Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8277
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorTorres, Ciro Alexandre Alves
dc.contributor.authorOliveira, Carlos Thiago Silveira Alvim Mendes de
dc.date.accessioned2016-08-10T10:28:19Z
dc.date.available2016-08-10T10:28:19Z
dc.date.issued2016-02-29
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Carlos Thiago Silveira Alvim Mendes de. Criopreservação de sêmen caprino em diferentes concentrações espermáticas associado ou não a melatonina. 2016. 48 f. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.pt-BR
dc.identifier.urihttp://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8277
dc.description.abstractEste estudo foi realizado com o objetivo de verificar se a ação antioxidante da melatonina influencia na viabilidade in vitro pós-descongelamento dos espermatozoides caprinos, bem como verificar o potencial uso deste antioxidante em diferentes concentrações de espermatozoides caprinos criopreservados. Foram utilizados dois machos adultos da raça Alpina e dois machos adultos da raça Saanen. Para as coletas de sêmen foi utilizada vagina artificial onde se obteve seis ejaculados por animal. Após a coleta, fez-se a avaliação das características macro e microscópicas. Em seguida, o sêmen foi diluído com os seguintes tratamentos : T1 40 X 10^6 espermatozoides sem antioxidante (Controle); T2 40 X 10^6 espermatozoides com antioxidante; T3 80 X 10^6 espermatozoides sem antioxidante; T4 80 X 10^6 espermatozoides com antioxidante; T5 100 X 10^6 espermatozoides sem antioxidante e T6 100 X 10^6 espermatozoides com antioxidante.Após as diluições finais, foram avaliados a motilidade progressiva e vigor espermático de cada tratamento. O sêmen foi envasado em palhetas de 0,25mL, as palhetas foram resfriadas a cinco graus celsius, durante uma hora em refil plástico contendo álcool etílico. O pré-congelamento foi realizado em vapor de nitrogênio líquido durante 15 minutos. Após esse período, as palhetas foram imersas no nitrogênio para o congelamento do sêmen. As partidas foram descongeladas em banho-maria a 37 °C por 30 segundos, acondicionadas em microtubos e homogeneizadas para a análise imediata de motilidade e vigor espermático, teste hiposmótico e teste de termorresistência. As amostras foram avaliadas mediante patologia espermática e por meio de citometria de fluxo quanto à integridade de membrana plasmática e acrossomal, potencial mitocondrial e produção de peróxido de hidrogênio intracelular No sêmen fresco, as características físicas estavam dentro dos parâmetros normais. O melhor resultado obtido no TTR foi referente aos tratamento 100μM (p<0,05), manteve a maior média de motilidade espermática total após cinco minutos de incubação a 37°C. O potencial mitocondrial sofreu alteração frente aos tratamentos com uma concentração de 40 X 10^6 sptz/dose (p<0,05). Em relação à raça, foi observado maior viabilidade celular com presença de peróxido de hidrogênio intracelular na raça saanen comparada a raça alpina (p<0,05). Em relação à concentração espermática, foi observado maior proporção de células viáveis com presença de peróxido de hidrogênio intracelular nos tratamentos com concentração espermática de 40 e 80 x 10^6 espermatozoide/mL, enquanto a menor proporção foi observada no tratamento com 100 x 10^6 espermatozoide/mL (p<0,05). Os resultados obtidos quanto à ação da Melatonina não foram satisfatórios, porém as concentrações utilizadas neste experimento mantiveram a viabilidade seminal de acordo com as características preconizadas pelo CBRA, mas não foram superior ao tratamento controle.pt-BR
dc.description.abstractThe aim of this study was to evaluate the antioxidant effect of melatonin on the viability in vitro post-thaw sperm of goats, as well as to investigate the potential use of this antioxidant in different concentrations of sperm cryopreserved goats. Four Billy goats were used and six samples were colleted from each and their semen was cryopreserved in commercial diluent Botubov ® . After each collection, the semen was diluted and analyzed, and then distributed along nine experimental treatments: T1 (control) – 40 X 10^6 spermatozoa without melatonin; T2 - 40 X 10^6 spermatozoa with 1μM melatonin; T3 - 40 X 10^6 spermatozoa with 100μM melatonin; T 4 - 80 X 10 6 spermatozoa with without melatonin; T5 - 80 X 10^6 spermatozoa with 1μM melatonin; T6 - 80 X 10^6 spermatozoa with 100μM melatonin; T7 - 100 X 10^6 spermatozoa without melatonin; T8 - 100 X 10^6 spermatozoa with 1μM melatonin; T9 - 100 X 10^6 spermatozoa with 100μM melatonin. After dilutions, the semen was coled to 5°C, kept in a three- hour period of equilibrium, and then stored in previously identified and sealed 0,25mL straws. The straws were frozen in a liquid nitrogen vapor for 15 minutes, submerged in nitrogen, and then stored in cryogenic cylinder. The doses of semen in the treatments were thawed at 37°C for 30 seconds and subjected to in vitro tests: motility, vigor, morphology, membrane functionality by hypoosmotic test and thermoresistance test (TRT) at 37°C for three hours and by flow cytometry as to integrity of plasma and acrosomal membrane, mitochondrial potential and intracellular peroxide hydrogen production. The results related to Melatonin were not satisfactory, revealing with it the need for new studies about its optimal concentration and effects on semen freezing goats. The best result obtained in TTR was referring to 100μM treatment (p <0.05), maintained the highest average total sperm motility after five minutes of incubation at 37°C. Mitochondrial potential was altered to the treatments with a concentration of 40 X 10^6 sperm / dose (p <0.05). In regard to race, greater cell viability was observed with the presence of intracellular hydrogen peroxide in the Alpine compared Saanen (p <0.05). Regarding the sperm concentration was observed a higher proportion of viable cells in presence of intracellular hydrogen peroxide in treatments with sperm concentration of 40 to 80 x 10^6 sperm / ml, while the smaller proportion was observed in the treatment with 100 x 10^6 sperm / ml (p <0.05). The results obtained as to the action of melatonin were not satisfactory, however the concentrations used in this experiment maintained seminal viability according to the features prescribed by the CBRA, but not higher than the control treatment.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt-BR
dc.language.isoporpt-BR
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.rightsAcesso Abertopt-BR
dc.subjectCaprino - Reproduçãopt-BR
dc.subjectSêmenpt-BR
dc.subjectCriopreservaçãopt-BR
dc.subjectMelatoninapt-BR
dc.subjectEspermatozoides - Concentraçãopt-BR
dc.titleCriopreservação de sêmen caprino em diferentes concentrações espermáticas associado ou não a melatoninapt-BR
dc.titleCryopreservation of goat semen with different sperm concentrations with or without melatoninen
dc.typeTesept-BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9017385069990992pt-BR
dc.subject.cnpqReprodução Animalpt-BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.degree.departmentDepartamento de Zootecniapt-BR
dc.degree.programDoutor em Zootecniapt-BR
dc.degree.localViçosa - MGpt-BR
dc.degree.date2016-02-29
dc.degree.levelDoutoradopt-BR
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo464,79 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.