Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8003
Tipo: Dissertação
Título: Composição químico-bromatológica da casca de café tratada com amônia anidra e sulfeto de sódio
Chemical-bromatologic compound of coffee peel treated with anhydrous ammonia and sodium sulphide
Autor(es): Souza, Alexandre Lima de
Abstract: Dois experimentos foram conduzidos com o objetivo de avaliar os efeitos da amonização sobre a composição químico-bromatológica e a digestibilidade “in vitro” da casca de café. No primeiro experimento, a casca de café com baixa (16%) e alta (30%) umidade foi tratada com amônia anidra (0,0; 2,2; 3,2; e 4,2% na matéria seca), ao passo que no segundo foi avaliado o efeito de diferentes combinações de amônia e sulfeto de sódio (0,0; 2,1; 3,1; e 4,1%) sobre a casca de café com 30% de umidade. No Experimento I, constatou-se que os teores de proteína bruta (PB) aumentaram em função dos níveis crescentes de amônia anidra, enquanto a retenção de nitrogênio (RN) diminuiu. Os teores de nitrogênio insolúvel em detergente neutro e nitrogênio insolúvel em detergente ácido em relação ao nitrogênio total (NIDN/NT) e (NIDA/NT), respectivamente, foram sensivelmente reduzidos em função dos níveis crescentes de amônia, independentemente do teor de umidade. Com relação à digestibilidade “in vitro” da matéria seca (DIVMS) e à fibra em detergente neutro (DIVFDN), não foi verificado efeito de níveis de amônia em ambas as variáveis. No Experimento II, verificou-se que os teores de PB aumentaram em função dos níveis crescentes de amônia, sendo, porém, pouco alterados pelos níveis de sulfeto. A RN diminuiu com os aumentos dos níveis de amônia e de sulfeto. Os teores de NIDN/NT e NIDA/NT foram sensivelmente reduzidos em função dos níveis crescentes de amônia, sendo, porém, pouco afetados pela adição de sulfeto. A DIVMS não foi alterada em função das diferentes combinações de amônia e sulfeto utilizadas. Verificou-se também que os constituintes da parede celular da casca de café, em ambos os experimentos, foram pouco alterados, uma vez que a amplitude de variação sobre cada um dos componentes foi pequena. Com base nos resultados obtidos, concluiu-se que a amonização promoveu efeitos benéficos no conteúdo de nitrogênio total, melhorando o valor nutritivo da casca de café. Todavia, a amonização e a aplicação de sulfeto de sódio não promoveram efeitos benéficos quantitativos sobre os constituintes da parede celular e sobre a digestibilidade “in vitro” da casca de café.
Two experiments were conducted to evaluate the effects of ammonization on chemical-bromatologic compound and digestibility “in vitro” of coffee peel. In the first experiment the coffee peel with low (16%) and high (30%) moisture was treated with anhydrous ammonia (0.0, 2.2, 3.2, 4.2% by weight of dry matter), and in the second experiment was evaluated the effect of different combinations of ammonia and sodium sulphide (0.0, 2.1, 3.1, 4.1%), in the coffee peel with 30% moisture. In the first experiment the content of crude protein (CP) increased probably due to the crescent level of anhydrous ammonia, while the nitrogen retention (NR) decreased. The content of insoluble nitrogen in neutral detergent and insoluble nitrogen in acid detergent related to the total nitrogen (NDIN/TN) and (ADIN/TN), respectively, were greatly reduced in function of the crescent level of ammonia, independent from the moisture content. Regarding the digestibility “in vitro” of dry matter (IVDMD) and fiber in neutral detergent (IVNDFD) it was not verified ammonia level effect to both variables. In the second experiment the CP content increased due to the crescent levels of ammonia, however, they were little altered by the sulphide levels. The NR decreased as the ammonia and sulphide levels increased. The NDIN/TN and ADIN/TN content were greatly reduced in function of crescent level of ammonia, however, they were little affected by the addition of sulphide. The IVDMD was not altered in function of the different combinations of ammonia and sulphide used. It was also verifyed that the components of the cell wall, of the coffee peel, in both experiments, were little altered once the variation amplitude on each one of the components was small. Based on the results obtained, it was concluded that the ammonization provided benefic effects in the total nitrogen content, improving the nutritious value of coffee peel. Nevertheless, the ammonization and the sodium sulphide application did not provided quantitative benefic effects on the components of the cell wall and digestibility “in vitro” of coffee peel.
Palavras-chave: Amonização
Digestibilidade in vitro
Resíduo agroindustrial
CNPq: Ciências Agrárias
Zootecnia
Pastagem e Forragicultura
Avaliação, Produção e Conservação de Forragens
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SOUZA, Alexandre Lima. Composição químico-bromatológica da casca de café tratada com amônia anidra e sulfeto de sódio. 1999. 58f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 1999.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8003
Data do documento: 23-Mar-1999
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo460,83 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.