Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7695
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação do SISDA (Sistema de Suporte à Decisão Agrícola) para manejo de irrigação na região de Araçuaí-MG
Evaluation of the Agricultural Decision Support System SISDA, for irrigation schedduling in the Jequitinhonha Valley Brazil
Autor(es): Borges, Henrique Queiroz
Abstract: No período de maio a agosto de 1998, utilizou-se o SISDA (Sistema de Suporte à Decisão Agrícola) para fazer o manejo de irrigação em duas culturas: abacaxi irrigado por aspersão fixa e banana irrigada por microaspersão. O modelo é baseado no balanço de água no solo. Dado as características do sistema de irrigação e as condições iniciais de umidade do solo, o modelo simula a evapotranspiração da cultura, a precipitação efetiva e a umidade atual do solo, determinando a hora de irrigar e quanto de água aplicar, usando dados climáticos. A evapotranspiração de referência foi estimada utilizando-se o método de Penman-Montieth, FAO 1991. Inicialmente avaliaram-se os sistemas de irrigação, determinando-se os parâmetros físico-hídricos do solo e os parâmetros de desempenho correspondentes a uniformidade de aplicação de água e eficiências de irrigação e de bombeamento. No cálculo da evapotranspiração utilizou-se o método Penman-Monteith FAO 1991. Os valores de evaporação do Tanque Classe A foram medidos para determinação do coeficiente de tanque para a região. A umidade do solo foi determinada semanalmente, utilizando o método- padrão de estufa, e os resultados foram comparados com os valores obtidos da simulação com o SISDA. Analisou-se o desempenho do SISDA, considerando o manejo durante todo o experimento sem corrigir os valores de umidade simulada e corrigindo-os a cada duas semanas e a cada quatro semanas. Nas avaliações, as irrigações foram realizadas no momento certo nas duas áreas; entretanto, as lâminas aplicadas foram insuficientes para elevar o teor de umidade à capacidade de campo, nos dois sistemas. Os valores dos coeficientes de uniformidade de Christiansen encontrados foram inferiores a 75% para a aspersão convencional e superiores a 90% para a microaspersão, e os coeficientes de uniformidade de distribuição foram inferiores a 65% para a aspersão convencional e superiores a 88% para a microaspersão. A perda por percolação profunda foi pequena nas duas áreas avaliadas, uma vez que as lâminas aplicadas foram menores que a necessária. As eficiências potenciais de aplicação foram de 81 e 98%, e as perdas por evaporação e arrastamento pelo vento foram de 18,9 e 1,6% para a aspersão convencional e a microaspersão, respectivamente. As eficiências de condução foram de 100%, nos dois sistemas, em virtude da não-constatação de nenhum vazamento. O cálculo da eficiência, baseado na metodologia proposta por KELLER e BLIESNER (1990), superestimou os valores da eficiência potencial de aplicação e subestimou a perda por evaporação e arrastamento pelo vento. A eficiência de aplicação foi de 76,8% para a aspersão convencional e 90,7% para a microaspersão. A eficiência da bomba do sistema de aspersão convencional foi de 47,8%, e a do sistema de microaspersão, de 42,7%. Os valores de ETo para o ano de 1998 foram maiores que os referentes à série histórica. O valor de kt foi de 0,69 para o Tanque Classe A instalado em superfície com bordadura de solo nu, velocidade do vento fraca e umidade relativa média alta. Os valores de umidade do solo simulados pelo SISDA foram iguais ou inferiores aos valores observados na área irrigada por aspersão convencional, enquanto na irrigada por microaspersão eles foram iguais ou superiores. O SISDA superestimou a evapotranspiração da cultura do abacaxi e subestimou a da banana. Pode-se utilizar o SISDA com segurança para manejo de irrigação na região de Araçuaí- MG.
From May to August of 1998 the Agricultural Decision Support System SISDA was used for irrigation schedduling a pineapple sprinkler irrigation system and a banana microsprinkler irrigation system in the Jequitinhonha Valley. The model is based on the soil water volume balance. Given the irrigation system characteristics and the soil moisture initial conditions the model simulates the crop evapotranspiration, the effective precipitation and the actual soil moisture, and shows the farmer when to irrigate and how much water to apply, using the climate data as input. The reference evapotranspiration was estimated using the Penman-Montieth FAO 1991 method. The soil moisture was determined weekly using the standard method and the results were compared with those simulated by the model. The soil moisture simulated by the model can be corrected any time. Therefore, the performance of the model was analyzed considering the irrigation management during all the experiment without any correction in the soil moisture simulated, correcting it every four weeks and every two weeks. Initially, the soils characteristics were determined and the irrigation systems were evaluated, for two irrigation events. The irrigation were made in the right moment, but irrigation depths were not enough to bring the soil moisture to field c bellow 75% por the sprinkler irrigation system and above 90% for the microsprinkler irrigation system. The distribution uniformities were bellow 65% and above 88% for the sprinkler and the microsprinkler irrigation systems, respectively. The deep percolation losses were negligible for both systems, due to the low irrigation depth applied. The evaporation and wind drift losses were 18.9% and 1.6% for the sprinkler and the microsprinkler systems, respectively. The Keller and Bliesner methodology underestimated the evaporation and wind drift losses. The application efficiency was 76.8% for the sprinkler irrigation system and 90.7% for microsprinkler. The pump efficiency was 47.8% in sprinkler irrigation system and 42.7% in the microsprinkler. The reference evapotranspiration values for 1998 were higher than the historical ones. The coefficient for a class A pan installed in a bare soil area was approximately 0.69 during the experiment for a low wind speed and high relative humidity. The soil moisture values simulated by the model were equal or lower than the real values for the sprinkler irrigation system and equal or higher than the real values for the microsprinkler system. The soil moisture during all the experiment was kept between the field capacity and the minimum values recommended for the crops studied, even when no actualization was made in the soil moisture during the experiment, showing that the model can be recommended for irrigation management in the Jequitinhonha Valley, Brazil.
Palavras-chave: SISDA (Sistema de Suporte à Decisão Agrícola)
Aspersão fixa
Microaspersão
CNPq: Engenharia Agrícola
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: BORGES, Henrique Queiroz. Avaliação do SISDA (Sistema de Suporte à Decisão Agrícola) para manejo de irrigação na região de Araçuaí-MG. 1999. 121f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 1999.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7695
Data do documento: 13-Ago-1999
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,04 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.