Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7322
Tipo: Dissertação
Título: Componentes da Síndrome Metabólica e fatores associados em crianças de 8 e 9 anos do município de Viçosa, Minas Gerais
Components of Metabolic Syndrome and associated factors in children aged 8 and 9 years of Viçosa, Minas Gerais
Autor(es): Silva, Angélica Ribeiro e
Abstract: Este estudo objetivou determinar as prevalências dos componentes da Síndrome Metabólica e verificar associação com parâmetros bioquímicos, clínico, antropométricos, de composição corporal e socioeconômicos. Trata-se de um estudo transversal, envolvendo 348 crianças de 8 e 9 anos, matriculadas em escolas públicas e privadas do munícipio de Viçosa, Minas Gerais. Aplicou-se questionários para caracterização das crianças quanto aos aspectos socioeconômicos e ambientais. Realizou-se avaliação antropométrica com aferição de peso, estatura e perímetros da cintura e do pescoço, sendo também calculados o Índice de Massa Corporal e a Relação Cintura Estatura. Avaliou-se perfil bioquímico com análise de colesterol total e frações, triacilglicerol, glicemia de jejum e insulina de jejum, a partir dos dois últimos parâmetros calculou-se o índice HOMA. Aferiu-se a pressão arterial das crianças. A classificação de eEste estudo objetivou determinar as prevalências dos componentes da Síndrome Metabólica e verificar associação com parâmetros bioquímicos, clínico, antropométricos, de composição corporal e socioeconômicos. Trata-se de um estudo transversal, envolvendo 348 crianças de 8 e 9 anos, matriculadas em escolas públicas e privadas do munícipio de Viçosa, Minas Gerais. Aplicou-se questionários para caracterização das crianças quanto aos aspectos socioeconômicos e ambientais. Realizou-se avaliação antropométrica com aferição de peso, estatura e perímetros da cintura e do pescoço, sendo também calculados o Índice de Massa Corporal e a Relação Cintura Estatura. Avaliou-se perfil bioquímico com análise de colesterol total e frações, triacilglicerol, glicemia de jejum e insulina de jejum, a partir dos dois últimos parâmetros calculou-se o índice HOMA. Aferiu-se a pressão arterial das crianças. A classificação de estado nutricional foi determinada pelo Índice de Massa Corporal por idade, segundo pontos de corte preconizados pela Organização Mundial de Saúde, a pressão arterial e níveis bioquímicos foram classificados de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia. A maior parte das crianças era do sexo feminino (58,33%) e encontrou-se valores medianos de pstado nutricional foi determinada pelo Índice de Massa Corporal por idade, segundo pontos de corte preconizados pela Organização Mundial de Saúde, a pressão arterial e níveis bioquímicos foram classificados de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia. A maior parte das crianças era do sexo feminino (58,33%) e encontrou-se valores medianos de parâmetros antropométricos e de composição corporal superiores nas crianças do sexo masculino. A prevalência de alterações nos componentes lipídicos foi alta para colesterol total (55,43%) e lipoproteína de baixa densidade (21,33%). Crianças com excesso de peso apresentaram maiores valores de componentes lipídicos e de pressão arterial. Observou-se que valor de z-escore maior que dois determinou alterações no triacilglicerol, índice HOMA e pressão arterial destas crianças. Na análise da razão de prevalência verificou-se que resistência à insulina e alteração no triacilglicerol, em ambos os sexos, e na concentração de lipoproteína de alta densidade no sexo feminino foram determinadas por percenti 75 das medidas de perímetro da cintura, relação cintura estatura, perímetro do pescoço e gordura corporal. Maior escolaridade paterna foi determinante de menor z-escore de Índice de Massa Corporal por idade nas crianças com excesso de peso. Após regressão múltipla observou-se que nível de escolaridade materno esteve relacionado com maior pressão arterial sistólica, e, paterno com menor pressão arterial diastólica; além do que pais solteiros se relacionou a maior pressão arterial diastólica. Ainda com 13 a regressão múltipla foi possível concluir que o índice antropométrico usado para determinação do excesso de peso (IMC/I) se mostrou mais relacionado com componentes da Síndrome Metabólica do que o perímetro da cintura na população estudada. Os componentes diagnósticos da Síndrome Metabólica, HDL e TAG, apresentaram relação com componentes lipídicos ligados ao processo aterosclerótico (CT e LDL). Com a regressão múltipla foi observado que os componentes antropométricos perímetro do pescoço e relação cintura estatura relacionaram-se com pressão arterial sistólica e resistência insulínica, e maior concentração de triacilglicerol. O excesso de gordura é o centro etiológico do desenvolvimento de alterações nos componentes da Síndrome Metabólica em crianças. Os resultados encontrados reforçam a necessidade de assistência pediátrica nessa faixa etária, visando o diagnóstico precoce de alterações nos componentes da síndrome e, principalmente, ao aconselhamento nutricional. Estes resultados são de grande utilidade para a adoção de políticas públicas para promoção nutricional desde os primeiros anos de vida, bem como para a execução de atividades de Educação Nutricional e para a Saúde no âmbito dos trabalhos realizados pela Universidade Federal de Viçosa para a comunidade viçosense.
