Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7280
Tipo: Tese
Título: Competências profissionais para o trabalho do nutricionista em atenção primária no Brasil
Professional competences for work nutritionist in primary care in Brazil
Autor(es): Junqueira, Túlio da Silva
Abstract: A discussão sobre a formação dos nutricionistas diante das necessidades impostas ao cotidiano profissional no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS) deverá primar por um processo de ensino e aprendizagem capaz de colocar no mercado de trabalho, profissionais que, além da competência técnica, estejam preparados para compreender, analisar e intervir nos problemas sociossanitários dos locais e cenários onde atuam, tendo como referência a formação cidadã e a busca da justiça social. Destaca-se a necessidade de se implementar mudanças paradigmáticas nas instituições de ensino, orientando os currículos para a formação por competências – aprendizagem com base nos conhecimentos, atitudes e habilidades – necessária para que os estudantes e profissionais atuem de maneira ativa, responsável e criativa na construção de seu projeto de vida, tanto pessoal e social como profissional. Os objetivos deste estudo foram identificar e delinear as competências (gerais e específicas) necessárias aos nutricionistas que atuam na Atenção Primária em Saúde (APS), visando classificar e categorizar essas competências, contribuindo assim, para a concretização das reformas pedagógicas no âmbito das universidades brasileiras, nos marcos das orientações internacionais e das Diretrizes Curriculares Nacionais. Foi utilizada a técnica Delphi em três momentos distintos (rounds), a fim de alcançar um nível de consenso esperado entre os experts. Foram consultados 52 sujeitos que foram divididos em dois grupos: nutricionistas docentes e nutricionistas atuantes na APS de diversas regiões do país. O padrão arbitrário inicial de concordância foi de 85% (pela maioria) para todas as rodadas. Ou seja, adotou-se como consenso o escore igual ou superior a 85% para cada competência, considerando os itens correspondentes a muita importância e extrema importância, da escala de Likert, depois de duas rodadas. A análise descritiva ocorreu por meio das distribuições de frequências das respostas separadas segundo as etapas do estudo. Realizou-se o teste do qui-quadrado para verificar a associação entre a existência de consenso nas competências avaliadas e a forma de atuação do profissional. O teste de Fisher foi empregado quando as diferenças nas distribuições esperadas foram ≤ 5. O nível de significância considerado foi de p < 0,05. Realizou-se o teste de normalidade Kolmogorov Sminorv para verificar a distribuição das variáveis que mensuraram o grau de importância das competências segundo a escala Likert. Posteriormente, procedeu-se o teste de Mann-Whitney para comparar os valores da escala entre o grupo de atuantes em docência e na rede da APS. A confiabilidade interna do questionário em relação aos constructos propostos, ou seja, se cada item tem relação com o conceito sobre o qual ele está inserido foi verificada a partir do alfa de Cronbach; valores do índice acima de 0,70 indicam um bom constructo. As opiniões dos participantes do painel apresentaram consenso sobre as competências gerais e específicas dos nutricionistas que atuam na APS. O processo de rodadas resultou em 133 competências consideradas essenciais para a formação do nutricionista. Destas, 80 (60,1%) foram consideradas competências gerais e 53 (39,9%) competências específicas. Além disso, 22 (14,7%) competências foram consideradas como não essenciais para a formação do nutricionista. Das 29 competências relacionadas à gestão das ações de Alimentação e Nutrição, 23 (79,3%) atingiram consenso (sete planejamentos, onze organizações, três direções e dois controles). Em relação às competências sobre o cuidado nutricional, tendo como os sujeitos das ações indivíduos, família e comunidade, 110 competências foram consensuadas, sendo que destas, 27 relacionadas ao diagnóstico, 29 relacionadas à promoção da saúde, 22 relacionadas à prevenção de doenças e 32 relacionadas ao tratamento. O presente estudo pode ser considerado pioneiro na avaliação das competências do nutricionista na área de APS no Brasil e contemplou a participação de voluntários de diferentes localizações do Brasil. Um aspecto que ficou evidente nesta investigação foi que os conhecimentos, tanto conceitual, procedimental e contextual, quanto de planejamento, organização, direção e controle são componentes importantes da competência profissional na área de atuação do nutricionista. Estas competências foram consideradas imprescindíveis para a solução dos problemas enfrentados, bem como constituem fatores limitantes do desempenho profissional do indivíduo. A convergência de opiniões entre os profissionais da rede e os docentes é um importante achado para a formação no consenso e pode ser o passo inicial para diminuir o hiato entre a formação e atuação profissional nos contexto do SUS, visando a superação da lacuna existente entre a universidade e atuação nos diferentes cenários de práticas, destacando-se a APS. Sendo assim, este estudo constitui-se em um importante passo para estimular o processo de construção e reflexão sobre a (re)forma universitária e curricular do profissional nutricionista.
