Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7312
Tipo: Dissertação
Título: Influência de diferentes temperaturas e de níveis de energia metabolizável no desempenho de frangos de corte na fase final de criação
Influence of different temperatures and metabolizable energy levels on the performance of broilers in the growth period
Autor(es): Oliveira, Kelle Pardim de
Abstract: Proporcionar as condições térmicas favoráveis para que os animais obtenham melhor aproveitamento dos nutrientes da ração é a principal meta a ser alcançada na avicultura moderna, visto que em situações de altas temperaturas as exigências nutricionais são modificadas. Então, torna-se necessário estabelecer um nível ótimo de energia metabolizável na dieta para que possa proporcionar melhor desempenho de aves submetidas a condições ambientais desfavoráveis. Objetivou-se com o presente trabalho, avaliar o desempenho produtivo de frangos de corte em fase final de criação (21 à 42 dias de vida), submetidos a duas diferentes temperaturas (T1 = 25°C, dentro da zona termoneutra e T2 = 31°C, estresse cíclico por calor) e a quatro diferentes níveis de energia metabolizável (3050, 3125, 3200 e 3275 kcal.kg -1 ) na dieta. Para cada temperatura, as aves foram submetidas a diferentes níveis de energia metabolizável. O experimento foi feito em esquema de parcela sub-subdividida, tendo nas parcelas as temperaturas e nas subparcelas os níveis de energia metabolizável e nas sub-subparcelas os dias de vida das aves em delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições. Foram avaliados os parâmetros peso corporal, ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, temperatura de cloaca, temperatura média corporal, gordura abdominal, rendimentos de carcaça, cortes e órgãos. As temperaturas influenciaram os resultados de peso corporal (PC), que foram 6,96% maiores para as aves que estavam sob temperatura termoneutra (25°C). As aves diminuíram o consumo de ração (CR) à medida que forma submetidas a temperatura de estresse por calor (31oC). Os resultados de temperatura de cloaca (TCL), foram maiores para as aves submetidas a temperatura de 31°C. Os valores de rendimento de coração (COR) foram 10,1% menores para as aves mantidas sob estresse térmico, o mesmo ocorreu para o rendimento de coxa+sobrecoxa (COX+SOB) o qual foi de 2,1%. O aumento nos níveis de energia metabolizável na ração melhorou a conversão alimentar (CA). O melhor valor de conversão alimentar, 1,93, foi atingido no nível de 3275 kcal.kg -1 . Os valores de rendimento de carcaça (CARC) foram maiores para as aves mantidas sob temperatura de 31°C, exceto para o nível de 3200 kcal.kg -1 onde se verifica que o melhor resultado foi para a situação de conforto. O rendimento de coxa+sobrecoxa (COX+SOB) reduziu 7,9% em relação ao aumento dos níveis na ração, sendo que o melhor rendimento foi no nível de 3050 kcal.kg -1 . À medida em que os frangos ficaram mais velhos, o peso corporal médio aumentou em 43,3%, o ganho de peso foi decrescente e a conversão alimentar aumentou. Ocorreu um decréscimo da viabilidade (VB) em relação aos dias de vida, e nos dias 35 e 42 foram observados resultados inferiores ao recomendado em literatura, de até 95%. Os valores de temperatura de cloaca (TCL), aumentaram com o aumento da idade das aves e o inverso ocorreu para os resultados de temperatura média corporal (TMC), que diminuíram com o aumento da idade dos animais. Pode-se concluir que, tanto em condições de termoneutralidade quanto em estresse por calor, o aumento do nível de energia metabolizável na ração, não influenciou o desempenho de frangos de corte com idade entre 21 e 42 dias e proporcionou efeitos distintos nas respostas fisiológicas e no rendimentos de carcaça.
Provide favorable thermal conditions, in the way the animals can do a better utilization of the feed nutrients is the main goal to be achieved in modern poultry production, tends in view that in situation of high temperatures, the nutritional requirements are modified. Then, considering birds, it is necessary to establish an optimal level of metabolizable energy in the diet so that it can provide better performance to them, when subjected to unfavorable environmental conditions. The objective of the present study was to evaluate the productive performance of broiler chickens in the growth period (22 to 42 days of age), submitted to two different temperatures (T1= 25 °C, inside the thermoneutral zone, and T2=31 °C, in heat stress), and to four different levels of metabolizable energy (3,050; 3,125; 3,200 and 3,275 kcal.kg -1 ) in the diet. For each thermal condition imposed, the birds were submitted to different levels of metabolizable energy. The experiment was carried out in split-plot scheme, being the temperatures, the plots, being the metabolizable energy levels, the sub-plots and being the days of life of the birds, the sub-sub-plots, in totally randomized design, with five replications. The following parameters were evaluated: abdominal fat, body weight, weight gain, feed intake, feed conversion, cloacal temperature, mean body temperature, yields of carcass, cuts and organs. It was found that the temperatures affected (P<0.01) the body weight results, which were 6.96% higher for the birds submitted to temperature inside the thermoneutral zone (25oC). The birds decreased the feed intake when they were submitted to heat stress temperature (31oC). The results of cloacal temperature were higher for the chickens submitted to 31oC. The results for yield of heart and of "thigh + drumstick", were 10.1% and 2.1%, respectively, lower for the birds submitted to 31oC. The increase in the metabolizable energy level improved the feed conversion. The best value of feed conversion, 1.93, was attained in the metabolizable energy level of 3,275 kcal.kg - 1 . The carcass yield values were higher for the birds submitted to 31oC, except for the level 3,200 kcal.kg -1 , in which it was verified the best result for the comfort situation. The yield of "thigh + drumstick" decreased 7.9% with the increase in the metabolizable energy level, being the best yield verified in 3,050 kcal.kg -1 . As long as the birds got older, the body weight increased in 43.3%, the weight gain decreased and the feed conversion increased. In the same way, it was verified a decreasing in viability, being observed in the 35 th and 42 nd days of life’s bird, results below to the recommended in the literature, i.e., up to 95%. The cloacal temperature values increased with the increase in the bird’s age and, for the mean body weight it was the opposite, which decreased. It can be concluded that, for the thermoneutrality as well as for the heat stress condition, the increase in the metabolizable energy level did not influence the performance of broiler chickens, with age between 21 and 42 days of life and induced to distinct effects in the physiological responses and in the carcass yield.
Palavras-chave: Frangos de corte - Criação
Frango de corte - Alimentação e rações
Frango de corte - Efeito da temperatura
Frango de corte - Metabolismo energético
CNPq: Engenharia Agrícola
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: OLIVEIRA, Kelle Pardim de. Influência de diferentes temperaturas e de níveis de energia metabolizável no desempenho de frangos de corte na fase final de criação. 2015. 48 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7312
Data do documento: 23-Jul-2015
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo695,28 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.