Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7388
Tipo: Dissertação
Título: Energia líquida em rações com redução de proteína bruta para suínos dos 60 aos 110 kg
Net energy in diets with reduced crude protein for pigs from 60 to 110 kg
Autor(es): Barbosa, Lívia Maria dos Reis
Abstract: Dois experimentos foram conduzidos para avaliar os efeitos da redução da proteína bruta (PB) da ração, corrigindo-se ou não os níveis de energia líquida (EL), sobre o desempenho e características de carcaça de suínos. No experimento I, foram utilizados 72 suínos híbridos comerciais, machos castrados, selecionados para deposição de carne, com peso inicial de 60,0 ± 2,41 kg. Os animais foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos (T1 - 17,85% de PB e 2589 kcal de EL/kg; T2 - 13,40% de PB e 2631 kcal de EL/kg; T3 - 13,40% de PB e 2589 kcal de EL/kg; T4 - 13,40% de PB e 2589 kcal de EL/kg, alimentação pareada ao T1), nove repetições e dois animais por unidade experimental. No experimento II, foram utilizados 64 suínos, híbridos comerciais, machos castrados, selecionados para deposição de carne, com peso inicial de 90 ± 2,96 kg. Os animais foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos (T1 -16,62% de PB e 2604 kcal de EL/kg; T2 - 12,34% de PB e 2645 kcal de EL/kg; T3 - 12,34% de PB e 2604 kcal de EL/kg; T4 - 12,34% de PB e 2604 kcal de EL/kg, alimentação pareada ao T1), oito repetições e dois animais por unidade experimental. No experimento I, não houve efeito (P>0,05) dos níveis de PB e de EL da ração sobre os parâmetros de desempenho (peso médio final, PMF; consumo de ração médio diário, CRD; ganho de peso médio diário, GPD; conversão alimentar, CA; consumo de energia líquida, CEL e consumo de lisina digestível, CLD) e de características de carcaça (área de olho de lombo, AOL e espessura de toucinho, ET) avaliados. No experimento II, Os suínos alimentados com a ração com 12,34% de PB e 2645 kcal de EL/kg tiveram maior (P<0,05) GPD comparado aos animais alimentados com ração sem redução de PB (16,62%) e 2604 kcal de EL/kg. Os animais que consumiram as rações contendo 12,34% de PB e 2604 kcal de EL/kg tiveram valor de GPD intermediário aos animais dos demais tratamentos. Não foi observado efeito (P>0,05) dos níveis de PB e de EL da ração sobre os demais parâmetros de desempenho (PMF, CRD, CA, CEL e CLD) e de características de carcaça avaliados (AOL e ET). Para suínos dos 60 aos 90 kg, a redução da PB da ração de 17,85 para 13,40%, mantendo- se ou não o nível de EL da ração, não compromete o desempenho, nem as características de carcaça dos animais. Para suínos dos 90 aos 110 kg, a redução da PB da ração de 16,62 para 12,34%, mantendo-se o mesmo nível de EL (2604 kcal/kg) da ração com 16,62% de PB, não compromete o desempenho nem as características de carcaça dos animais.
Two experiments were conducted to evaluate the effects of low-crude protein diets with or without correction of net energy (NE) levels on swine performance and carcass traits. In the first experiment, 72 crossbred barrows selected for meat deposition with initial body weight of 60.0 ± 2.41 kg were used. A randomized blocks experimental design with four treatments was used (T1 – 17.85% CP and 2,589 kcal NE/kg; T2 – 13.40% CP and 2,631 kcal NE/kg; T3 - 13.40% CP and 2,589 kcal NE/kg; T4 – 13.40% CP and 2,589 kcal NE/kg); nine replications with two animals each were used. There was no effect (P>0.05) of CP and NE levels in the diet on the parameters evaluated. For swine weighing 60 to 90 kg, reduction from 17.85% to 13.40% in CP, while keeping the NE constant in 2,589 kcal/kg did not affect animal performance and carcass traits. In the second experiment, 64 crossbred barrows selected for meat deposition with initial weight of 90.0 ± 2.96 kg were used. A randomized blocks experimental design with four treatments were used (T1 -16.60% CP and 2604 kcal NE/kg; T2 – 12.32% CP and 2,645 kcal NE/kg; T3 – 12.32% CP and 2,604 kcal de NE/kg; T4 – 12.32% de CP and 2,604 kcal NE/kg); eight replications with two animals each were used. Pigs fed the diet containing 12.34% CP and 2,645 kcal NE/kg had greatest (P<0.05) average daily gain (ADG) compared to pigs fed the diet with no reduction on CP (16.62% CP and 2,604 kcal/NE kg). Diets containing 12.34% CP and 2,604 kcal/kg resulted in pigs having an intermediate ADG, compared to pigs in other treatments. There was no effect (P>0.05) of dietary CP or NE levels on any other evaluated parameters. Reduction from 16.62% to 12.32% in CP, while keeping the NE level constant in 2,604 kcal/kg, did not affect animal performance and carcass traits of swine weighing 90 to 110 kg.
Palavras-chave: Suíno - Alimentação e rações
Nutrição animal
Proteínas na alimentação animal
CNPq: Nutrição e Alimentação Animal
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: BARBOSA, Lívia Maria dos Reis. Energia líquida em rações com redução de proteína bruta para suínos dos 60 aos 110 kg. 2015. 49 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7388
Data do documento: 19-Fev-2016
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,07 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.