Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8443
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributorSimões, Adriano do Nascimento
dc.contributorSediyama, Tocio
dc.contributorCorrea, Paulo César
dc.contributor.advisorPuschmann, Rolf
dc.contributor.authorJunqueira, Mateus da Silva
dc.date.accessioned2016-09-01T17:24:46Z
dc.date.available2016-09-01T17:24:46Z
dc.date.issued2009-07-29
dc.identifier.citationJUNQUEIRA, Mateus da Silva. Conservação de mandioca minimamente processada no formato palito. 2009. 62f. Tese (Doutorado em Fisiologia Vegetal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2009.pt-BR
dc.identifier.urihttp://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8443
dc.description.abstractObjetivou-se desenvolver uma metodologia de processamento mínimo para mandioca no formato palito e estudar o comportamento dos palitos de duas cultivares durante conservação refrigerada. Mandiocas das cultivares Cacau e Amarela foram minimamente processadas no formato palito e mantidas em sacos de polipropileno, a 5 ± 1 °C, 90 ± 5 % UR. Foi proposto um fluxograma com etapas de seleção, sanitização inicial, corte das extremidades, corte em toletes, descasque e imersão em água gelada. Foi realizado corte em palitos, sanitização final, enxágue, centrifugação, embalagem em polipropileno e conservação a 5 ± 1 oC, sob 90 ± 5 % UR. Os palitos cortados com 100 mm2 de área de seção transversal apresentaram rendimento maior do que os cortados com 64 mm2 e 144 mm2. A cultivar Cacau exibiu rendimento superior ao da cultivar Amarela. A centrifugação por 10 segundos a 160 g foi suficiente para extrair a água adsorvida/absorvida nos processos de imersão, para ambas as cultivares. A contagem dos microorganismos aeróbios mesófilos totais não diferiu entre cultivares durante o período de conservação, no entanto, essa contaminação foi crescente, chegando próximo ao limite aceitável para consumo humano no 12o dia de conservação, o que ocorreu junto com o desenvolvimento de odor estranho e superfície pegajosa, descaracterizando o produto. A cultivar Amarela contém teores de açúcares redutores, de fibra bruta e de carotenoides maiores do que a cultivar Cacau. A atividade da fenilalanina amônia liase foi crescente durante a conservação e maior para a cultivar Amarela. O conteúdo de fenólicos solúveis totais e a capacidade antioxidante também foi maior para a cultivar Amarela, mas ambos decresceram durante a conservação, independentemente da cultivar. Palitos de mandioca da cultivar Amarela exibiram maior produção de CO2 e de etileno do que os da cultivar Cacau, além do maior consumo de O2. Palitos da cultivar Amarela apresentaram maior firmeza do que palitos da cultivar Cacau. A adesividade foi crescente ao longo da conservação, não havendo diferenças entre cultivares e idades de colheita. Os palitos de ambas as cultivares não escureceram durante a conservação. A perda de massa fresca do conjunto produto-embalagem não variou para cultivar ou idade de colheita durante o período de conservação. No entanto, houve diferença entre cultivar e período de conservação para os palitos pesados imediatamente após sua retirada da embalagem. A perda de massa foi maior nos palitos da cultivar Amarela do que nos palitos da cultivar Cacau. Foi observado um acréscimo na perda de massa para ambas as cultivares durante o período de conservação. A análise microbiológica por fluorescência em UV demonstrou contaminação visual por Pseudomonas spp. a partir do 9o dia, com intensa fluorescência no 12o dia. Palitos da cultivar Amarela são mais recomendados para o processamento e posterior uso culinário. A mandioca palito apresentou-se aceitável para o consumo até o 9o dia de conservação, refrigerada a 5 °C.pt-BR
dc.description.abstractThe objective of this work was to develop a methodology for processing fresh-cut sticks servation under cold storage. Sticks of cultivars Cacau and Amarela were processed according to a flow chart which involved initial sanitation, removal of root ends, sectioning the roots in cylinders, peeling and immersion of cylinders in cold water, cutting the peeled cylinders into sticks, final sanitation, rinse and centrifugation. The prepared sticks were then kept in polypropylene packs at 5 ± 1 °C, 90 ± 5 % RU. Centrifuging for 10 seconds at 160 g was adequate to take out the water absorbed/adsorbed during the immersion process, regardless of the cultivar. Sticks with transversal section of 100 mm2 resulted in higher yield when compared with 64 mm2 and 144 mm2 sticks. When the cultivars were Cacau yielded better than Amarela . Total count for aerobic mesophilic microorganisms did not differ between cultivars along the conservation period. However, this contamination reached near acceptable limit for human consumption after the 12th day of conservation, as indicated by the development of a an off-flavor and the formation of a slimy surface, adulterating the product. The cultivar Amarela has higher levels of reducing sugars, crude fiber and carotenoids than the cultivar Cacau . Phenylalanine ammonia liase activity increased during the cold conservation, higher for total phenolic content and antioxidant capacity, but both decreased of O2 storage, regardless of cultivar and harvest date. The browning rate did not change under conservation, for both harvest dates studied. The fresh mass loss for set product-pack did not change from the cultivar or harvest date during the conservation period. However, there was a difference between cultivar and period of conservation for sticks weighed immediately after removal from the pack. The fresh mass loss was bigger for during the conservation period was observed. The microbiological analysis using florescence UV evidenced visual contamination by fluorescent Pseudomonas spp. from the 9th day, as demonstrated by higher fluorescence in the 12th day. This set of data sticks and later culinary use. The cassava sticks were acceptable for consumption up to the 9th day under refrigeration at 5 °C. Cooking and frying tests are needed to confirm the culinary superiority of the cultivar Amarela .en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt-BR
dc.language.isoporpt-BR
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.rightsAcesso Abertopt-BR
dc.subjectMandioca - Cultivopt-BR
dc.subjectMandioca - Processamentopt-BR
dc.subjectProdutos agrícolas - Processamentopt-BR
dc.titleConservação de mandioca minimamente processada no formato palitopt-BR
dc.titleConservation of cassava as fresh-cut sticksen
dc.typeTesept-BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5941267475957168pt-BR
dc.subject.cnpqCiências Agráriaspt-BR
dc.subject.cnpqCiência e Tecnologia de Alimentospt-BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.degree.departmentDepartamento de Fitotecniapt-BR
dc.degree.programDoutor em Fisiologia Vegetalpt-BR
dc.degree.localViçosa - MGpt-BR
dc.degree.date2009-07-29
dc.degree.levelDoutoradopt-BR
Aparece nas coleções:Fisiologia Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,17 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.