Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/850
Tipo: Tese
Título: Comportamento em populações de Sitophilus zeamais resistentes a inseticidas
Título(s) alternativo(s): Behavior of insecticide-resistant strains of Sitophilus zeamais
Autor(es): Guedes, Nelsa Maria Pinho
Primeiro Orientador: Guedes, Raul Narciso Carvalho
Primeiro coorientador: Lúcia, Terezinha Maria Castro Della
Segundo coorientador: Lino Neto, José
Primeiro avaliador: Pereira, Eliseu José Guedes
Segundo avaliador: Ferreira, João Alfredo Marinho
Terceiro avaliador: Venzon, Madelaine
Quarto avaliador: Elliot, Simon Luke
Quinto avaliador: Picanço, Marcelo Coutinho
Abstract: O principal método de controle contra o caruncho-do-milho em clima tropical é o uso de inseticidas, particularmente piretróides, devido à falta de métodos alternativos de controle. Custos adaptativos associados à resistência a inseticidas foram observados em linhagens de Sitophilus zeamais Motschulsky (Coleoptera: Curculionidae). Linhagens de Sitophilus zeamais susceptíveis e resistentes a piretróides foram usadas para avaliar o processo comportamental e o resultado da competição larval dentro do grão e, também, a resistência e a plasticidade comportamental de adultos do caruncho-do-milho expostos a doses crescentes de deltametrina. O número de ovos depositados no grão de milho e o número de larvas eclodidas determinam o comportamento larval dentro da semente que pode ser do tipo acomodação ou ataque. O baixo número de adultos emergentes por semente em relação ao número de ovos depositados resultou de um processo de competição larval do tipo ataque, para ambas as linhagens - resistente e susceptível, ocorrendo uma interferência direta das larvas. Não houve redução na massa corpórea dos insetos com o aumento da competição dentro do grão e o agrupamento ótimo de ovos/grão foi igual a dois em ambas as linhagens. A plasticidade alimentar é um componente da plasticidade fenotípica que geralmente não é considerada em linhagens de insetos adaptados a ambiente modificados por inseticidas, contudo esta plasticidade pode tanto acentuar quanto diminuir a resistência a inseticidas. Uma linhagem susceptível e duas linhagens resistentes a piretróides do caruncho-do-milho foram sujeitas a testes de livre escolha e sem chance de escolha em milho tratado com doses crescentes de deltametrina. As linhagens resistentes exibiram uma discriminação à deltametrina maior do que a linhagem susceptível no teste de livre escolha e, também, tiveram um desempenho melhor no teste sem chance de escolha onde exibiram baixos índices de deterrência alimentar (≤ 12%) do que a linhagem susceptível (50%) com o aumento de doses de deltametrina. Houve diferenças na mobilidade das linhagens quando expostas a superfícies tratadas com deltametrina. No experimento de decolagem as respostas foram dependentes da dose em duas linhagens de insetos, exceto para uma linhagem resistente a deltametrina, enquanto que as respostas de caminhamento foram dose- independente para todas as linhagens. A resistência comportamental foi independente da resistência fisiológica com as linhagens resistentes exibindo extremos superiores e inferiores da taxa de decolagem. A mobilidade das fêmeas foi similar para todas as linhagens mas diferente para os machos. O padrão de mobilidade dos machos de cada linhagem teve tendência semelhante aos resultados à de decolagem.
The main control method used against maize weevil infestations in tropic regions is the use of insecticides, particularly pyrethroids, due to the lack of suitable control alternatives. Adaptative costs associated with insecticide resistance were reported in Sitophilus zeamais Motschulsky (Coleoptera: Curculionidae). Pyrethroid-susceptible and resistant strains of maize weevil were used to assess the behavioral process and the ecological outcome of larval competition inside the grain and also the behavioral resistance and plasticity of adults of maize weevil exposed to increasing doses of deltamethrin. The number of eggs laid in a seed and the consequent number of hatched larvae guide the larval behavior within the seed determining its outcome scramble or contest. The low adult emergence in the maize weevil resulted from a contest process of competition with direct interference among the larvae for both strains studied. There was no reduction in body mass with increased competition in either strain, and they exhibited similar optimal clutch size (two eggs/seed). Feeding plasticity is a component of phenotypic plasticity not usually considered in insect strains adapted to insecticide-altered environments, but which may either accentuate or mitigate insecticide resistance. One susceptible and two pyrethroid-resistant strains of maize weevil were subjected to free-choice and no-choice tests with maize grains sprayed with increasing doses of deltamethrin. The resistant strains exhibited higher feeding avoidance with increased deltamethrin doses than insects from the susceptible strain when subjected to free-choice tests. In addition, the resistant strains performed better under sprayed grains and exhibited low levels of feeding deterrence (≤ 12%) than the susceptible strain (50%). Locomotion plays a major role determining insecticide exposure. The behavioral responses to deltamethrin-sprayed surfaces differ among the maize weevil strains. Such responses were dose-dependent for flight take-off (reducing with insecticide concentration) in two strains of maize weevil, but not for an insecticide-resistant strain, while walking response was dose-independent for all of the strains. Behavioral resistance was independent from physiological resistance with one resistant strain exhibiting higher rates of flight take-off, and the other resistant strain exhibiting lower flight take-off. Female mobility was similar for all strains, unlike male mobility. Males of each strain exhibited a pattern of mobility following the same trend of flight take-off.
Palavras-chave: Sitophilus zeamais
Comportamento
Inseticidas
Sitophilus
Insecticidae
Insect behaviour
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIA::TOXICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência entomológica; Tecnologia entomológica
Programa: Doutorado em Entomologia
Citação: GUEDES, Nelsa Maria Pinho. Behavior of insecticide-resistant strains of Sitophilus zeamais. 2008. 80 f. Tese (Doutorado em Ciência entomológica; Tecnologia entomológica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/850
Data do documento: 29-Fev-2008
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,54 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.