Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8024
Tipo: Dissertação
Título: Efeito da interação reprodutor x rebanho sobre a produção de leite na raça Holandesa
Sire-by-herd interaction for milk yield of Holstein Cows
Autor(es): Araújo, Cláudio Vieira de
Abstract: Registros de produção de leite de vacas da raça Holandesa foram utilizados na verificação da efetividade da inclusão da interação reprodutor x rebanho no modelo, como fator de ajustamento de heterogeneidade de variância entre rebanhos, bem como na verificação do efeito dessa interação sobre a acurácia dos valores genéticos dos reprodutores avaliados. Com base no desvio-padrão fenotípico da produção de leite, ajustada a 305 dias de lactação e à idade adulta da vaca, os rebanhos foram estratificados em três classes: alto (>1375 kg), médio (1165 a 1375 kg) e baixo (<1165 kg) desvios- padrão fenotípicos. Componentes de variância para produção de leite em cada classe de desvio-padrão fenotípico, em análise geral e, ainda, em análise de características múltiplas, em que se considerou cada classe de desvio-padrão fenotípico como características diferentes, foram estimados pela máxima verossimilhança restrita, utilizando-se dois modelos animais que diferiam apenas na ausência e na presença da interação reprodutor x rebanho. O teste da razão de verossimilhança foi utilizado na verificação da efetividade da inclusão da interação no modelo. As médias da produção de leite e os componentes de variância, de modo geral, aumentaram da classe de baixo para a classe de alto desvio-padrão fenotípico. As estimativas de componentes de variância, obtidas pelo modelo que incluía a interação reprodutor x rebanho, foram ligeiramente menores do que as dos modelos sem interação, exceto na variância residual, cujas estimativas, nos dois modelos, foram bastante próximas. As estimativas de herdabilidade, obtidas pelos dois modelos (0,197 a 0,350), foram próximas entre si, enquanto maiores estimativas foram observadas na classe de maior desvio-padrão fenotípico. Em análise de características múltiplas, as estimativas de componentes de variância, de modo geral, foram maiores, quando comparadas com as obtidas de análise de característica simples, exceto pelas variâncias residuais, que foram próximas nas duas situações, resultando em maiores estimativas de herdabilidades nas análises de características múltiplas (0,251 a 0,362). As correlações genéticas, para produção de leite, entre as classes de desvios-padrão fenotípicos foram todas próximas da unidade. A proporção da variância fenotípica da produção de leite, devido à variância da interação reprodutor x rebanho, em análises de características simples e múltiplas, oscilou de 2,2 a 4,4%, e os logaritmos naturais das funções de verossimilhanças aumentaram significativamente, quando se incluía a interação reprodutor x rebanho no modelo. As médias dos valores genéticos preditos dos reprodutores avaliados, para produção de leite, aumentaram da classe de baixo para a classe de alto desvio-padrão fenotípico. Houve pequena superestimação na acurácia dos valores genéticos preditos dos reprodutores, para produção de leite, quando não se incluía a interação reprodutor x rebanho, superestimação que não foi maior em razão da boa distribuição das progênies dos reprodutores entre os rebanhos avaliados.
Yield records of Holstein cows were used to verify the effectiveness of including sire-by-herd interaction in the model of analysis in a adjusting for heterogeneous variances between herds and also to verify the interaction effect on accuracy of sire breeding values. Milk yield adjusted for 305 days of lactation and age of the cow, were used to classify the herds among three classes of phenotypic standart deviation: high, medium and low classes. Variance components for milk yield in phenotypic standard deviation classes and all data and still, in analyses in multitrait models, considering the milk yield in each class of phenotypic standard deviation as being different traits, were estimated using restricted maximum likelihood methodology through two animal models, either not fitting or fitting a sire-by-herd interaction term. Likelihood ratio test was used to verify the effectiveness of including a sire-by-herd interaction effect in the model. Average milk yield and the variance components, increased from high phenotypic standard deviation class. Variance components estimates were smaller, when the sire-by-herd interaction was fitted, however, residual variance component, were similar for both models. Heritability estimates for milk yield obtained no fitting and fitting to interaction term in the model, were close, highest estimates were obtained for the class of high phenotypic standard deviation. From multitrait models, the estimates of variances components were larger then estimates to univariate analysis, except for residual variance component, which were close, resulting in higher heritability estimates. Genetic correlation among milk yield between classes of phenotypic standard deviation were close to unity. The proportion of the phenotypic variance due interaction sire-by-herd variance in the univariate and multitrait analysis, fluctuated in 2.2 to 4.4 percent. The logarithms of the likelihood functions were highest fitting a sire- by-herd interaction, for all cases. The breeding values average to sires was highest to the class of high phenotypic standard deviation. Fitting the interaction term in the model, reduced the accuracy of breeding value, this reduction don't was greater, because of the distribution of daughters of the sires in the several herds studied. In evaluation of sires, is important to identify the cause of heterogeneity of variances between herds, and also, to verify the distribution of daughters of sire between herds.
Palavras-chave: Avaliação genética
Parâmetros genéticos
Produção de leite
Heterogeneidade de variância
Interação reprodutor x rebanho
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: ARAÚJO, Cláudio Vieira de. Efeito da interação reprodutor x rebanho sobre a produção de leite na raça Holandesa. 2000. 80f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2000.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8024
Data do documento: 11-Fev-2000
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo313,48 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.