Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7157
Tipo: Dissertação
Título: Descrição morfo-histológica do ovário do peixe Hyphessobrycon eques (Steindachner, 1882) (Teleostei: Characidae) e efeitos do inseticida diflubenzuron na morfologia ovariana
Morphohistological description of the ovary of fish Hyphessobrycon eques (Steindachner, 1882) (Teleostei: Characidae) and the effects of the insecticide diflubenzuron on ovarian morphology
Autor(es): Leandro, Mila Vasques
Abstract: O uso indiscriminado de agrotóxicos em pisciculturas pode causar efeitos negativos nos peixes. O inseticida diflubenzuron (Dimilin®) vem sendo utilizado em pisciculturas no controle de ectoparasitas desses animais. Devido à carência de estudos sobre os seus efeitos subletais, objetivou-se descrever a anatomia ovariana de fêmeas maduras do peixe Hyphessobrycon eques, bem como avaliar os ovários após exposição ao diflubenzuron. Os testes de toxicidade seguiram as normas técnicas de testes em sistema estático da ABNT. Foram utilizados um grupo controle e três grupos com concentrações de 0,01; 0,1 e 1,0 mg.L-1 de Dimilin® , em um teste de 96h e um teste de 17 dias. Para o teste de 96h foi utilizada uma única aplicação no início do experimento; para o teste de 17 dias foram utilizadas duas aplicações (no início do experimento e 72h após a primeira aplicação). Amostras de água dos aquários foram coletadas para análises fisicoquímicas. Ovários de 10 animais de cada grupo, de cada teste realizado, foram coletados para estudo histológico de rotina. Foram realizadas contagens de folículos ovarianos em diferentes estádios de desenvolvimento, de folículos atrésicos e de folículos pós-ovulatórios em todo o corte do ovário. Também foram feitas medidas dos diâmetros de 25 folículos em cada estádio de desenvolvimento, em cada concentração de cada teste (de 96h e de 17 dias) para se avaliar a ocorrência de possíveis alterações. Foram descritos os folículos ovarianos em seus diferentes estádios de desenvolvimento, bem como o ovário. A análise de água mostrou que os parâmetros se encontravam dentro de valores desejáveis para a criação de peixes. Hyphessobrycon eques, Os ovários maduros dos aparentemente, apresentaram-se como uma única estrutura, possuindo uma concavidade em sua porção dorsal e ventral, que dão abrigo à bexiga natatória e aos órgãos do aparelho digestório, respectivamente. Eles, in natura, possuem um aspecto frouxo, se desintegrando facilmente com a manipulação. O desenvolvimento dos folículos é assincrônico e mostraram estádios de desenvolvimento com características gerais comuns aos demais teleósteos, com um desenvolvimento primário, que foi subdividido em dois estádios, e um desenvolvimento secundário que foi subdividido em três estádios. Não foi observada nenhuma alteração morfológica nos folículos após exposição ao diflubenzuron nas concentrações estabelecidas. De acordo com os resultados apresentados para o diâmetro dos folículos e para a quantificação dos folículos, pode-se inferir que não foram observados efeitos subletais do diflubenzuron nos ovários de H. eques, provavelmente pelas concentrações utilizadas e duração dos experimentos. Como o produto não foi desenvolvido para uso veterinário e não existe um protocolo de uso para este fim, os piscicultores ao utilizarem quantidades maiores, podem induzir a ocorrência de danos aos animais.
The indiscriminate use of pesticides in fish farms can cause adverse effects in fish. The insecticide diflubenzuron (Dimilin®) has been used in fish farms in the control of ectoparasites of these animals. Due to the lack of studies on its sublethal effects, this study will describe the ovarian anatomy of mature female fish Hyphessobrycon eques and evaluate the ovaries after exposure to diflubenzuron. Toxicity tests followed the ABNT static system technical standards tests. We used a control group and three groups with concentrations of 0.01, 0.1 and 1.0mg.L-1 Dimilin®, 96h and a 17-day test. For 96h test was used a single application at the beginning of the experiment; for 17 days two applications were used (at the beginning of the test and 72 hours after the first application). Water samples were collected for the aquarium physicochemical analyzes. In each test performed, the ovaries of 10 animals per group were collected for routine histological examination. Were performed counts of ovarian follicles at different developmental stages, atretic follicles and post-ovulatory follicles throughout the ovary. Moreover, measurements of the diameters of 25 follicles were made at each stage of development, at each concentration test (of 96h and 17 days) to evaluate the occurrence of possible changes. The ovary and ovarian follicles were described in their different stages of development. Water analysis showed that the parameters were within desirable values for fish farming. Mature ovaries of Hyphessobrycon eques are presented as a single structure having a concavity in the dorsal and ventral portion, which provide shelter to the swim bladder and the organs of the digestive system, respectively. The ovaries, in nature, have a loose appearance, easily disintegrating with handling. The development of the follicles is asynchronous and showed developmental stages with general characteristics common to other teleosts, with a primary development, which was divided in two stages, and a secondary development that was divided into three stages. There has been no morphological changes in the follicles following exposure to diflubenzuron in the established concentrations. According to the results presented for the diameter of the follicles and the follicles quantifying, it can be inferred that the sublethal effects of the diflubenzuron were not observed in H. eques ovaries, probably because the concentrations used and duration of the experiments. Since the product is not intended for veterinary use, and there is no protocol for this purpose, farmers utilizing larger quantities may bring damage to the animals.
Palavras-chave: Peixe - Morfologia - Ovários
Hyphessobrycon eques
Histopatologia
Inseticida - Toxicologia
CNPq: Ciências Biológicas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: LEANDRO, Mila Vasques. Descrição morfo-histológica do ovário do peixe Hyphessobrycon eques (Steindachner, 1882) (Teleostei: Characidae) e efeitos do inseticida diflubenzuron na morfologia ovariana. 2014. 46f. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7157
Data do documento: 18-Dez-2014
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,07 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.