Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8081
Tipo: Tese
Título: Exigência de metionina mais cistina e de lisina para codornas japonesas nas fases de crescimento e de postura
Exigency in methionine plus cystine and lysine for growing and laying japanese quail
Autor(es): Pinto, Rogério
Abstract: Foram conduzidos quatro experimentos com o objetivo de estabelecer a relação metionina mais cistina digestível: lisina digestível e estimar as exigências em metionina mais cistina digestível e lisina digestível para codornas japonesas em crescimento e postura. No experimento I, foram utilizadas 540 codornas fêmeas, com a idade inicial de sete dias e peso médio de 21,50g, durante 35 dias. O delineamento foi em blocos ao acaso, com cinco repetições e 18 aves por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de seis relações metionina mais cistina digestível: lisina digestível (0,48, 0,53, 0,58, 0,63, 0,68 e 0,75). No experimento II utilizaram-se 510 codornas fêmeas, com a idade inicial de sete dias e peso médio de 22,90g, durante 35 dias. O delineamento foi em blocos ao acaso com cinco repetições e 17 animais por unidade experimental. Os tratamentos consistiam de seis níveis de lisina digestível (0,938, 1,037, 1,136, 1,235, 1,334 e 1,433%). Para o experimento II, a relação metionina mais cistina digestível: lisina digestível utilizada foi à determinada no experimento I (0,66). Em ambos os experimentos, foram mantidos as relações aminoacídicas, no perfil de proteína ideal. No experimento III foram utilizados 360 codornas fêmeas, com a idade inicial de 45 dias, e peso médio de 137,0 g. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com seis repetições de 10 animais cada. Os tratamentos consistiram de seis relações metionina mais cistina: lisina (0,60, 0,65, 0,70, 0,75, 0,80 e 0,85). No experimento IV, foram utilizadas 300 codornas fêmeas, com idade de 49 dias e peso médio de 138,0 g. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com cinco repetições e dez animais cada. Os tratamentos consistiram de seis níveis de lisina digestível (0,800, 0,900, 1,000, 1,100, 1,200 e 1,300%). No experimento IV, a relação metionina mais cistina digestível: lisina digestível utilizada foi aquela verificada no experimento III (0,80). Em ambos experimentos foram mantidos as relações aminoacídicas no perfil de proteína ideal. No experimento I, os tratamentos influenciaram de forma quadrática, o consumo alimentar, a conversão alimentar, o empenamento, a composição química (matéria seca, água, proteína e extrato etéreo) e a deposição de proteína corporal, influenciando linearmente o peso final e o ganho de peso das codornas. No experimento II, não houve efeito dos tratamentos sobre o peso final, consumo alimentar e na composição química (matéria seca, água, proteína e extrato etéreo) e deposição de proteína corporal, apresentando efeito quadrático sobre o ganho de peso e conversão alimentar, ocorrendo efeito linear sobre o consumo de lisina. No experimento III, os tratamentos não influenciaram a conversão alimentar e o peso final das codornas, apresentando efeito quadrático sobre a taxa de postura, peso dos ovos, massa dos ovos e porcentagem da casca dos ovos e efeito linear para o consumo alimentar. Para o experimento IV, verificou-se efeito quadrático sobre a taxa de postura, massa de ovos e conversão alimentar, e efeito linear sobre o peso dos ovos e consumo alimentar, não tendo sido verificado efeito significativo sobre o peso final das codornas. Conclui-se que as exigências em metionina mais cistina digestível e lisina digestível, para codornas japonesas dos sete aos 42 dias de idade, foram respectivamente 0,758 e 1,180%, para um consumo diário de 91,43 mg de metionina mais cistina digestível e 152 mg de lisina digestível, e a relação metionina mais cistina digestível: lisina digestível foi estimada em 0,66. Para as codornas japonesas em postura, as exigências em metionina mais cistina digestível e lisina digestível, foram respectivamente 0,727 e 1,117%, para um consumo diário de 164 mg de metionina mais cistina digestível e 254 mg de lisina digestível, sendo a relação metionina mais cistina digestível: lisina digestível estimada em 0,80.
