Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7302
Tipo: Dissertação
Título: Processos hidrológicos em uma bacia hidrográfica coberta por Mata Atlântica, em Viçosa - MG
Hydrological processes in a watershed covered by Atlantic Forest in Viçosa - MG
Autor(es): Oliveira, Naiara Amaral
Abstract: O presente trabalho teve o objetivo de avaliar diferentes etapas deste ciclo como precipitação interna, escoamento pelo tronco, precipitação efetiva e interceptação, em um fragmento de Mata Atlântica com estágio avançado e inicial de regeneração. Este trabalho foi conduzido no município de Viçosa, Zona da Mata de Minas Gerais, na Estação de Pesquisa Treinamento e Educação Ambiental Mata do Paraíso. O fragmento estudado está dentro do domínio de Floresta Estacional Semidecidual com uma área de 195 ha em diferentes estágios de regeneração. Para a obtenção dos dados foram colocadas, nos dois estágios de regeneração, três parcelas de 20 x 20 m, com 25 pluviômetros para coletar precipitação interna. Dentro de cada parcela destas, foi alocada uma subparcela de 10 x 10 m, nas quais as árvores com CAP, maiores ou iguais a 15 cm receberam coletores de poliuretano para captar o escoamento pelo tronco. Dentre estes indivíduos, os que coletaram valores superiores a 20L tiveram seus, potenciais de escoamento pelo tronco relacionado com suas características individuais como CAP, altura total, área de copa, altura de copa, densidade de copa, qualidade de fuste, qualidade de copa, presença de cipó, característica do súber, forma de copa, inserção de galhos e estrato florestal. O escoamento superficial foi estudado pela média das parcelas com serrapilheira, sendo três com histórico de retirada de perturbação atrópica e três com a serrapilheira preservada sendo a testemunha. E também pela média de três parcelas com serrapilheira, testemunha e três sem serrapilheira, solo exposto. A vazão foi monitorada em um vertedouro pelo método direto de medição com o auxilio de provetas e baldes graduados. A precipitação efetiva e a interceptação foram 83,02% e 16,46%, respectivamente para o estágio inicial e 71,50% e 27,98%, respectivamente para estágio avançado de regeneração, sendo todos referentes à precipitação em aberto, que foi de 1333 mm. Nas parcelas de escoamento pelo tronco foram amostrados 129 indivíduos, destes 79 tiveram suas características individuais relacionadas às suas potencialidades de escoamento pelo tronco, sendo que altura total, área de copa, qualidade de copa, qualidade de fuste, presença de cipó, inserção de galhos, densidade de copa e característica do súber, tiveram seus coeficientes de correlação considerados significativos pelo teste t a 5% de probabilidade. O escoamento superficial no primeiro estudo foi de 1,5% nas áreas com histórico de remoção de serrapilheira em comparação com 1,88% das áreas com serrapilheira preservada sendo a percentagem em relação à precipitação em aberto de 807,84mm. No segundo estudo o escoamento superficial foi de 1,89% em áreas sem a presença de serrapilheira em comparação a 1,94% em áreas de serrapilheira preservada em relação à precipitação em aberto que foi de 524,85mm. A vazão foi nula em agosto de 2014, em setembro de 2014 o monitoramento foi interrompido. Os dois estágios de regeneração não apresentaram diferenças estatísticas, portanto não foram significativos estatisticamente pelo teste F. Dentre as características individuais das árvores em relação ao volume escoado pelos seus troncos, as que tiveram maiores coeficientes de correlação foram: forma de copa e características do súber.
Abstract The present study was to evaluate different biomes play a key role in the balance of water cycle and consequently on the water availability. This study was conducted in Viçosa, Zona da Mata region of Minas Gerais, in the Research, Training and Environmental Education Station of Mata do Paraíso. The studied fragment is within the Semideciduous Forest with an area of 195 ha at different stages of regeneration. For data collection, three plots of 20 x 20 m were placed into both stages of regeneration with rain gauges, in 25 order to collect internal precipitation. Within each plot, a subplot of 10 x 10 m was allocated, where the trees with circumference at breast height (CBH) equal or greater than 15 cm received polyurethane collectors to capture the stemflow. Among these individuals, those that collected values greater than 20 L acquired their potential stemflow related with their individual features, such as CBH, total height, crown area, crown height, crown density, stem quality, crown quality, presence of lianas, suber feature, crown shape, insertion of branches and forest stratum. The surface runoff was analyzed in two stages. The first stage by the average of plots, three of them with history of litterfall removal and three with preserved litterfall. The second stage by the average of three plots with litterfall and three plots without litterfall. The flow was monitored on a spillway by the direct method of measurement with graduated cylinders and graduated buckets. The effective precipitation and interception were 83,02% and 16,46%, respectively for the initial stage and 71,50% and 27,98%, respectively for advanced stage of regeneration, all of them were related to opened precipitation, which was 1333 mm. In the stemflow plots, 129 individuals were sampled, which 79 had their individual features related to their stemflow capabilities, and total height, crown area, crown quality, stem quality, presence of lianas, insertion of branches, crown density and suber feature had their correlation coefficients considered significant by t test at 5% probability. The surface runoff in the first stage was 1,5% in areas with history of litterfall removal compared to 1,88% of areas with preserved litterfall, whereas the percentage in relation to opened precipitation was 807,84mm. In the second stage the surface runoff was 1,89% in areas without the presence of litter comparing to 1,94% in areas with litter preserved in relation to opened precipitation, which was 524,85 mm. The flow rate was null in August 2014, and in September 2014 the monitoring was interrupted. Both stages of regeneration showed no differences between data collected, thus they were not statistically significant by test f. Among the individual characteristics of trees in relation to volume drained by their trunks, those that had the highest coefficients of correlation were: crown shape and suber features.
Palavras-chave: Hidrologia florestal - Viçosa (MG)
Florestas
Regeneração florestal
Preciptação (Meteorologia)
Recursos hídricos
Mata Atlântica (MG)
CNPq: Conservação da Natureza
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: OLIVEIRA, Naiara Amaral. Processos hidrológicos em uma bacia hidrográfica coberta por Mata Atlântica, em Viçosa - MG. 2015. 78 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7302
Data do documento: 16-Set-2015
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,89 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.