Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7987
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação de híbridos naturais de mangueira ‘Ubá’ selecionados na Zona da Mata de Minas Gerais
Evaluation of natural hybrids of ‘Ubá’ mango trees selected in the Zona da Mata of Minas Gerais
Autor(es): Struiving, Tiago Barbosa
Abstract: O presente estudo teve como objetivos caracterizar física e quimicamente os frutos e avaliar a dissimilaridade genética de 200 acessos de mangueira ‘Ubá’, cultivados na Fazenda Experimental da Sementeira, em Visconde do Rio Branco, MG. Na produção das mudas foram usados porta-enxertos de mangueira ‘Ubá’ e garfos de plantas matrizes selecionadas nos municípios de Viçosa, Ubá e Visconde do Rio Branco. O plantio ocorreu a partir de fevereiro de 2007, com quatro plantas por acesso. Foram avaliadas as produções das safras de 2010-2011, 2011-2012, 2012- 2013 e 2013-2014 e as características morfológicas das plantas, como altura, circunferência do caule 5 cm acima da região da enxertia, diâmetro da copa e caracterização física e química dos frutos na safra de 2013-2014. Para caracterização física e química, foram coletados dez frutos por planta, totalizando 40 frutos por acesso. Os frutos foram tratados com ethrel na concentração de 1 mL/L por 5 minutos, secos ao ar e armazenados a 20 ± 1 o C e 90% de umidade relativa, até o completo amadurecimento. Após o amadurecimento, selecionaram-se os cinco melhores frutos de cada planta, totalizando 20 frutos/acesso, descartando-se os demais. Procedeu-se então à caracterização com as seguintes avaliações: massa do fruto, da casca, da semente e da polpa, comprimento, diâmetro ventral (menor) e transversal (maior), índice de cor de casca e polpa, teor de sólidos solúveis, acidez titulável, vitamina C e teor de carotenoides totais da polpa. Devido às diferentes idades das plantas, os dados foram analisados por safra, e não por ano. Para isto, as médias foram agrupadas pelo critério de Scott-Knott, a 5% de probabilidade, e pelo método de agrupamento de Tocher, por meio da distância euclidiana média. Além destes, para o estudo das características avaliadas fez-se a análise de componentes principais e correlação simples. A altura das plantas avaliadas variou entre 0,85 e 4,4 m, o diâmetro da copa, de 0,51 a 4,78 m, e a circunferência acima do enxerto, de 5,5 a 66 cm. Analisando as produções médias de cada safra, constatou-se aumento de 139% na safra 2 em relação à safra 1, e aumento de 40% na safra 3 em relação à safra 2. No somatório da produção das três safras, observou-se média de 42,59 kg de fruto por planta. Houve a formação de seis grupos distintos. Para a característica produtividade, o grupo A (acessos 56, 37 e 30) apresentou média de 146,64 kg de fruto por planta, destacando-se como o grupo de acessos mais produtivos, com produtividade média 244% a mais do que a média de todos os acessos. Os frutos apresentam comprimento médio de 7,52 cm, diâmetro transversal de 5,56 cm e diâmetro ventral de 5,31 cm. De acordo com o critério de agrupamento de médias de Scott-Knott, para a característica massa dos frutos, o grupo A, formado por 56 acessos, apresentou a maior massa dos frutos, com médias que variaram do valor máximo de 158,9 g (acesso 154) ao mínimo de 131,0 (acesso 174). A massa média dos frutos do grupo A foi de 138,3 g. Na característica rendimento de polpa, esse grupo apresentou rendimento médio de 67,7%. Nos 136 acessos avaliados, o teor de vitamina C variou de 33,8 a 113,8 mg de ácido ascórbico/100g de polpa, a acidez titulável de 0,17 a 0,97 g de ácido cítrico/100 g de polpa, o teor de carotenoides totais da polpa de 0,77 a 2,63 mg/100g de polpa e o teor de sólidos solúveis (SS) de 16,1 a 26,2 o Brix. Vinte e nove acessos formaram o grupo de maior teor de SS, variando de 22,5 a 26,2 oBrix. Observou-se correlação significativa negativa entre o ângulo hue da polpa e o teor de sólidos solúveis e entre a acidez e o teor de sólidos solúveis, e correlação significativa positiva entre os carotenoides totais e o teor de sólidos solúveis totais e entre a massa de frutos e o rendimento de polpa. Os 136 acessos amostrados na Fazenda Experimental da Sementeira, em Visconde do Rio Branco, Minas Gerais, foram reunidos em 13 grupos, segundo o agrupamento de Tocher, devendo ser ressaltado que 69,9% dos acessos estão no grupo 1. Os resultados obtidos neste trabalho evidenciam ampla variação para as características, confirmando a existência da variabilidade genética entre os acessos. Os grupos 7, 10 e 13 (acessos 83, 106, 107, 125, 184, 187, 190 e 196) formados pelo agrupamento de Tocher, foram os que apresentaram características superiores quanto ao teor de vitamina C, aos carotenoides totais, à massa do fruto, rendimento de polpa, ao teor de sólidos solúveis e à produção acumulada por planta.
