Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7687
Tipo: Dissertação
Título: Territórios e Educação do Campo nas Serras do Brigadeiro
Territories and Rural Education in the Serras do Brigadeiro
Autor(es): Ferrari, Clara Teixeira
Abstract: O conceito de território encontra-se presente em diversos campos do conhecimento, contribuindo para debates nas ciências políticas, humanas e da natureza. No campo educacional, tem emergido com mais frequência em estudos e produções científicas sobre Educação do Campo, devido á diversos fatores: o fato de ser este um campo de pesquisa interdisciplinar; a ênfase dada ao espaço geográfico, a um determinado grupo social e seus territórios; a defesa de uma educação do campo e não apenas no campo, que coloca em debate as questões sobre o desenvolvimento do espaço rural; a articulação com os movimentos sociais rurais e urbanos; e o dialogo com as políticas públicas para a educação e para o espaço rural que, nas últimas décadas, têm incorporado a perspectiva do “desenvolvimento territorial”, instituindo “Territórios Rurais” e “Territórios da Cidadania”, conceitos em permanente disputa no cenário atual. O conceito de Territórios Educativos, na perspectiva de Canário (2005), busca na lógica territorial uma forma de contribuir para a educação. Não desvinculando o educativo do político e do territorial é uma perspectiva que se aproxima do paradigma da Educação do Campo que tem sido construído nas ultimas décadas no Brasil, a partir do protagonismo dos movimentos sociais. A Educação do Campo, para além da construção de um Território Educativo, visa também contribuir para a consolidação do território camponês, materializado no espaço como espaço de vida, de trabalho, de lutas. Como as noções de território têm sido apropriadas, compreendidas e reelaboradas, ou seja, socialmente representadas pelos sujeitos envolvidos em experiências de Educação do Campo no Território da Serra do Brigadeiro? Estas são questões que orientaram o desenvolvimento da nossa pesquisa de mestrado, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Viçosa/Brasil, na qual buscamos analisar as dinâmicas educativas do campo nos processos de territorialização camponesa nas Serras do Brigadeiro, de maneira a identificar avanços, contradições e desafios da Educação do Campo. Os dados revelam uma diversidade de representações sociais sobre Território, Educação do Campo e Territórios Educativos que apontam para processos de territorialização em busca de outras formas de ix envolvimento e desenvolvimento rural sustentável, com base na agroecologia, no respeito às diversidades culturais e ambientais
The concept of territory is present in several fields of knowledge, contributing to debates in political, human and nature science. In the educational field, has emerged more frequently in studies and scientific production on Rural Education, due to several factors: the fact that this is an interdisciplinary research field; to the emphasis given to the geographic area, to a certain social group and its territories; to the defense of an education of the countryside and not just in the countryside, which debates the issues on the development of rural areas; to the linkage with rural and urban social movements; and the dialogue with the public policies for education and for rural areas, which, in recent decades, have incorporated the perspective of "territorial development" by establishing "rural areas" and "Territories of Citizenship", which are concepts in permanent dispute in the current scenario. The concept of Educational Territories, under the perspective of Canário (2005), seeks in the territorial logic a way to contribute to education. Not unlinking what is educational from what is political and territorial is one perspective that approaches the paradigm of Rural Education that has been built in recent decades in Brazil, from the role of social movements. Rural Education, in addition to the construction of an Educational Territory, also aims at contributing to the consolidation of the peasant territory, materialized in the space as a place for living, working and fighting. How have the notions of territory been adapted, understood, and reformulated, socially represented by the subjects involved in experiments of Rural Education in the Territory of Serra do Brigadeiro? These are questions that guided the development of our master's research, linked to the Graduate Program in Education at the Federal University of Viçosa / Brazil, in which we seek to analyze educational dynamics of the countryside in the processes of peasant territorialization in the Serras do Brigadeiro in order to identify progress, contradictions and challenges of Rural Education. Data from the study reveal a diversity of social representations of Territory, Rural Education and Educational Areas that point to processes of territorialization in search of other forms of involvement and sustainable rural development, based on agro-ecology, in respect for the cultural and environmental diversity.
Palavras-chave: Educação do Campo
Territorialidade
Sustentabilidade
Meio ambiente.
CNPq: Educação
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: FERRARI, Clara Teixeira. Territórios e Educação do Campo nas Serras do Brigadeiro. 2011. 122f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7687
Data do documento: 20-Abr-2011
Aparece nas coleções:Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,39 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.