Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7795
Tipo: Dissertação
Título: Relação metionina+cistina digestíveis com a lisina digestível em dietas para leitões em diferentes ambientes térmicos
Digestible methionine plus cysteine to lysine ratio requirement for piglets kept in different thermal environments
Autor(es): Donzeles, Igor de Freitas Lopes
Abstract: Foram conduzidos dois experimentos para determinar a melhor relação metionina+cistina digestíveis com a lisina digestível (AAS:LisD) em dietas para suínos dos 35 aos 49 dias, mantidos em ambiente termoneutro e de alta temperatura. Em cada experimento foram utilizados 96 animais distribuídos em delineamento de blocos casualizados, composto de quatro tratamentos (52; 56; 60 e 64% AAS:LisD), oito repetições e três animais por gaiola, sendo esta considerada a unidade experimental. No experimento I, os suínos foram mantidos em ambiente termoneutro (28oC) dos 35 aos 49 dias de idade. As relações AAS:LisD da dieta influenciaram o ganho de peso diário (GPD), que variou de forma quadrática, estimando em 59% a relação para máximo ganho de peso. A conversão alimentar (CA) também foi influenciada pelas relações AAS:LisD, diminuindo de forma linear. Não se observou efeito dos tratamentos sobre o peso médio final (PMF), sobre o consumo de ração diário (CRD). O consumo de metionina+cistina digestíveis (CAAS) aumentou de forma linear à medida que se elevou sua relação com a lisina na dieta. Verificou-se efeito quadrático dos tratamentos na deposição de proteína diária (DP) na carcaça, que aumentou até a relação AAS:LisD estimada de 59%. Quanto às análises morfométricas, observou-se efeito dos tratamentos sobre todas as variáveis (altura de vilosidade, profundidade de cripta e relação vilosidade:cripta) no duodeno, que variaram de forma quadrática, tendo as melhores relações estimadas em 61,4, 60,0 e 60,4%, respectivamente. Como no duodeno, o íleo também foi influenciado pelos tratamentos, no entanto apenas foi verificado efeito sobre a variável vilosidade:cripta, que aumentou linearmente. No experimento II, os suínos foram mantidos em ambiente de alta temperatura (35oC) dos 35 aos 49 dias de idade. Os tratamentos influenciaram o CAAS e a CA, que aumentaram de forma linear. Não se observou efeito dos tratamentos no PMF, bem como no CRD, GPD e DP. Quanto às análises morfométricas, observou-se efeito dos tratamentos sobre as variáveis profundidade de cripta e vilosidade:cripta do duodeno, que variaram de forma quadrática, tendo as melhores relações estimadas em 61,1% e 61,4%, respectivamente. Assim como observado no duodeno, também se observou efeito dos tratamentos sobre a variável profundidade de cripta no jejuno e sobre a variável altura de vilosidade no íleo, em que ambas aumentaram de forma linear. Conclui-se que a exigência da relação de metionina+cistina digestíveis com a lisina digestível para suínos machos castrados e fêmeas com alto potencial genético para deposição de carne magra na carcaça, dos 35 aos 49 dias de idade, mantidos em ambiente termoneutro, é de 59% para máximo ganho de peso e deposição de proteína diário, de 64% para melhor conversão alimentar, de 60,4% para aspectos morfométricos do duodeno e de 64% para a morfometria do íleo. Para os animais mantidos em ambiente de alta temperatura, a exigência é de 64% de AAS:LisD para máxima conversão alimentar, de 61,4% para a morfometria do duodeno e de 64% para a morfometria do jejuno e do íleo.
Two experiments were conducted to determine the requirement of standardized intestinal digestible methionine plus cysteine to lysine ratio (TSAA:Lys) for piglets from 35 to 49 days old kept in a thermoneutral environment and in a high temperature environment. In each experiment, 96 animals were used, distributed in a randomized block design, consisting of four treatments (52; 56; 60 and 64% TSAA:Lys), eight replicates and three animals per cage this being considered the experimental unit. In experiment I, the piglets were kept at a thermoneutral environment (28oC) from 35 to 49 days old. The TSAA:Lys ratio influenced the average daily gain (ADG) that was exponentially related, estimated at 59% compared to the maximum weight gain. Influence of the treatments were observed at the feed:gain ratio (FGR) that increased in a linear way. No influence of the treatments were observed on final body weight (FBW), on average daily feed intake (ADFI). The intake of digestible methionine plus cysteine (CSAA) increased linearly as it raised its relationship with lysine in the diet. Quadratic effect was found on protein deposition (Pd) on carcass that raised until the ratio TSAA:Lys of 59%. The morphometric analysis, showed treatment effect on all variables (villus height, crypt depth and villus:crypt) of duodenum that responded quadratically, finding the best ratios at 61,4; 60,0 and 60,4% respectively. The ileum was also influenced by the treatments, however only linearly effect (increasing) on villus:crypt were observed. In experiment II, the piglets were kept at a high temperature environment (35oC), from 35 to 49 days old. The treatments influenced the CSAA and FGR that increased linearly. No effect of the treatments was observed on FBW, as on ADFI, ADG and Pd. The morphometric analysis revealed that the treatments influenced the crypt depth and villus:crypt ratio on duodenum quadratically until 61,1% and 61,4% respectively. As observed on duodenum, the treatments influenced increasing linearly the crypt depth on jejunum and the villus height on ileum. Overall, the results with the different treatments obtained in experiment I, showed that the best ratio of TSAA:Lys for ADG and Pd is 59%, for FGR is 64% and finally for morphometric parameters 60,4% for duodenum and 64% for ileum. In experiment II, the best results were reached at 64% for FGR, 61,4% for morphometric parameters of duodenum, 64% for jejunum and ileum.
Palavras-chave: Suíno - Nutrição - Exigências
Suíno - Nutrição - Efeito da temperatura
Aminoácidos na nutrição animal
Suíno - Nutrição - Registros de desempenho
CNPq: Nutrição e Alimentação Animal
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: DONZELES, Igor de Freitas Lopes. Relação metionina+cistina digestíveis com a lisina digestível em dietas para leitões em diferentes ambientes térmicos. 2016. 58 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7795
Data do documento: 22-Mar-2016
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo620,4 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.