The discussion about the formation of nutritionists to the needs imposed on the professional routine in the context of the National Health System (SUS) should give priority to a process of teaching and learning can be placed in the job market, professionals Apart from the technical competence, are prepared to understand, analyze and intervene in local health and social problems of the scenarios where they work, with reference to citizenship education and the pursuit of social justice. Stands out the need to implement paradigm shifts in educational institutions, guiding the curricula for the formation for competences - learning based on knowledge, attitudes and skills - required for students and professionals to act in an active, responsible and creative way in construction of its project life, both personal and social as a professional. The objectives of this study were to identify and outline the competencies (general and specific) needed by nutritionists working in Primary Health Care (PHC), to classify and categorize these competencies, thus contributing to the achievement of educational reforms in the Brazilian universities, within the framework of international guidelines and the National Curriculum Guidelines. Delphi technique was used in three distinct moments (rounds) in order to achieve a level of consensus among experts expected. Teachers nutrition and nutritionists active in PHC from different regions of the country: 52 subjects were divided into two groups were consulted. The initial arbitrary pattern of agreement was 85% (the majority) for all rounds. That is, if adopted as a consensus score less than 85% for each competency, considering the items that matched very important and very important, the Likert scale, after two rounds. A descriptive analysis was carried out through the frequency distributions of separated according to the stages of the study answers. Was performed using the chi-square test to assess the association between the existence of consensus on assessed skills and professional way of working. The Fisher test hi employed when differences in expected distributions were ≤ 5. The level of significance was set at p <0.05. We carried out the Sminorv the Kolmogorov test to verify the distribution of the variables that measured the level of importance of competences depending on the Likert scale. Subsequently was arranged in the Mann- Whitney test to compare the scale values between the group active in teaching and in the APS network. The internal reliability of the questionnaire in relation to the proposed constructs, ie if each item is related to the concept on which it is housed was checked by Cronbach's alpha, index values above 0.70 indicate good construct. The opinions of panelists showed consensus on the general and specific expertise of nutritionists who work in the PHS. The process rounds resulted in 133 competencies considered essential for the formation of nutritionists. Of these, 80 (60.1%) were considered general competences and 53 (39.9%) specific competences. In addition, 22 (14.7%) competences were considered not essential to the formation of the nutritionist. Of the 29 competencies related to management actions on Food and Nutrition, 23 (79.3%) reached consensus (seven plans, eleven organizations, three directions and two controls). In relation to the competences about nutritional care, and which the subjects of actions individuals, families and communities, 110 competencies were consensual, and of these, 27 related to the diagnosis, 29 related to health promotion, 22 relating to disease prevention and 32 related to the treatment. In addition, 22 (14.7%) competences were considered not essential to the formation of the nutritionist. Of the 29 competencies related to management actions on Food and Nutrition, 23 (79.3%) reached consensus (seven plans, eleven organizations, three directions and two controls). In relation to the competences about nutritional care, and which the subjects of actions individuals, families and communities, 110 competencies were consensual, and of these, 27 related to the diagnosis, 29 related to health promotion, 22 relating to disease prevention and 32 related to the treatment. This study can be considered a pioneer in the nutritional assessment of competences in the area of PHS in Brazil and included the participation of volunteers from different locations in Brazil. One aspect that became evident during this research was that the knowledge, both conceptual, procedural and contextual, as planning, organization, direction and control are important components of professional competence in the area of expertise of the nutritionist. These competences were considered essential to the solution of problems faced and are limiting factors of the individual's job performance. The convergence of views between network professionals and faculty is an important finding for the formation of consensus and may be the initial step to close the gap between education and professional activities in the context of the NHS, aimed at overcoming the gap between university and performance in different scenarios practices, emphasizing the PHS. Thus, this study constitutes an important step to stimulate the process of building and reflection on the university curriculum reform to the professional nutritionist.
Palavras-chave: Nutricionistas - Formação
Nutricionistas - Orientação profissional
Atenção primária a saúde - Brasil
Política alimentar - Brasil
Nutrição - Estudo e ensino - Brasil
CNPq: Nutrição
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: JUNQUEIRA, Túlio da Silva. Competências profissionais para o trabalho do nutricionista em atenção primária no Brasil. 2013. 147 f. Tese (Doutorado em Ciência da Nutrição) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7280
Data do documento: 12-Dez-2013
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo5,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.