This study aimed to carry out a physical and chemical characterization of the fruit and to evaluate the genetic dissimilarity of 200 accesses of ‘Ubá’ mango trees cultivated at the Experimental Farm Sementeira, in Visconde do Rio Branco, MG. For seedling production, scions of the accesses selected at the municipalities of Viçosa, Ubá and Visconde do Rio Branco were grafted on rootstocks of ‘Ubá’ mango trees. The planting started on February 2007, with four plants per access. The 2010-2011, 2011-2012, 2012-2013 and 2013-2014 crop productions were evaluated as well as the morphological characteristics of the plants (height, stem circumference 5 cm above the grafting region, canopy diameter), and physical and chemical characterization of the fruit during the 2013-2014 crop. For the physical and chemical characterization, 10 fruit were collected per plant, totaling 40 fruit per access. The fruit were treated with ethrel at a concentration of 1 mL/L during 5 minutes, air-dried and stored at 20 ± 1 o C and 90% of relative humidity, until fully ripe. The five best ripe fruit of each plant were selected, totaling 20 fruit/access, with the remaining being discarded. Characterization was carried out, with the following being evaluated: fruit, skin, seed and pulp mass, length, ventral diameter (smallest) and transversal diameter (largest), skin and pulp color index, soluble solid (SS) content, titratable acidity, vitamin C and total carotenoid content of the pulp. Because of the different ages of the plants, the data were analyzed per crop, rather than per year. Thus, the means were grouped based on the Scott-Knott criterion, at 5% probability, and by the grouping method of Tocher by means of the medium Euclidean distance. The study of the characteristics evaluated also included principal components analysis and simple correlation. Height of the plants evaluated varied between 0.85 and 4.4 m; canopy diameter, between 0.51 and 4.78 m; and stem circumference above grafting, between 5.5 and 66 cm. Analyzing the mean productions of each crop, an increase of 139% for crop 2 was verified in relation to crop 1, and an increase of 40% for crop 3 in relation to crop 2. The sum of the production of the three crops showed a mean of 42.59 kg of fruit per plant, with six distinct groups being formed. For the characteristic productivity, group A (accesses 56, 37, and 30) presented a mean of 146.64 kg of fruit per plant, being described as the most productive access group, with mean productivity 244% above the mean of all the accesses. The fruit present mean length of 7.52 cm, transversal diameter of 5.56 cm, and ventral diameter of 5.31 cm. According to the Scott-Knott criterion, for the characteristic fruit mass, group A, formed by 56 accesses, had the highest fruit mass, with means varying from the maximum value of 158.9 g (access 154) to the minimum value of 131.0 (access 174). Fruit mean mass of group A was 138.3 g. For the characteristic pulp yield, this group presented a mean yield of 67.7%. For the 136 accesses evaluated, vitamin C content ranged from 33.8 to 113.8 mg of ascorbic acid/100g of pulp, titratable acidity from 0.17 to 0.97 g of citric acid/100 g of pulp, total carotenoid content of the pulp from 0.77 to 2.63 mg/ 100 g of pulp, and SS content from 16.1 to 26.2 o Brix. Twenty-nine accesses formed the group with the highest SS content, ranging from 22.5 to 26.2 oBrix. A negative significant correlation was observed between pulp hue and SS content and between acidity and SS content, and positive significant correlation between total carotenoids and total SS content, and between fruit mass and pulp yield. The 136 accesses sampled at the Experimental Farm Sementeira in Visconde do Rio Branco, MG, were reunited into 13 groups, according to the grouping method of Tocher, with 69.9% of the accesses belonging to group 1. The results obtained in this study show a wide variation for the characteristics, confirming the existence of genetic variability among the accesses. Groups 7, 10, and 13 (accesses 83, 106, 107, 125, 184, 187, 190, and 196) formed by the grouping method of Tocher, presented superior characteristics, in relation to vitamin C content, total carotenoids, fruit mass, pulp yield, SS content, and accumulated production per plant.
Palavras-chave: Mangifera indica L.
Manga - Zona da Mata (MG : Mesorregião)
Hibridação
CNPq: Fitotecnia
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: STRUIVING, Tiago Barbosa. Avaliação de híbridos naturais de mangueira ‘Ubá’ selecionados na Zona da Mata de Minas Gerais. 2015. 51 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7987
Data do documento: 10-Dez-2015
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.