This study aimed to determine the prevalence of components of metabolic syndrome and to assess the association with biochemical, clinical, anthropometric, body composition and socioeconomic parameters. It is a cross-sectional study involving 348 children aged 8 and 9 years old, enrolled in public and private schools of the municipality of Viçosa, Minas Gerais. Applied questionnaires to characterize the children about the socioeconomic and environmental aspects. Was assessed anthropometric measurement of weight, height, waist and neck’s circumference, and also calculated the Body Mass Index and Waist Height Ratio. Biochemical profile was evaluated with analysis of total and fractionated cholesterol, triglyceride, fasting glucose and fasting insulin, from the last two parameters we calculated HOMA index. We measured up the blood pressure of children. The classification of nutritional status was determined by Body Mass Index for age, according to cutoff points recommended by the World Health Organization, blood pressure and biochemical levels were classified according to the Brazilian Society of Cardiology. Most of the children were females (58.33%) and was found median values of anthropometric and body composition higher in male children. The prevalence of changes in lipid components was high in total cholesterol (55.43%) and low density lipoprotein (21.33%). Overweight children showed higher lipid components and blood pressure. It was observed that value of z-score greater than two determined changes in triacylglycerol, HOMA index and blood pressure of these children. It the analysis of prevalence rates found that insulin resistance and changes in triacylglycerol, in both sexes, and the concentration of high density lipoprotein in females was determined by the 75th percentile of waist circumference, waist height, neck circumference and body fat. Greater determinant of paternal education was lower z-score of Body Mass Index for age in children with excess weight. On multiple regression analysis showed that the level of maternal education was associated with higher systolic blood pressure, and paternal with lower diastolic blood pressure, in addition to single parents was related to greater diastolic blood pressure. Even with the multiple regression was concluded that the anthropometric index used to determine overweight (BMI/I) was more related to components of the metabolic syndrome than waist circumference in this population. Components diagnosis of Metabolic Syndrome, HDL and TAG, were related with lipid components linked to atherosclerosis (TC and LDL). With multiple regression was observed that the components anthropometric neck circumference and waist-stature correlated with systolic blood pressure and insulin resistance, and higher concentrations of triacylglycerol. Excess fat is the center of the etiological development of changes in the components of the metabolic syndrome in children. The findings reinforce the need for pediatric care in this age group, seeking early diagnosis of changes in the components of the syndrome and, especially, to nutritional counseling. These results are useful for the adoption of public policies to promote nutrition since 15 the early years of life, as well as for the execution of activities of Nutrition Education and Health in the work performed by the Federal University of Viçosa for the viçosense community.
Palavras-chave: Crianças - Nutrição
Dislipidemia
Pressão arterial
Resistência à insulina
CNPq: Nutrição
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SILVA, Angélica Ribeiro e. Componentes da Síndrome Metabólica e fatores associados em crianças de 8 e 9 anos do município de Viçosa, Minas Gerais. 2013. 104f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Nutrição) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7322
Data do documento: 24-Jul-2013
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo3,12 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.