Four experiments were carried out to estimate the best digestible methionine plus cystine: digestible lysine ratio and the requirement in digestible methionine plus cystine and digestible lysine for growing and laying Japanese quail. In Experiment I, five hundred forty 7 days old female quails, weighing 21.50g were used during 35 days. Completely randomized blocks design was used with five replicates and 18 females per experimental unity to study the effect of six digestible methionine plus cystine: digestible lysine ratios (0.48, 0.53, 0.58, 0.63, 0.68 and 0.75) on traits measured during the growing period. In Experiment II, five hundred ten 7 days old female quails, weighing 22.90g were used during 35 days. Completely randomized blocks design was used with five replicates and 17 females per experimental unity to study the effect of six digestible lysine ratios (0.938, 1.037, 1.136, 1.235, 1.334 and 1.433%) on traits measured during the growing period. For the experimental II, the relation digestible methionine plus cystine: digestible lysine utilized was determinate in experiment I (0.66). In both experiments, the amino acids relations were in the profile of ideal protein. In experimental III, three hundred sixty 45 days old female quail, weighing 137.0g were used in four experimental periods of 28 days each. Completely randomized blocks design was used with six replicates and 10 females per experimental unity to study the effect of six digestible methionine plus cystine: digestible lysine ratios (0.60, 0.65, 0.70, 0.75, 0.80 e 0.85) on traits measured during the eggs production period. For experiment IV, Three hundred 49 days old female quail, weighing 138.0g were used in four experimental periods of 28 days each. Completely randomized blocks design was used with five replicates and 10 females per experimental unity to study the effect of five digestible lysine ratio (0.800, 0.900, 1.00, 1.100, 1.200 e 1.300%) on traits measured during the eggs production period. For the experimental IV, the digestible methionine plus cystine: digestible lysine ratio utilized was estimated in experiment III (0.80). In both experiments was maintained the amino acids ratio, in the profile of ideal protein. In experiment I, the effect of the amino acids on feed intake (g), feed conversion (g/g), feather rate (%), chemical composition (%) (dry matter, water, crud protein, ether extract) and protein deposition bodily was quadratic and the effect on final body weight (g) and weight gain (g) was linear. In the experiment feed intake (g), chemical composition (%) (dry matter, water, crud protein, ether extract) and protein deposition bodily, to feed conversion (g/g) and weight gain (g) the effect was quadratic, the effect of digestible lysine intake (g) was linear. In the experiment III, no significant effect of treatments on feed consumption: gain diet (g of diet/g of eggs). Quadratic effects was observed for final body weight (g), eggs production (%), egg weight (g), eggs mass (g of eggs/quail/day) and shell egg (%), and for feed intake (g) the effect was linear. In experiment IV quadratic effect for eggs production (%), eggs mass (g of eggs/quail/day) and feed consumption: gain diet (g of diet/g of eggs) and linear effect shell egg (%) and feed intake (g). The nutritional requirements for Japanese quail from the 7 to 42 days of age, in digestible methionine plus cystine and digestible lysine were 0.758 and 1.180% respectively, and 91.43 mg of digestible methionine plus cystine and 152 mg of digestible lysine intake. The estimated digestible methionine plus cystine: digestible lysine ratio was 0,66. The nutritional requirements for laying Japanese quail, in digestible methionine plus cystine and digestible lysine were 0.727 and 1.117% respectively, and digestible methionine plus cystine: digestible lysine ratio was estimated in 0,80, and 164 mg of digestible methionine plus cystine and 254 mg of digestible lysine intake.
Palavras-chave: Exigência
Digestibilidade
Aminoácidos sulfurosos
Proteína ideal
Produção de ovos
Coturnix coturnix japonica
CNPq: Nutrição e Alimentação Animal
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: PINTO, Rogério. Exigência de metionina mais cistina e de lisina para codornas japonesas nas fases de crescimento e de postura. 2002. 201f. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2002.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8081
Data do documento: 5-Abr-2002
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo982,71 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.