Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7257
Tipo: Dissertação
Título: Influência de variáveis ambientais e sistemas agrícolas sobre a comunidade de formigas (Hymenoptera: Formicidae)
Influence of environmental variables and agricultural crops on ant community (Hymenoptera: Formicidae)
Autor(es): Assis, Diego Santana
Abstract: A Mata Atlântica e uma das florestas tropicais com alto índice de perdas de habitat e intenso processo de fragmentação florestal. A grande pressão agropecuária e uma das principais causas dessa fragmentação. A heterogeneidade do habitat e um dos grandes fatores que influencia nas comunidades animais. Este trabalho teve como objetivo, mensurar os impactos das culturas agrícolas sobre as comunidades animais, e sobre os fragmentos florestais adjacentes. Utilizamos a comunidade de formigas como variável resposta para as nossas hipóteses: (l) O tipo de plantação (matriz) agrícola influência na comunidade de formigas? (2) As bordas dos fragmentos florestais são mais susceptíveis ao tipo de matriz adjacente, ou seja, qual tipo de matriz influência mais sobre as bordas; (3) Existe uma mudança na comunidade com o distanciamento do interior do fragmento florestal. As coletas foram feitas em nove fragmentos florestais, e nove matrizes agrícolas, três de cada tipo de cultura (café, cana de açúcar, e pastagem). Ao todo utilizamos 180 armadilhas de interceptação do tipo pitfall, que foram colocadas em um gradiente, de distância do interior da matriz para o interior do fragmento florestal. Subdividimos o transecto em interior do fragmento florestal, borda do fragmento florestal, borda da matriz agrícola e interior da matriz agrícola. A riqueza variou para os fragmentos florestais e matrizes agrícolas (p<0.05). Matrizes de pastagem e fragmentos florestais adjacentes a pasto e café, foram os que tiveram uma menor riqueza. Enquanto matrizes de café e cana, juntamente com os fragmentos florestais circundados por cana de açúcar tiveram uma maior riqueza. Mesmo a riqueza das matrizes de café sendo menor elas obtiveram uma maior similaridade com os fragmentos florestais que com as demais matrizes agrícolas. A análise do gradiente também mostrou que há uma diferença significativa (p<0.05). Fizemos uma análise de contraste, para descobrir a diferença que se deu em dois níveis: 1)Interior (Matriz Pastagem, Fragmentos de Café e Pastagem), e Borda (Matriz de Café, Cana e Pastagem, Fragmento de Café e Pastagem); e 2) Interior (Matrix de Café e Cana, e Fragmento de Cana), e Borda (Fragmento de Cana). As guildas funcionais nos fragmentos também tiveram diferença, nos fragmentos florestais formigas generalistas foram maioria (35%), porém houve também um alto índice de formigas predadoras (32%). Enquanto nas matrizes agricolas as formigas generalistas tiveram mais de 48% de presença nas coletas, e pouco mais de 16% de predadoras. Nossos possuem fortes indícios que as comunidades de formigas são influenciadas pela estrutura vegetacional. E que matrizes agrícolas de porte baixo, como o pasto, causam uma degradação enorme nos fragmentos florestais, enquanto matrizes de porte maior tendem a aguentar uma maior biodiversidade.
The Atlantic Forest is one of the tropical forests with higher rates of habitat loss and intensive process of forest fragmentation. The great agricultural pressure is the major cause of this fragmentation. The forest fragmentation process decreases the heterogeneity of habitat that is a main factor that affects the animal communities. This study aimed to measure the impacts of agricultural crops on animal communities, and on her adjacent forest fragments. We use the ant community as the dependent variable for our hypotheses: (1) the type of planting agricultural (matrix) influence in the community of ants? (2) The edges of forest fragments are more susceptible to the type of adjacent matrix, IE, what type of matrix influence more on the edges; (3) There is a change in the community with the distance from inside the forest fragment. We obtained the samples in nine forest fragments and nine agricultural matrices, three on each type of crop (coffee, sugar cane and pasture). Altogether, we use 180 pitfall traps, which we installed in a distance gradient from center of the matrix to center of forest fragment. We subdivided the gradient transect in interior of the forest fragment, edge of the forest fragment, edge of agricultural matrix and interior the agricultural matrix. The richness varied for the types of adjacent forest fragments and agricultural matrices (p <0.05). Pasture matrices and forest fragments adjacent to pasture and coffee, had a low richness of ants species. While arrays of coffee and sugar cane, together with the forest fragments surrounded by sugar cane had a higher richness. Even that the richness of species of coffee being less it had a higher similarity to forest fragments. The distance gradient analysis also showed that there was a significant difference, among the stratum (p <0.oS). We made post-hoc analysis, to discover where was the difference. The difference had two levels: l) Interior (Agricultural Matrices of Pasture and Forest Fragments of Coffee and Pasture) and Edge (Agricultural Matrix of Coffee, Sugar Cane and Pasture, and Forest Fragment of Coffee and Forest Fragment of Sugar Cane) and Edge (Forest Fragment of Sugar Cane). We observed the functional guilds in the fragments, generalist ants were majority (35%), but there was also a high rate of predatory ants (32%). While in agricultural matrix the generalist ant had more than 48% of sampled, and just over 16% of predators. We have strong evidence that community of ants are influenced by vegetation structure, in this case of the type of agricultural culture. And agricultural matrix of vegetation of small size, such as pasture, affect negatively the community of ants and cause a huge degradation in forest fragments, while agricultural matrix with a high vegetation tend to endure greater biodiversity.
Palavras-chave: Formigas
Fragmentação florestal
Ecologia florestal
Sistemas agrícolas
CNPq: Entomologia Agrícola
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: ASSIS, Diego Santana. Influência de variáveis ambientais e sistemas agrícolas sobre a comunidade de formigas (Hymenoptera: Formicidae). 2015. 69f. Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7257
Data do documento: 21-Jan-2015
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto comppleto2,93 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.