Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/865
Tipo: Tese
Título: Interação de técnicas para o manejo fitossanitário de Anticarsia gemmatalis (Lepidoptera: Noctuidae)
Título(s) alternativo(s): Techniques interaction for pest management of Anticarsia gemmatalis (Lepidoptera: Noctuidae) control
Autor(es): Vianna, Ulysses Rodrigues
Primeiro Orientador: Zanuncio, José Cola
Primeiro coorientador: Pratissoli, Dirceu
Segundo coorientador: Serrão, José Eduardo
Primeiro avaliador: Polanczyk, Ricardo Antônio
Segundo avaliador: Pereira, José Milton Milagres
Abstract: Trichogramma spp. (Hymenoptera: Trichogrammatidae) parasitam ovos de Anticarsia gemmatalis Hübner (Lepidoptera: Noctuidae), o principal desfolhador de soja no Brasil. Trichogramma atopovirilia Oatman & Platner (Hymenoptera: Trichogrammatidae) é um agente do controle biológico da lagarta da soja A. gemmatalis, e a proporção de ovos e a idade embrionária do hospedeiro são importantes para se obter bons índices de parasitismo desses inimigos naturais. Várias técnicas de controle são consideradas, incluindo o controle químico e o uso de plantas resistentes para potencializar a ação dos parasitóides em campo, além do conhecimento dos parâmetros biológicos que favoreçam o parasitismo em campo, em programas de manejo integrado de pragas na cultura da soja. Visando avaliar o impacto das práticas de manejo de pragas e diferentes sistemas de cultivo, o objetivo deste trabalho foi avaliar a interação de técnicas para o controle de A. gemmatalis. Espécies e⁄ou linhagens de Trichogramma foram selecionadas em ovos de A. gemmatalis. T. atopovirilia foi selecionada e submetida às proporções de cinco, 10, 15, 20 e 25 ovos de A. gemmatalis para se definir a proporção ideal de ovos para esse parasitóide. A influencia da idade embrionária sobre o parasitóide foi também, avaliada e utilizados ovos com 12, 24, 36, 48, 60 e 72 horas. O desenvolvimento ideal de T. atopovirilia foi na proporção de 20 a 25 ovos de A. gemmatalis, com idade embrionária de 24 a 48 horas. A preferência de parasitismo de Trichogramma spp. em ovos de A. gemmatalis, provenientes de lagartas alimentadas com folhas de soja resistente e⁄ou folhas de soja susceptível foi avaliado Trichogramma spp. (Hymenoptera: Trichogrammatidae) parasitam ovos de Anticarsia gemmatalis Hübner (Lepidoptera: Noctuidae), o principal desfolhador de soja no Brasil. Trichogramma atopovirilia Oatman & Platner (Hymenoptera: Trichogrammatidae) é um agente do controle biológico da lagarta da soja A. gemmatalis, e a proporção de ovos e a idade embrionária do hospedeiro são importantes para se obter bons índices de parasitismo desses inimigos naturais. Várias técnicas de controle são consideradas, incluindo o controle químico e o uso de plantas resistentes para potencializar a ação dos parasitóides em campo, além do conhecimento dos parâmetros biológicos que favoreçam o parasitismo em campo, em programas de manejo integrado de pragas na cultura da soja. Visando avaliar o impacto das práticas de manejo de pragas e diferentes sistemas de cultivo, o objetivo deste trabalho foi avaliar a interação de técnicas para o controle de A. gemmatalis. Espécies e⁄ou linhagens de Trichogramma foram selecionadas em ovos de A. gemmatalis. T. atopovirilia foi selecionada e submetida às proporções de cinco, 10, 15, 20 e 25 ovos de A. gemmatalis para se definir a proporção ideal de ovos para esse parasitóide. A influencia da idade embrionária sobre o parasitóide foi também, avaliada e utilizados ovos com 12, 24, 36, 48, 60 e 72 horas. O desenvolvimento ideal de T. atopovirilia foi na proporção de 20 a 25 ovos de A. gemmatalis, com idade embrionária de 24 a 48 horas. A preferência de parasitismo de Trichogramma spp. em ovos de A. gemmatalis, provenientes de lagartas alimentadas com folhas de soja resistente e⁄ou folhas de soja susceptível foi avaliado baseado nesses resultados. Cartelas contendo ovos do hospedeiro criado nos dois substratos alimentares foram oferecidos para T. atopovirilia em sistemas de livre escolha e confinamento. No teste de livre escolha o parasitóide não mostrou preferência por ovos de A. gemmatalis criadas com soja resistente ou susceptível. No entanto, no teste onde os parasitóides foram confinados com ovos de, apenas, um substrato alimentar, o parasitismo foi maior em ovos de A. gemmatalis criadas em soja resistente. A forma mais eficiente para avaliar o impacto negativo sobre populações do parasitóide é com tabela de vida de fertilidade. Por isto, a qualidade dos ovos de A. gemmatalis, alimentadas com folhas de soja resistente ou susceptível, na tabela de vida de fertilidade de T. atopovirilia foi avaliada. Ovos de A. gemmatalis, de criação com folhas de soja resistente ou susceptível, além de dieta artificial foram oferecidos, diariamente, para T. atopovirilia até a morte dos parasitóides. Os substratos alimentares não afetaram a tabela de vida de fertilidade de T. atopovirilia. A. gemmatalis é um excelente hospedeiro para T. atopovirilia, apresentando grande potencial de ser controlada pelo parasitóide. A associação parasitóide planta resistente (IAC-24) pode ser eficiente para o controle da lagarta da soja, pois o parasitismo e ainda o número de fêmeas foi potencializado, sendo estas as características mais desejáveis em um programa de manejo integrado de pragas.
