Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8665
Tipo: Dissertação
Título: Cooperativismo, políticas públicas e redes sociais: perspectivas para a promoção do desenvolvimento rural
Cooperatives, public policies and social networks: perspectives for the promotion of rural development
Autor(es): Santos, Luana Ferreira dos
Abstract: A proposta deste estudo é compreender o papel das cooperativas da agricultura familiar na articulação da implementação das políticas públicas de compra institucional, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Para tanto, buscou-se também: i) analisar o desenvolvimento rural no estado de Minas Gerais e verificar se a agricultura familiar é um fator preponderante para explicar o nível de desenvolvimento rural dos municípios mineiros; ii) identificar os fatores condicionantes, as principais barreiras inibidoras do desempenho e os desafios que as cooperativas da agricultura familiar enfrentam para se consolidarem como empreendimentos participantes do mercado institucional; e, iii) compreender de que modo a configuração das redes sociais influencia na implementação de políticas públicas como o PAA e o PNAE, por intermédio de cooperativas da agricultura familiar. Para cumprir os objetivos propostos, esta pesquisa se pauta em procedimentos metodológicos quantitativos por meio de técnicas de análise multivariada de dados, e procedimentos metodológicos qualitativos, como estudo de caso e análise de conteúdo. O estudo de caso foi realizado na COOPRAMM e na COOPAF, cooperativas da agricultura familiar localizadas na Zona da Mata mineira. Essas cooperativas foram selecionadas com o intuito de se comparar diferentes experiências, pois os agricultores da COOPAF acessam o PNAE via cooperativa e na COOPRAMM isso ainda não ocorre. Como resultados, destaca-se a hierarquização dos municípios quanto ao nível de desenvolvimento rural, a relação da agricultura familiar com o grau de desenvolvimento rural dos municípios e elementos de um estudo de caso comparativo que revelam oportunidades e desafios do acesso ao mercado institucional via cooperativas da agricultura familiar e a influência das redes sociais para o acesso às políticas públicas. Entre as conclusões factíveis de serem realizadas a partir deste trabalho, destaca-se, no primeiro artigo, a necessidade do direcionamento de ações estatais para municípios que apresentaram resultados do IDR insatisfatórios, o que certamente contribuiria para a adoção de estratégias por parte dos tomadores de decisões que contemplem as especificidades destes municípios. O segundo artigo revela que o PNAE representou uma oportunidade para o desenvolvimento da COOPAF pelos benefícios gerados aos associados, como geração de renda, agregação de valor e escoamento da produção. Por outro lado, a COOPAF enfrenta desafios para a participação no PNAE, como a organização da produção, qualidade, a necessidade de maior rigor na fiscalização e de maior entendimento do poder público sobre o seu funcionamento. Na COOPRAAM, os desafios são ainda maiores, pois o empreendimento ainda não participa do mercado institucional, embora seja interesse dos associados. Conclui-se, por meio do terceiro artigo, que a rede social é um fator condicionante para o acesso ao mercado institucional. Foi possível constatar que, na medida em que as cooperativas estão inseridas em redes sociais mais estruturadas, com atores mais engajados para o seu desenvolvimento, propicia-se maior acesso às políticas públicas.
This study aims to understand the role of family farming cooperatives for the articulation in the implementation of public policies of institutional buying, as the Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). For this, also sought: i) analyze the rural development in the state of Minas Gerais and verify if family farming is a key factor in explaining the rural development level of the Minas Gerais municipalities; ii) identify the conditioning factors for access to the public policies of institutional buying, the main obstacles that inhibit the performance, and the challenges of family farming cooperatives of consolidate as the institutional market entities; and, iii) understand how the configuration of social networks influence the implementation of public policies such as the PAA and the PNAE through the cooperatives. Aiming to cumply the proposed, this research staff on statistical models, among which the multivariate analysis of data, and qualitatives process methodological, as the case study and content analysis. The case study was conducted in COOPRAM and COOPAF, located in Zona da Mata mineira. It was selected these cooperatives with the aim of compare different experiences, because the family farmers in COOPAF access the PNAE through cooperative and in the COOPRAMM it does not happen. As results stand out, the ranking of municipalities in the level of rural development, the relationship of family farming with the degree of rural development of municipalities and elements of a comparative case study that reveal opportunities and challenges of access to the institutional market through cooperatives and the influence of social networks for access to public policies. Among the conclusions to be made workable from this work, stands out, in first article, to the need for guidance from the State actions to the municipalities that presented unsatisfactory RDI results. Certainly, this would contribute to the adoption of strategies by decision makers that address the specific features of Minas Gerais municipalities. The second article reveals that the PNAE is an opportunity for the development of COOPAF the benefits generated to members, such as income generation, value addition and production flow. Regarding the challenges to access to the institutional market, COOPAF faces difficulties associated with the quality of food, the operationalization of the PNAE and the organization of producers. In the COOPRAMM the challenges are even greater, because of a series of obstacles associated with the cooperative's own characteristics, it failed to become an articulating entity of the institutional market, although it is one of the goals of its members. Concluded, through for the third article, that the network is the conditioning factor for access to the institutional market, once was possible find that with cooperatives inserted into more structured social networks, and more engaged actors for their development, provides a greater access to public policies.
Palavras-chave: Cooperativas agrícolas
Agricultura familiar
Cooperativismo
Políticas Públicas
Redes Sociais
Desenvolvimento Rural
CNPq: Administração Pública
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SANTOS, Luana Ferreira dos. Cooperativismo, políticas públicas e redes sociais: perspectivas para a promoção do desenvolvimento rural. 2016. 105f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8665
Data do documento: 23-Fev-2016
Aparece nas coleções:Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.