Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/773
Tipo: Tese
Título: Uso de processo Fenton modificado para a degradação de compostos orgânicos
Título(s) alternativo(s): Usage of modified Fenton process in organic compounds degradation
Autor(es): Sarmento, Antover Panazzolo
Primeiro Orientador: Borges, Alisson Carraro
Primeiro coorientador: Matos, Antonio Teixeira de
Primeiro avaliador: Mounteer, Ann Honor
Segundo avaliador: Bellato, Carlos Roberto
Terceiro avaliador: Fonseca, Sandra Parreiras Pereira
Abstract: Na engenharia de meio ambiente, convencionou-se usar o termo micropoluentes orgânicos para toda a gama de substâncias orgânicas resistentes à degradação biológica, destaque para diversos resíduos químicos industriais, surfactantes, defensivos agrícolas, esteroides, hormônios, produtos de higiene, beleza e limpeza. Tais poluentes, devido a sua não biodegradabilidade e, de modo geral, elevada toxicidade, podem ser responsáveis ou contribuem para afetar os organismos aquáticos, alterar as características organolépticas da água e prejudicar a saúde humana. Os sistemas convencionais de tratamento de águas apresentam, via de regra, desempenho insatisfatório na remoção de micropoluentes. Uma alternativa para a mitigação desses contaminantes são os processos oxidativos avançados, baseados na reação Fenton (convencional e modificado). Objetivou-se, neste estudo, avaliar a eficiência de processos do tipo Fenton modificado na degradação de três diferentes tipos de micropoluentes orgânicos: (i) substâncias húmicas (ácido húmico), (ii) fenol e (iii) fármacos (trimetoprima e sulfametoxazol). Num primeiro momento, objetivou-se avaliar a aplicabilidade de se utilizar o Mn4+ como catalisador coadjuvante na reação Fenton e, também, a substituição de Fe2+ por Fe3+, na degradação de ácido húmico. Verificado que o Mn4+ e o Fe3+ não contribuíram para a melhoria da eficiência de degradação, em um segundo experimento, ao se degradar fenol, determinou-se como fonte de ferro, o Fe2+, sendo utilizado como catalisador coadjuvante da reação o Mn2+. Considerando-se o comportamento diferenciado do Mn2+ em pHs diferentes (3 e 5), evidenciado em experimento anterior, num terceiro experimento de degradação de fármacos continuou-se a utilizar o Fe2+ e o Mn2+, tendo sido confirmada a interação positiva entre o Mn2+ e o pH. Em todos os experimentos analisou-se a influência dos fatores pH, concentração de reagentes e tempo de reação, sendo as inferências estabelecidas utilizando-se xanálise de variância, gráfico de Pareto, método de superfície de resposta e função de desejabilidade. O nível de significância das análises estatísticas foi de 5%. A condição ideal para a degradação de ácido húmico prevista é: pH 5, [H2O2] de 210 mg L-1, [Fe2+] de 30 mg L-1 e tempo de reação de 120 min. As condições ótimas para a degradação do fenol em pHs mais ácidos (3) foram: [H2O2] em 210 mg L-1, [Fe2+] em 20, 40 ou 60 mg L-1, [Mn2+] em 60 mg L-1 e o tempo de reação em 90 min; em pHs menos ácidos (5), observou-se que o processo Fenton convencional foi a alternativa mais eficiente, sendo a condição ótima: [H2O2] de 90 mg L-1, [Fe2+] de 20 mg L-1 e tempo de reação de 30 min. A condição ótima para a degradação da trimetoprima foi pH igual a 5, [H2O2] de 180 mg L-1, [Fe2+] de 45 mg L-1 e o tempo de reação de 30 min. Concluiu-se que, de modo geral, o Mn4+ e o Fe3+ não proporcionaram bom rendimento ao processo Fenton, que é possível utilizar o Mn2+, caso o substrato a ser tratado apresente baixo pH (3) e tanto o processo Fenton como o Fenton modificado proporcionam elevada eficiência na degradação de micropoluentes.
In environmental engineering, it was agreed to use the term organic microcontaminants for the full range of organic substances resistant to biological degradation, highlighting various industrial chemicals, surfactants, pesticides, steroids, hormones and hygiene, beauty and cleaning products. These pollutants, because they are not biodegradable and present high toxicity, may be responsible or contribute to affect the organisms in the water, alter the organoleptic water characteristics and damage human health. The conventional water treatment, generally, presents unsatisfactory performance in the removal of micropollutants. An alternative to mitigate these contaminants are the advanced oxidation processes, which are based on the Fenton reaction (conventional and modified). The objective of this study was to evaluate the efficiency of modified Fenton processes in the degradation of three different types of organic micropollutants: (i) humic substances (humic acid), (ii) phenol and (iii) drugs (trimethoprim and sulfamethoxazole). At first, it was aimed the evaluation of Mn4+ usage as catalyst supporting to the Fenton reaction, and also the Fe2+ replacement with Fe3+, in humic acid degradation. Verified that Mn4+ and Fe3+ did not contribute to improve the degradation efficiency, in a second experiment, degrading phenol, Fe 2+ was determined as a source of iron and Mn2+ was used as a catalyst supporting to the reaction. Previously, it was verified that Mn2+ presents different behavior in different pH (3 and 5), in a third experiment of drugs degradation it was used Fe2+ and Mn2+, confirming the interaction between Mn2+ and the pH. All experiments analyzed the influence of the factors pH, reagent concentration and reaction time. The inferences were conducted using variance analysis, Pareto chart, response surface method and desirability function. The significance level of the statistical analyzes was 5%. The optimal condition for the humic acid degradation predicted is: pH 5, [H2O2] 210 mg L-1, [Fe2+] 30 mg L-1 and reaction time of 120 min. The optimum conditions for the phenol degradation in more acidic pH (3) was: [H2O2] 210 mg L-1, [Fe2+] 20, 40 or 60 mg L-1, [Mn2+] 60 mg L-1 and reaction time of 90 min, in less acid pH (5) it was observed that the conventional Fenton process was a more efficient alternative, being the optimum condition: [H2O2] 90 mg L-1, [Fe2+] 20 mg L-1 and reaction time of 30 min. The optimum condition for the trimethoprim degradation was: pH 5, [H2O2] 180 mg L-1, [Fe2+] 45 mg L-1 and the reaction time of 30 min. This thesis concluded that the Mn4+ and Fe3+ do not show efficiency in the Fenton process, is possible to use Mn2+ when the substrate to be treated exhibit lower pH (3) and both, the Fenton modified and Fenton processes, presented high degradation efficiency.
Palavras-chave: Compostos orgânicos
Reação Fanton
Processos oxidativos avançados
Organic compounds
Reaction Fanton
Advanced oxidation processes
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ
Programa: Doutorado em Engenharia Agrícola
Citação: SARMENTO, Antover Panazzolo. Usage of modified Fenton process in organic compounds degradation. 2013. 132 f. Tese (Doutorado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/773
Data do documento: 16-Dez-2013
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,87 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.