Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8397
Tipo: Dissertação
Título: Utilização de crédito pelos idosos participantes do Programa Municipal de Terceira Idade de Viçosa-MG
Credit use by elderly participants from Municipal Program of the Third Age of Viçosa - MG
Autor(es): Vasconcelos, Adriana Miranda de
Abstract: A expansão do crédito para pessoas físicas é um fato que vem acontecendo na sociedade brasileira desde a estabilização da moeda com o Plano Real. Os idosos, portadores de renda, se viram possibilitados a usar os serviços de créditos. Contudo, poucos são os estudos que avaliam o uso do crédito pelas pessoas maiores de 60 anos e as suas consequências na economia familiar do idoso. Diante disso, o presente estudo teve por objetivo investigar as consequências da utilização do crédito no orçamento do idoso, verificando os motivos pelos quais estes recorrem ao serviço de crédito e se os idosos se percebem como endividados. A pesquisa, baseada na abordagem quantitativa-qualitativa de natureza descritiva e exploratória, foi realizada no Programa Municipal de Terceira Idade do município de Viçosa-MG – PMTI -, sendo selecionada uma amostra de 52 idosos participantes do PMTI que estavam em uso de algum serviço de crédito. Esta amostra foi obtida a partir do banco de dados do referido Programa. Aplicou-se um questionário. Para a análise dos dados quantitativos utilizou- se um software estatístico aplicado às Ciências Sociais, enquanto que os dados qualitativos foram analisados por meio da técnica de categorização da análise de conteúdo proposta por Bardin (2011). Em relação ao perfil socioeconômico e domiciliar dos idosos verificou-se que estes eram pessoas com renda média de R$ 1.880,93, de baixo nível de escolaridade, predominantemente de raça não branca, estavam em arranjos domiciliares compostos por esposo(a)/companheiro e/ou por esposo(a)/companheiro e filhos, eram responsáveis pelas despesas do lar. De acordo com a pesquisa verificou-se que o crédito consignado estava voltado mais para o uso em benefício próprio do idoso que para ajudar filhos ou netos. O motivo predominante do uso deste serviço foi a reforma da casa, seguido do pagamento de dívidas e ajuda aos filhos. Ao verificar as consequências deste serviço na economia familiar do idoso percebeu-se que a população idosa afirmou sentir a redução na renda em razão dos descontos realizados no benefício previdenciário, mas a grande maioria afirmou que esta redução foi positiva porque o empréstimo consignado proporcionou a realização dos anseios como a reforma da casa própria, o pagamento de dívida, como também a ajuda a filhos, além de ser mencionado a questão de possibilitar o cuidado com a saúde e realização de viagem. Alguns idosos, alegaram que a redução foi negativa em razão de ter gerado aperto no orçamento, tendo sido necessário reduzir o lazer, a alimentação e até terem contraído dívidas. Em relação ao cartão de crédito, este estudo possibilitou verificar que este serviço estava voltado para o consumo de bens não-duráveis como alimentação, remédio e vestuário. Não houve menção do uso deste serviço com serviços de beleza e lazer. Ao considerar o gênero dos idosos que utilizavam, exclusivamente, este serviço notou-se que apenas as idosas usavam cartão de crédito. Os idosos do sexo masculino, quando usavam o cartão de crédito, utilizavam conjuntamente com outro serviço como o crédito consignado ou o carnê de loja. Sobre os motivos que levavam as idosas a usarem o cartão de crédito predominou a possibilidade de adquirir um produto sem ter dinheiro imediato bem como, a praticidade. Foram citados também como razões para o uso deste serviço adquirir produto, segurança, o consumo e o prazo para pagamento. Como consequência do uso do cartão de crédito para a economia familiar dos idosos foi mencionada a redução na renda quando do uso deste serviço. Contudo, a maioria dos idosos que usavam o cartão de crédito não percebiam esta redução porque o valor pago a título de fatura já estava incluso no orçamento doméstico. Para os idosos usuários do carnê de loja percebeu-se que estes utilizavam este serviço com o fim de adquirir bens como roupas, eletrodomésticos, presentes, sapatos e móveis. Os motivos que levavam as pessoas idosas a usar este serviço de crédito era o hábito, adquirir bens, poder comprar sem ter dinheiro imediato e ainda a possibilidade de prazo para pagamento da compra. As consequências do uso do carnê de loja foram mencionadas como positivas, pois era um meio de adquirir produtos. Muitos idosos afirmaram que nem percebiam a redução da renda em razão do pagamento das parcelas do crediário porque sempre reservavam no orçamento o valor devido a este título. Em relação a declaração de endividamento pelos idosos, este estudo permitiu verificar que poucos foram os idosos que afirmaram estar endividados em razão das dívidas assumidas quando do uso do crédito consignado, do cartão de crédito e/ou do crediário. Os idosos assim se declararam por acreditarem que tinham controle das suas despesas, apesar de alguns terem citados ter contas em atraso, o que descaracteriza o controle da vida financeira de alguns idosos.
