Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8562
Tipo: Tese
Título: Estudo morfológico e molecular do endométrio de marrãs gestantes de raça Piau e linhagem Comercial durante a fase embrionária
Morphological and molecular study from endometrium of pregnant gilts during the embryonic stage
Autor(es): Vergara, José Carlos Montes
Abstract: O objetivo deste trabalho foi estudar aspectos morfológicos e moleculares do endométrio de marrãs gestantes de raça Piau e linhagem Comercial durante o período embrionário. Foram usadas 27 marrãs distribuídas em três grupos conforme o cruzamento: G1 (n=9): fêmeas de linhagem Comercial x macho de linhagem Comercial; G2 (n=9): fêmeas da raça Piau x macho de linhagem Comercial e G3 (n=9): fêmeas da raça Piau x macho da raça Piau. Cada grupo foi dividido em três subgrupos baseado na idade gestacional ao momento do abate (sete, 15 e 30 dias de gestação). Logo após o abate, o útero e os ovários de cada fêmea foram removidos e mensurados. Amostras de endométrio de cada fêmea foram obtidas para a avaliação histológica e expressão gênica de sete genes (HIF1α, FGF9, ANG1, TEK, VEGFA, ANGPT1 e ANGPT2). A taxa de ovulação se apresentou superior em marrãs do grupo G1 em comparação às marrãs dos grupos G2 e G3 (p<0,05). Aos sete e 15 dias, o peso do útero gestante e número de embriões foram superiores em marrãs do grupo G1 em relação à fêmeas dos grupos G2 e G3 (p<0,05), porém, ao 30° dia de gestação não houve diferença entre as marrãs de todos os grupos (p>0,05). O comprimento uterino total foi maior em marrãs do grupo G1 na idade de sete dias (p<0,05) e o número de glândulas endometriais teve diferença entre os animais dentro de cada grupo com comportamento decrescente conforme período gestacional (p<0,05). Na análise molecular, as marrãs dos grupos G1 e G2 apresentaram maior expressão dos genes HIF1α e ANGPT1 aos 15 dias de gestação quando comparados às marrãs do grupo G3. Já, o gene FGF9 foi mais expresso em marrãs do grupo G1 que em fêmeas do grupo G3 aos 30 dias de gestação (p<0,05). Os resultados observados sugerem que expressão da angiogênese no endométrio durante a fase embrionária da gestação em suínos, bem como características do desenvolvimento uterino e taxa de ovulação são influenciadas pelo genótipo do animal.
The aim was to study morphological and molecular traits from endometrium of pregnant Piau breed and Commercial line gilts and relationship with pre-natal use during the embryonic stage. Were used 27 gilts distributed in three groups: G1: Commercial line females x Commercial line male (n=9); G2: Piau breed females x Commercial line male (n=9) and G3: Piau breed females x Piau breed male (n=9). Each group was divided in three subgroups based on the pregnancy age out slaughter (7, 15 and 30d). After slaughter, the uterus and ovaries were removed and taken biometric measures. Endometrial samples were collected for histological and molecular analysis (HIF1α, FGF9, ANG1, TEK, VEGFA, ANGPT1 and ANGPT2 genes). The ovulation rate was higher in G1 group that G2 and G3 group (p<0.05). At Day 7 and 30 of gestation, the uterine weight and number embryos were higher in G1 group than G2 and G3 group (p<0.05), but at 30 Day of gestation there were no difference among groups (p>0.05). The uterine length was superior in G1 group at Day 7 of gestation and G1 group (p<0.05) and the endometrial glands had difference within each group with decreasing as gestation progress (p<0.05). In the molecular analysis, G1 and G2 groups had more expression of HIF1α and ANGPT1 genes at 15 Day that G3 group. FGF9 gene was upregulated in G1 at 30 Day (p<0.05) that G3 group. These results suggest that angiogenesis expression in endometrial tissue during the embryonic stage in pigs, as well as uterine development traits and ovulation rate are influenced by animal genotype.
Palavras-chave: Suíno - Reprodução
Endométrio - Morfologia
CNPq: Reprodução Animal
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: MONTES VERGARA, José Carlos. Estudo morfológico e molecular do endométrio de marrãs gestantes de raça Piau e linhagem Comercial durante a fase embrionária. 2016. 35 f. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8562
Data do documento: 9-Mai-2016
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo447,5 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.