Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7718
Tipo: Dissertação
Título: O papel dos avós no cuidado com a saúde bucal dos netos: um estudo de caso
The role of grandparents in the care of the oral health of grandchildren: a case study
Autor(es): Souza, Catarina Soares de
Abstract: Entre as muitas funções que os avós desempenham está a de cuidar dos netos, inclusive da sua saúde bucal. A doença cárie dentária é considerada um problema de saúde pública de etiologia complexa. Nesse sentido, torna-se relevante entender o papel dos avós no âmbito familiar e sua relação com a saúde bucal dos netos. Supõe-se que a vivência dos avós pode contribuir com a saúde bucal infantil. Diante dessa realidade surgiu o questionamento: de que forma as experiências passadas, as atitudes, as crenças e os valores dos avós podem influenciar no cuidado com a saúde bucal dos netos no cotidiano familiar? O presente estudo objetivou compreender o papel desempenhado pelos avós em relação à saúde bucal dos netos no cotidiano familiar e especificamente, descrever as atitudes e os cuidados com a saúde bucal que os avós vivenciaram no passado e os cuidados com a saúde bucal dos netos realizados por eles, além de investigar o significado, a motivação dos avós, bem como identificar suas crenças e seus valores referentes à saúde bucal. Optou-se pela pesquisa qualitativa, do tipo estudo de casos múltiplos, ancorada na Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano (TBDH). A pesquisa foi realizada no Setor Odontológico da Divisão de Saúde da Universidade Federal de Viçosa (DSA/UFV) com 19 avós, sendo 14 mulheres e 5 homens. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e para a análise utilizou-se a técnica de Análise Categorial Temática e análise textual pelo software Alceste © . Os objetivos do estudo foram alcançados e com base nos resultados conclui-se que os avós participantes da pesquisa constituem um grupo heterogêneo, com idade média de 59 anos, pertencentes a famílias com estabilidade salarial. As experiências passadas dos avós foram de uma infância marcada pela falta de conhecimentos e orientações dos pais sobre saúde bucal; precariedade de recursos materiais e de assistência odontológica; sendo que o medo odontológico ainda os acompanha. Os avós participam dos cuidados com a saúde bucal dos netos, com destaque para os avôs; entretanto, eles foram mais permissivos em relação ao consumo de guloseimas pelos netos, o que gera conflito entre os avôs e os seus filhos. O contato próximo, o comportamento dos netos e o contexto familiar interferem na realização da higiene oral infantil pelos avós. O desempenho do papel das avós teve uma relação direta com o limite que elas determinaram em suas atribuições em relação ao cuidado dos netos. As crenças em relação à saúde bucal se mantêm na vivência dos avós e são sempre acompanhadas de uma dúvida sobre sua veracidade ou não. Percebeu-se que os avós adquiriram conhecimentos sobre os cuidados com a saúde bucal a partir das experiências que tiveram com os filhos e não a partir de suas próprias experiências passadas. Eles valorizam a saúde bucal e usufruem das oportunidades que lhes são apresentadas em termos de tratamentos odontológicos e a estendem aos filhos e aos netos. Por fim, o estudo indica a necessidade de mais pesquisas com os avôs, com os “avós precoces” e aos pertencentes de famílias de baixa renda e reitera que as políticas públicas estimulem e reconheçam os avós como promotores da saúde bucal infantil.
Among the many functions that grandparents play is to take care of the grandchildren, including your oral health. Dental caries has a complex etiology and is considered a public health problem. In this sense, it is crucial to understand the role of grandparents in the family and their relationship with the oral health of grandchildren. It is assumed that the experience of grandparents can contribute to children's oral health. Given this reality the question arose: how past experiences, attitudes, beliefs and values of grandparents can influence the care of the oral health of their grandchildren in family life? This study aimed to understand the role of grandparents in relation to the oral health of their grandchildren in family life and specifically describe the attitudes and care for oral health that experienced grandparents in the past and the care of the oral health of grandchildren performed by them, and to investigate the meaning, the motivation of grandparents, as well as identify their beliefs and values related to oral health. It was opted the qualitative research, study type of multiple cases, anchored in Bioecological Theory of Human Development (BTHD). The survey was conducted in Sector Dental Division of Health of the Federal University of Viçosa (DSA / UFV) with 19 grandparents, 14 women and 5 men. Data were collected through semi-structured interviews and the analysis used the thematic categorical analysis and textual analysis by Alceste © software. The study objectives were achieved and based on the results it is concluded that the survey participant’s grandparents are a heterogeneous group, with a mean age of 59 years from families with wage stability. Past experiences of grandparents were a childhood marked by a lack of knowledge and parental guidance on oral health; precariousness of material resources and dental care; being that the dental fear still accompanies them. It is found that grandparents participate in the care of the oral health of grandchildren, especially grandfathers; however, they were more permissive in relation to consumption of sweets by his grandchildren, which creates conflict between the grandparents and their children. Close contact, behavior of grandchildren and family background influence the realization of children's oral hygiene by grandparents. The role of grandparents performance had a direct relationship to the limit they determined in their duties in relation to the grandchildren of care. Beliefs regarding oral health remain in the experience of grandparents and are always accompanied by a doubt about its veracity or not. It was noticed that the grandparents acquired knowledge on the care of the oral health from the experiences with the children and not from their own past experiences. They value the oral health and enjoy the opportunities presented to them in terms of dental treatments and extend to children and grandchildren. Finally, the study indicates the need for further research with the grandparents, with "early grandparents" and belonging to low-income families and reiterates that public policies encourage and recognize grandparents as children's oral health promoters.
Palavras-chave: Avós e netos
Crianças - Cuidado e tratamento
Saúde Bucal
CNPq: Economia Doméstica
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SOUZA, Catarina Soares de. O papel dos avós no cuidado com a saúde bucal dos netos: um estudo de caso. 2016. 131 f. Dissertação (Mestrado em Economia Doméstica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7718
Data do documento: 26-Fev-2016
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,12 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.