Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7531
Tipo: Tese
Título: Diversidade genética, resistência ao etileno, e predição do potencial de populações segregantes no melhoramentos de pimenteiras ornamentais (Capsicum annuum)
Genetic diversity, resistance to ethylene, and prediction of the potential of segregating populations in breeding of ornamental peppers
Autor(es): Santos, Rusthon Magno Cortez dos
Abstract: O melhoramento de pimenteiras tem sido feito por meio de seleção massal em raças crioulas e, nos últimos tempos, alguns melhoristas têm dado ênfase ao uso da hibridação, portando o conhecimento da diversidade gerada a partir dos cruzamentos é de suma importância para o sucesso de um programa de melhoramento, assim os objetivos desse trabalho foram estudar a diversidade genética, selecionar genótipos resistentes ao etileno, indicar as pimenteiras como ornamentais de flores. Inicialmente foram selecionados seis acessos de pimenteira ornamental para compor um experimento em dialelo 6x6 de tabela completa, após produzidas e avaliadas todas as 30 F 1 do experimento, foram selecionadas as 6 mais promissoras. A (134x01), B (77.1x01), C (137x134), D (132x77.1), E (01x132), F (137x77.1), as seis populações F 2 originadas a partir da autofecundação das F 1 foram caracterizadas com base nos descritores de Capsicum sendo 13 descritores quantitativos e 17 qualitativos, cada população F 2 utilizada no experimento foi composta de 36 plantas, exceto as populações F e D com 26 e 35 plantas respectivamente. Para a análise da diversidade genética buscando uma que utilize todos essas características foram geradas três matrizes de diversidade genética, a distância Euclideana média para dados quantitativos, o complemento do índice de compatibilidade simples para dados qualitativos, e a terceira foi o produto do somatório das duas últimas, sendo esta utilizada para o agrupamento de Tocher, a população que teve maior diversidade genética foi a B, a C foi a que apresentou menor diversidade genética, porém a população C apresentou maior probabilidade de produzir linhagens resistentes ao etileno, pelo método de Jinks e Pooni (1976). Também foi estudada a possibilidade de pimenteira ser uma planta ornamental de flor, onde a população D apresentou os maiores valores para diâmetro da corola, 2,18 cm, um aumento de quase 1 cm em relação a média das variedades cultivadas atualmente. Concluísse que foi possível gerar diversidade genética com base nos cruzamentos, a população C foi a menos sensível ao etileno, a D a população com maior potencial para produção de linhagem de pimenta ornamental de flor.
The breeding of pepper has been achieved through mass selection in native races and, in recent times, some breeders have emphasized the use of hybridization in genetic enhancement programs. Therefore, the knowledge of the diversity generated by crossbreeds is critical to the success of genetic enhancement programs. In this context, the objectives of this study were to investigate the genetic diversity, the potential to produce strains resistant to ethylene, and whether it is possible to commercialize peppers before fruiting. Initially, six ornamental pepper accesses were selected to compose a 6x6 diallel complete table experiment. After the production and evaluation of all 30 F 1 of the experiment, the 6 most promising were selected. Six populations F 2 originated by selfing, identified as A (134x01), B (77.1x01), C (137x134), D (132x77.1), E (01x132), F (137x77.1), were characterized based on 13 quantitative and on 17 qualitative descriptors proposed by the Capsicum descriptors. Each F 2 population used in the experiment consisted of 36 plants, except for the F and D populations, each with 26 and 35 plants, respectively. For the genetic diversity analysis that would cover all the above mentioned features, three genetic diversity matrices were generated. The first was the mean Euclidian distance for quantitative data, the second was the complement of the simple compatibility index for qualitative data and the third was the product of the sum of the latter two matrices. The third matrix was used for the Tocher grouping. The population showing the highest genetic diversity was B, whereas population C showed the lowest. However, population C had the highest probability to produce ethylene resistant strains by the Jinks and Pooni method (1976). The possibility that pepper could be a flower ornamental plant was also investigated. Population D showed the highest values for corolla diameter (2.18 cm), meaning an increase of almost 1 cm with respect to the mean of the varieties cultivated nowadays. In conclusion, the potential of these populations to produce varieties of ornamental pepper is quite high, especially for containing materials that exhibit tolerance to ethylene.
Palavras-chave: Pimenta
Pimenta - Efeito do etileno
Capsicum annuum
Genética vegetal
Germoplasma vegetal
Variabilidade (Genética)
Plantas ornamentais
CNPq: Melhoramento Vegetal
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SANTOS, Rusthon Magno Cortez dos. Diversidade genética, resistência ao etileno, e predição do potencial de populações segregantes no melhoramentos de pimenteiras ornamentais (Capsicum annuum). 2016. 53 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7531
Data do documento: 12-Fev-2016
Aparece nas coleções:Genética e Melhoramento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo967,16 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.