Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7658
Tipo: Dissertação
Título: Correlações entre propriedades geomecânicas para anfibolitos e xistos do sul do estado de Minas Gerais, Brasil
Correlations between geomechanical properties to amphibolites and schists from South of Minas Gerais state, Brazil
Autor(es): Rezende, Klinger Senra
Abstract: Este trabalho apresenta uma série de correlações de propriedades geomecânicas para anfibolitos e xistos da região Sul de Minas Gerais, na tentativa de se conseguir equações que permitam a obtenção da resistência mecânica das rochas através de ensaios mais simples, rápidos e menos onerosos que o convencional ensaio de resistência à compressão uniaxial. Assim, três ensaios foram realizados para fim desta correlação: o ensaio de carga pontual (point load test), o ensaio de dureza de Schmidt e o ensaio de velocidade de propagação de ondas, ambos realizados no Laboratório de Mecânica das Rochas da Universidade Federal de Viçosa. Os resultados se mostraram satisfatórios para os litotipos em estudo, tendo sido obtidos bons coeficientes de determinação e boas correlações. Como resultado da correlação entre resistência à compressão uniaxial (σ c ) e índice de carga pontual (Is 50 ), obtiveram-se valores de parâmetro de correlação “a” entre 13,92 e 24,62 para os anfibolitos e, para o xisto grafitoso estudado, um valor de “a” igual a 33,06. Uma equação linear de correlação entre σc x Is 50 foi encontrada para os anfibolitos em estudo, que formaram a maior parte das amostras ensaiadas, com um coeficiente de determinação (R2) igual a 0,81. Ao correlacionar resistência à compressão uniaxial e dureza de Schmidt analisando-se todos os litotipos, obteve-se uma equação exponencial apresentando R2 igual a 0,50. Este coeficiente apresentou significativa melhora ao se excluir da análise o anfibolito foliado, em que o novo coeficiente de determinação foi igual a 0,94. Por fim, analisando a correlação entre resistência à compressão uniaxial e velocidade de ondas, obteve-se uma equação linear com R2 igual a 0,78. Este mesmo coeficiente foi alterado para 0,90 ao se analisar apenas litotipos de mesmo grau de alteração.
This work presents the results of a series of geomechanical parameters tests performed on amphibolites and schist from south of Minas Gerais state, Brazil, in an attempt to support equations that allow the determination of mechanical strength from more simple and low-cost tests instead of uniaxial compressive strength tests. For this three tests were done to support those correlations: point load test, Schmidt Hammer hardness test and wave propagation velocity, all performed at Rock Mechanics Laboratory, Universidade Federal de Viçosa. Results have proved that good correlations and determination coefficient could be achieved for all rocks under study. For the correlation between uniaxial compressive strength (σ c ) and point load index (Is 50 ), values for “a” parameters between 13.92 and 26.62 were found for amphibolites, and equal to 33.06, for graphite-rich schists. A linear correlation equation, with R 2 equal to 0.81, for σ c x Is 50 was found for the amphibolites, that comprises the major amount of rocks under study. When trying to correlate uniaxial compressive strength with Schmidt hardness for rock types under study an exponential equation with a R 2 equal to 0.50. This coefficient has presented a significant improvement, passing to a value equal to 0.94. Finally, for the correlation between σ c and wave velocity propagation, a linear equation with R 2 equal to 0.78. This same coefficient has improved to 0.90 by analyzing only rock types of the same weathering level.
Palavras-chave: Mecânica das rochas
Rochas metamórficas
Rochas sedimentares
Anfibolitos
Xistos
CNPq: Engenharia Civil
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: REZENDE, Klinger Senra. Correlações entre propriedades geomecânicas para anfibolitos e xistos do sul do estado de Minas Gerais, Brasil. 2016. 152 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7658
Data do documento: 25-Jan-2016
Aparece nas coleções:Engenharia Civil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.