Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7697
Tipo: Dissertação
Título: Cultivo de feijoeiro solteiro e consorciado com cafeeiros em sucessão a leguminosas
Cultivation single bean intercropped with coffee and succeeding pulses
Autor(es): Sousa, Filipe Fernandes de
Abstract: O pré-cultivo de leguminosas ao feijoeiro é estratégia importante para suprir parte da demanda do N desta cultura, bastante exigente neste nutriente. Com essa prática é possível incorporar o N atmosférico ao agroecossistema, disponibilizá-lo ao feijoeiro, podendo em diversos casos substituir parcialmente ou totalmente a adubação nitrogenada. Entretanto, essa prática carece de estudos que possam contribuir para maximizar a absorção pelo feijoeiro do N disponibilizado pelos pré-cultivos para que haja influência sobre o seu desempenho produtivo. Neste sentido, foram realizados dois experimentos para avaliar espécies de leguminosas em pré-cultivo e sua influência sobre o feijoeiro em cultivo consorciado e solteiro. No primeiro, nas condições de agricultor familiar, os pré-cultivos avaliados foram as leguminosas feijão-de-porco, e lablabe, além de uma testemunha representada pela vegetação espontânea. Foi adotado o delineamento de blocos casualizados com oito repetições, onde cada entrelinha de cafeeiros representou um bloco. As variáveis analisadas foram a produtividade de matéria fresca e seca, teor e acúmulo de N, e a contribuição da FBN nos pré-cultivos, e a produtividade do feijão cultivado em sucessão. Neste estudo, o feijão-de-porco foi a leguminosa que apresentou a maior produção de matéria fresca e seca (19,04 e 4,25 t ha-1, respectivamente), acumulou mais N (113,99 kg ha-1) e aportou a maior quantidade de N-FBN ao sistema (49,18 kg ha-1). O pré-cultivo com leguminosas não elevou a produtividade do feijoeiro cultivado em sucessão, a qual apresentou média de 877 kg ha-1. No segundo estudo, em cultivo solteiro, foram avaliadas as mesmas espécies de leguminosas, feijão-de-porco e a lablabe em pré-cultivo, além da testemunha representada pela vegetação espontânea, e a influência sobre o feijoeiro em duas épocas de cultivo. Para avaliar os pré-cultivos foi adotado o delineamento de blocos casualizados com dez repetições. Para avaliação do feijoeiro cultivado em sucessão, foi utilizada metade da área na época da “seca” e outra metade para a época “das águas”. Nesta segunda etapa o delineamento também foi em blocos casualizados, mas adotado o esquema de parcela subdividida com cinco repetições, onde nas parcelas principais foram alocadas as épocas de cultivo e nas sub- parcelas os pré-cultivos. As variáveis analisadas foram a produtividade de matéria fresca e seca, teor e acúmulo de N, e a contribuição da FBN nos pré-cultivos, e no feijoeiro foi analisado o teor de N nas folhas, os componentes de produção e a produtividade. Neste estudo, o Feijão-de-porco também foi a leguminosa que apresentou a maior produção de massa e aportou a maior quantidade de N-FBN ao agroecossistema. Nas duas épocas avaliadas as leguminosas favoreceram a nutrição do feijoeiro e influenciaram positivamente a produção de vagens desta cultura. E o pré-cultivo com leguminosas elevou a produtividade do feijoeiro cultivado em sucessão.
The pre-cropping of the leguminous to common bean is an important strategy to provide part of the demand of N in this culture, very exigent in this nutrient. This practice can incorporate atmospheric N to agroecosystems, make it available to the common bean, can in many cases replace partially or completely the nitrogen fertilization. However, this practice needs studies that can contribute to maximize the absorption by common bean of N provided by pre-cropping to influence on their productive performance. In this sense, two experiments were conducted to evaluate leguminous species in pre-cropping and its influence on the bean in intercropping and single crop. At first, in the family farmer conditions, the pre-croppings evaluated were jack bean and lablab leguminous, besides a witness represented by the spontaneous vegetation. It was adopted the randomized blocks design with eight repetitions, where each interlineation between the coffee trees represented a block. The variables analyzed were the productivity of fresh and dry matter, content and accumulation of N, and the contribution of BNF in pre-cropping and productivity of cultivated beans in succession. In this study, the jack bean was the legume with the highest production of fresh and dry matter (19.04 and 4.25 t ha-1, respectively), accumulated more N (113.99 kg ha-1) and came to the highest amount of the N- BNF system (49.18 kg ha-1). The pre-cropping with leguminous did not raise the common bean productivity manured in sucession, wich averaged 877 kg ha-1. In the second study, in single crop culture, the same species of leguminous were evaluated, jack bean and lablab in pre-cropping, besides the witness represented by the spontaneous vegetation, and the influence on the common bean in two cropping seasons. To evaluate the pre-cultivation was adopted a randomized block design with ten repetitions. For evaluation of common bean grown in succession, it was used half of the area at the "dry" season and the other half to the time "of water." In this second stage the design was also in randomized blocks, but adopted the split plot arragement with five replications, where the main plots were allocated planting seasons and the subplots pre-cropping. The variables analyzed were the productivity of fresh and dry matter, content and accumulation of N, and the contribution of BNF in pre-cropping, and the common bean was analyzed the N content in the leaves, the production of components and productivity. In this study, the jack bean was also the leguminous with the highest mass production and contributed the largest amount of N-BNF to agroecosystem. In the two evaluated seasons the leguminous favored common bean nutrition and positively influenced the production of pods of this culture. And the pre-cropping with leguminous increased the productivity of cultivated common bean in succession.
Palavras-chave: Feijão
Adubação verde
Solos - Efeito do nitrogênio
Plantas - Efeito do nitrogênio
CNPq: Fitotecnia
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SOUSA, Filipe Fernandes de. Cultivo de feijoeiro solteiro e consorciado com cafeeiros em sucessão a leguminosas. 2014. 54f. Dissertação (Mestrado em Agroecologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7697
Data do documento: 28-Jul-2014
Aparece nas coleções:Agroecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo601,34 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.