Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/74
Tipo: Dissertação
Título: Competitividade entre os sistemas integrado e independente de produção de suínos
Título(s) alternativo(s): Comparing the competitiveness between the Brazilian integrated and independent pork production systems
Autor(es): Rocha, Denis Teixeira da
Primeiro Orientador: Moura, Altair Dias de
Primeiro coorientador: Silva, Francisco Carlos de Oliveira
Primeiro avaliador: Vale, Sônia Maria Leite Ribeiro do
Segundo avaliador: Reis, Brício dos Santos
Terceiro avaliador: Santos, Heleno do Nascimento
Abstract: Partindo das particularidades entre os sistemas de produção de suínos integrado e independente, este trabalho analisou, por meio de um estudo multicasos, envolvendo unidades produtoras de suínos, do tipo confinado e de ciclo completo, esses dois sistemas suinícolas. O estudo teve como base o Estado de Santa Catarina (SC), maior produtor nacional de suínos com predomínio de sistemas de produção integrada, e a região do Vale do Piranga (MG), um dos principais pólos de suinocultura independente do País. O trabalho analisou a competitividade dos dois sistemas de produção de suínos por meio da análise do desempenho de cada sistema diante de diferentes cenários, com base em situações comuns ao setor. Para isso, foram levantadas estruturas de custos e receitas de seis granjas produtoras de suínos, sendo três pertencentes a cada sistema, divididas em três grupos com escalas de produção diferentes. Para analisar o desempenho das mesmas, utilizou-se o método de simulação de Monte Carlo sobre as estruturas levantadas, sendo os resultados gerados dentro da mesma escala de produção e entre escalas diferentes, considerando todo o horizonte dos dados e, por fim, em períodos de tempo específicos, que caracterizassem períodos de baixa (crise) e alta (prosperidade) na atividade. Considerando todo o horizonte de dados analisado para as variáveis determinantes da competitividade da atividade suinícola, observou-se que o sistema de produção integrado de Santa Catarina apresentou maior eficiência interna, refletida por seu menor custo de produção, no qual a variável-chave foi o custo de logística relacionado principalmente com o suprimento de insumos à empresa rural. Entretanto, quando se considerou a eficiência global do sistema, expressa pelas medidas de resultado econômico das granjas, o sistema independente do Vale do Piranga (MG) foi superior, devido, principalmente, à maior eficiência na comercialização do produto no mercado, fruto da estrutura organizacional da cadeia em que está inserido, que lhe permitiu alcançar maiores valores pelo suíno terminado. No que refere à análise dos dados de períodos de tempo específicos, os resultados destacaram a possibilidade de obtenção de maior retorno nas granjas do sistema de produção independente se comparadas às granjas do sistema integrado, durante os períodos de prosperidade da atividade, ao passo que, durante os períodos de crise, essas mesmas granjas apresentaram possibilidade de perdas superiores às integradas. Portanto, os resultados da pesquisa corroboram a percepção dos envolvidos na cadeia suinícola de que o sistema de produção integrado tem uma situação mais estável entre os períodos de alta e baixa, se comparado com o sistema independente. Dessa forma, as granjas suinícolas componentes do sistema de produção independente do Vale do Piranga (MG) foram mais competitivas, em nível de produtor rural, que as granjas do sistema integrado do Estado de Santa Catarina, tomando como base a probabilidade de obtenção de medidas de resultado econômico positivas e os retornos máximos passíveis de ocorrência, que refletem a eficiência do sistema na condução de todo o processo produtivo e traduz-se na sua maior sustentabilidade no longo prazo.
This research compares the characteristics of the integrated and independent systems of pork production in Brazil, using multiple case studies, which focused on confined and complete-cycle producing units of swines. The study had as base the State of Santa Catarina (SC), Brazilian s greatest producer of swines, and presenting the predominance of integrated production system, and the region of the Vale do Piranga (MG), one of the main Brazilian regions of the independent production system.. The work compared the competitiveness of the two systems of pork production through the analysis of the performance of each system in different scenarios. It was used the costs and incomes structure (economic efficiency) of six producing pork farms, in which three belonged to one production system and three to the other. Inside each group, the farms were divided considering the scales of production. The Monte Carlo method was used to analyze the performance of each farm. The comparisons of the farms competitiveness were performed inside the same production scale group ,and across groups. Considering the whole datum horizon analyzed, it was observed that the integrated system of Santa Catarina presented greater internal efficiency, reflected by its lower production cost, in which the key-variable was the low transportation cost of the incomes to the pork farms. However, when the global efficiency of the system was considered, expressed by the economic efficiency of the farms, the independent production system of the Vale do Piranga (MG) was superior. The reason for this was the higher selling efficiency of the finished animals in the market, as the farmers get higher prices for the animals. Considering the comparison between the two production systems in different time periods, in prosperity time, the independent pork production farms presented higher returns. On the other hand, in period of crisis, the integrated production system farms were more successful in terms of performance, as the independent ones presented higher losses. Therefore, the research results corroborate the pork sector agents perception that the integrated system has a more stable situation in periods of high and low performance for the activity, when compared to the independent system. However, the independent system farms (Vale do Piranga (MG)) showed to be more competitive, considering the probability of getting positive economic results and maximum values of return, which reflects higher efficiency in managing the production process, and indicates its greater sustainability in the long-term period.
Palavras-chave: Suíno
Sistemas de produção
Competitividade
Análise de risco
Swine
Production systems
Competitiveness
Risk analysis
CNPq: CNPQ::OUTROS::ADMINISTRACAO RURAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos
Programa: Mestrado em Economia Aplicada
Citação: ROCHA, Denis Teixeira da. Comparing the competitiveness between the Brazilian integrated and independent pork production systems. 2006. 121 f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/74
Data do documento: 15-Dez-2006
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf464,59 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.