Several Trichogramma (Hymenoptera: Trichogrammatidae) species parasitizing Anticarsia gemmatalis Hübner (Lepidoptera: Noctuidae) eggs, the main soybean defoliator in Brazil. The egg parasitoid Trichogramma atopovirilia Oatman & Platner (Hymenoptera: Trichogrammatidae) is an agent of biological control of the soybean caterpillar Anticarsia gemmatalis Hubner (Lepidoptera: Geometridae), and the appropriate proportion of eggs and embryonic age of the host are important to obtain good rates of parasitism of these natural enemies. To enhance the action of parasitoids in the field, beyond the knowledge of biological parameters favoring parasitism in the field, in a integrated program pest management in the soybean crop, various techniques of control are considered, including the control and use of chemical plants resistant. To evaluate the impact of pest management practices and different cropping systems, the objective of this study was to evaluate the capacity of interaction techniques for the A. gemmatalis control. First, there was the selection of Trichogramma species and/or strains on A. gemmatalis eggs. Subsequently, the selected T. atopovirilia specie was submitted to the densities of 5, 10, 15, 20 and 25 A. gemmatalis eggs to determine the optimum mix of eggs for the parasitoid was also evaluated the age influence on embryonic parasitoid, so eggs were used with 12, 24, 36, 48, 60 and 72 hours. Where it was found that the ideal for the development of T. atopovirilia the proportion is 20 to 25 A. gemmatalis eggs in embryonic age from 24 to 48 hours. In possession of these results evaluate the preference of Trichogramma spp. parasitism in A. gemmatalis eggs from larvae fed on soybean resistant foliage and/or capable of soybean foliages. Cardboards containing eggs of the host reared in the two substrates were offered food for T. atopovirilia in systems of free choice and containment. In the test of choice parasitoid showed no preference for eggs from A. gemmatalis reared on soybean resistant or susceptible. Already in the test where the parasitoids were confined to the eggs of only one substrate food parasitism was higher in A. gemmatalis eggs reared on soybean resistant. The most efficient way to assess the impact on populations of the parasitoid is through the construction of life table of fertility, thus, was assessed the quality of A. gemmatalis eggs, fed of soybean resistant or susceptible foliage, the T. atopovirilia life table of fertility. Are offered daily to the parasitism of T. atopovirilia of A. gemmatalis eggs from reared with of soybeans resistant and susceptible foliage and artificial diet until the death of the parasitoids. The table of life was not affected by food substrates used. The results suggest that the association parasitoid - plant resistant (IAC-24) may be effective for the soybean caterpillar control.
Palavras-chave: Trichogramma
Resistência
Controle biológico
Lagarta da soja
Trichogramma
Resistance
Biological control
Soybean caterpillar
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência entomológica; Tecnologia entomológica
Programa: Doutorado em Entomologia
Citação: VIANNA, Ulysses Rodrigues. Techniques interaction for pest management of Anticarsia gemmatalis (Lepidoptera: Noctuidae) control. 2009. 91 f. Tese (Doutorado em Ciência entomológica; Tecnologia entomológica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/865
Data do documento: 11-Fev-2009
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf344,26 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.