
Erosion caused by the concentration of surface runoff is one of the main problems related to unpaved roads, one which generates expressive losses at social, economical and environmental levels. Having in mind the importance of the development of methodologies for the water erosion control in unpaved roads, similar to the processes recurrent in real field conditions, this work was developed, of which the objectives were: to develop, as well as to evaluate, a model for the design of drainage systems for unpaved roads; to develop a software for application on the proposed model. In that model, synthetic rainfall data are used for the performance of daily analysis of runoff at the ditch and resulting detachment of particles. The maximum spacing between road mitre drains is defined as the one in which the sum of the ditch soil losses, taking into consideration the analysis of all events of the precipitation series data, is less than the value corresponding to the tolerable soil loss. Aiming at making it easier to use the model, a software was developed. Evaluation of the model was based on comparative analysis between predicted data by the model and observed data in field, nd, lso, fro pplic tion of the odel s sensitivity tests to the in input variables. Observed data were obtained from monitoring of ditch deepening in a portion of an unpaved road within the Viçosa Federal University campus. According to the results, it was observed that the model presented good prediction of the ditch deepening, either in temporal scale (during the period in which the field data were recorded) or in spatial scale (along the ditch). More sensitivity was displayed by the model towards the variation of the variables soil critical sheer stress and the ditch slope, and less sensitivity towards the soil erodibility. The software developed for application at the proposed model (SiDE) offers an easy and fast way for determining the maximum spacing between mitre drains and the proper design of the infiltration basins.
Palavras-chave: Conservação de solo e água
Erosão
Escoamento superficial
Conservation of soil and water
Erosion
Surface runoff
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA::ENGENHARIA DE AGUA E SOLO::CONSERVACAO DE SOLO E AGUA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ
Programa: Doutorado em Engenharia Agrícola
Citação: SILVA, Danilo Paulúcio da. Model for the design of surface drainage systems for unpaved roads. 2011. 132 f. Tese (Doutorado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/708
Data do documento: 9-Dez-2011
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,65 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.