The expansion of credit to individuals is a fact that has been going in Brazilian society since the currency stabilization with the Real Plan. The elderly, income patients, found themselves enabled to use credit services. However, there are few studies evaluating the use of credit for people over 60 years and its impact on their families. Therefore, this study aimed to investigate the consequences of the use of credit in the old budget, checking the reasons why they resort to credit service and if the elderly see themselves as indebted. The research, based on quantitative and qualitative approach of descriptive and exploratory nature, was held at the Municipal Program of the Third Age of Viçosa-MG - MPTA – where it was selected a sample of 52 participants from MPTA who were using some service credit. This sample was obtained from the the program database. It was applied a questionnaire. For the quantitative analysis we used a statistical software applied to Social Sciences, while the qualitative data were analyzed using the content analysis categorization technique proposed by Bardin (2011). With regard to the socioeconomic profile of the elderly it was found that these were people with an average income of R $ 1,880.93, low education level, predominantly non-white race, belonging to arrangements composed of spouse (a) / partner and / or spouse (a) / partner and children, and they were responsible for all the familiar expenses. According to the survey it was found that the payroll loans were turned over for the elderly own benefit more than to help children or grandchildren. The predominant reason for the use of this service was the house renovation, followed by the payment of debts and than to help the children. When checking the consequences of this service in the family of the old economy it was noticed that the elderly said they felt the reduction in income due to the discounts made on social security benefits, but the vast majority said that this reduction was positive because the payroll loan enabled the realization of the reform of the own house, the payment of debt, and it also allowed to help children, besides being mentioned the issue of providing care for the health and performance of travel. Some elderly, claim that the reduction was negative due to have generated grip in the budget, it was necessary to reduce the leisure, food and even having contracted debts. Regarding the credit card, this study enabled us to verify that this service was facing the consumption of non- durable goods such as food, medicine and clothing. There was no mention of the use of this service with beauty and leisure services. When considering the gender of the elderly who use exclusively this service was noted that only women used the credit card. The elderly men, when using the credit card they used in conjunction with other services such as payroll loans or payment book store. About the reasons why older women use the credit card, predominated the possibility of acquiring a product without having instant cash as well as the practicality. They were also cited as reasons for using this service the safety, consumption and the deadline for payment. As a result of using the credit card to the family economy of the elderly it was mentioned the reduction in income when using this service. However, most seniors who use the credit card did not notice this reduction because the amount paid the invoice title was already included in the household budget. To the carnet users it was realized that they were using this service in order to purchase goods such as clothing, home appliances, gifts, shoes and furniture. The reasons that led the elderly to use this credit service were: the habit, purchase goods, the possibility of buying without having immediate cash and the possibility of deadline for payment of the purchase. The consequences of using the carnet shop were mentioned as positive as it was a way of acquiring products. Many seniors said they didn’t realize the reduction in income due to the payment of the installment plan because they always have reserved the amount in the budget due to this title. Regarding the debt statement by the elderly, this study showed that few were the seniors who said they were indebted because of debts incurred when the use of payroll loans, credit card and / or credit facilities. Seniors said they had control of their expenses, though some said they had overdue bills, which rules out the control of the financial lives of some elderly.
Palavras-chave: Orçamento pessoal
Orçamento pessoal - Idosos
Idosos - Condições econômicas
Consumidores - Atitudes
Cartão de crédito
Empréstimos bancários
CNPq: Economia Doméstica
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: VASCONCELOS, Adriana Miranda de. Utilização de crédito pelos idosos participantes do Programa Municipal de Terceira Idade de Viçosa-MG. 2016. 162 f. Dissertação (Mestrado em Economia Doméstica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8397
Data do documento: 14-Jun-2016
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,12 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.