Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8688
Tipo: Dissertação
Título: Efeitos farmacológico, toxicológico e mecanismo de ação dos flavonóides e corantes naturais extraídos do urucum (Bixa orellana L.) no metabolismo lipídico de coelhos
Pharmacological and toxicological effects and the mechanism of action of flavonoids and natural coloring extracted from urucum (Bixa orellana L.) in the lipidic metabolism of rabbits
Autor(es): Lima, Leonardo Ramos Paes de
Abstract: Realizaram-se 2 ensaios biológicos para avaliar a ação farmacológica de flavonóides e corantes naturais, extraídos do urucum (Bixa orellana L.). Inicialmente, avaliaram-se algumas características químicas de sementes dos híbridosm, fruto verde piloso e fruto vermelho, por análises químicas. Foram determinados os teores de proteínas, carboidratos, ácidos digeríveis e gorduras. A bixina foi identificada e quantificada e os flavonóides luteolina e apigenina glicosidados foram identificados por UV, IV, RMN e cromatografia. Em posse dos resultados, montou-se o primeiro ensaio biológico, utilizando-se os flavonóides luteolina e apigenina e o corante bixina a 30 e 95% de pureza. Testaram-se estas substâncias no metabolismo lipídico de coelhos da raça Nova Zelândia, com hiperlipidemia induzida por Triton, que receberam as substâncias em estudo na dose de 0,01mol/kg de peso corporal, por via intraperitoneal, utilizando o propilenoglicol como veículo. Vinte e quatro horas após a aplicação destas substâncias, o sangue foi coletado e analisaram-se os teores de colesterol, colesterol-HDL e triacilgliceróis no soros. Todas as substâncias testadas foram eficazes na redução do colesterol total, sendo a mais eficiente a bixina a 30%. Em relação ao colesterol-HDL, a apigenina foi a substância que mais elevou os seus níveis. Quanto à redução dos triacilgliceróis, o melhor resultado foi obtido com a bixina a 30%, sendo esta a única substância a reduzir os níveis de triacilglicerol. No segundo ensaio biológico foram testadas as substâncias quercetina, rutina, bixina a 95% e norbixina, sendo testadas separadamente e em associações. A hiperlipidemia foi induzida administrando ácido cólico e colesterol na ração diária dos animais. As substâncias foram fornecidas na dose de 0,01 mol/Kg de peso corporal, por via oral, em cápsula, utilizando o talco como veículo. Após 28 dias com o tratamento, foram dosados o colesterol, colesterol-HDL, triacilgliceróis, creatinina, proteínas totais, cálcio, uréia, ácido úrico e as enzimas transaminase glutâmico pirúvico e transaminase glutâmico oxalacético. Todos os tratamentos reduziram o nível de colesterol, sendo que o melhor resultado foi obtido com a bixina. A quercetina foi a que melhor baixou os níveis de triacilgliceróis. O melhor aumento dos níveis de colesterol-HDL foi conseguido com a rutina. O resultado conseguido com os outros constituintes foram analisados para se obter a toxicidade aguda destas substâncias nos organismos dos animais. Em termos gerais, não se observou nenhum efeito tóxico destas substâncias. Em outro experimento, procurou-se caracterizar o efeito das substâncias estudadas sobre a atividade da lipase, variando-se a concentração dos modificadores, sendo que todos eles aumentaram esta atividade. Concluiu-se que as substâncias extraídas do urucum foram eficientes no controle do metabolismo lipídico e que na dose aplicada não apresentaram nenhum teor de toxicidade aguda, sendo que um dos mecanismos para explicar os níveis reduzidos de triacilgliceróis é o aumento da atividade da lipase por essas substâncias.
Two biological assays were realized to evaluate the pharmacological action of flavonoids and natural coloring, extracted of the urucum. Initially, it was evaluated some chemical characteristics of seeds of the hybrids, green hairy fruit and red fruit, by chemical analyses. The bixin was identified and quantified and the flavonoids luteolin and apigenin glicosil were identified for UV, IV, RMN and chromatography. In ownership of the results, the first biological assay was set up, being used the flavonoids luteolin and apigenin and the coloring bixin at 30% and 95% of purity. These substances were tested in the lipidic metabolism of rabbits of the race New Zealand, with hyperglycemia induced by triton and receiving the substances in study in the dose of 0,01 mol/Kg of corporal weight, by intraperitonial route, using the propilenoglicol as vehicle. 24 hours after the application of those substances, the blood was collected and the levels of cholesterol, cholesterol-HDL and triacylglicerols in the serum were analyzed. All the tested substances were effective in the reduction of the total cholesterol, being the bixin at 30% the most efficient. The apigenin was the substance that more elevated the levels of cholesterol-HDL. Considering the reduction of triacylglicerols, the best result was obtained with the bixin at 30%, being that the only substance to reduce the triacylglicerols levels. In the second biologic assay the substances quercetin, rutin, bixin at 95% and norbixin were tested separately and in associations. The hyperlipidemia was induced administering colic acid and cholesterol in the daily ration of the animals. The substances were supplied in the dose of 0,01 mol/Kg of corporal weight, orally, in capsule, using the talc as vehicle. After 28 days of treatment, the cholesterol, cholesterol-HDL, triacylglicerols, creatinine, total proteins, calcium, urea, acid uric and the enzymes glutamate pyruvate transaminase and glutamate oxalacetic transaminase were dosed. All the treatments reduced the cholesterol level, and the best result was obtained with the bixin. The quercetin was the one that best reduced the triacylglicerols levels and the best increase of the levels of cholesterol-HDL was gotten with rutin. The results obtained with the other constituents were analyzed to know the sharp toxicity of these substances in the organism of the animals. In general terms, it was not observed any toxicant effect of these substances. In another experiment it was tried to characterize the effect of concentration of the modifiers. All of them increased that activity. It is possible to conclude that the extracted substances of the aurum were efficient in the control of the lipid metabolism and in the applied dose they didn’t present any intensity of sharp toxicity, being the increase of the activity of lipase by those substances one of the mechanisms to explain the reduced levels of triacylglicerols.
Palavras-chave: Metabolismo lipídico
Flavonóides
Corantes naturais
Fármacos
Urucum
Lipoproteínas
CNPq: Ciências da Saúde
Ciências Biológicas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: LIMA, Leonardo Ramos Paes de. Efeitos farmacológico, toxicológico e mecanismo de ação dos flavonóides e corantes naturais extraídos do urucum (Bixa orellana L.) no metabolismo lipídico de coelhos. 2000. 122f. Dissertação (Mestrado em Agroquímica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2000.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8688
Data do documento: 19-Abr-2000
Aparece nas coleções:Agroquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,68 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.