Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8822
Tipo: Dissertação
Título: Efeitos dos flavonóides naringina e rutina no metabolismo lipídico em cobaias e aves
Effects of the flavonoids narigin and rutin in the lipid metabolism on birds and guinea pig
Autor(es): Luft, Nair
Abstract: O crescente aumento na prevalência das doenças cardiovasculares tem sido considerado um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo. A aterosclerose é a patologia básica desencadeante dessas doenças. Numerosos estudos têm mostrado uma variedade de atividades biológicas dos flavonóides como antioxidantes, hipolipemiantes, antiinflamatórias, antibacterianas, anticancerígenas entre outras. A relação inversa entre o consumo de flavonóides da dieta e as doenças cardiovasculares pode estar associada a sua capacidade em reduzir as concentrações plasmáticas de colesterol e inibir a oxidação da LDL, evitando assim, o acúmulo de células espumosas nas artérias e formação de lesões ateroscleróticas. Tendo em vista estes aspectos, os efeitos hipolipemiantes dos flavonóides naringina e rutina foram avaliados isoladamente e de forma associada em cobaias e galinhas poedeiras, além da histopatologia dos tecidos hepáticos e arteriais. As substâncias foram testadas em três grupos experimentais foram fornecidas 30mg de naringina ou 30mg de rutina ou 15mg de naringina + 15mg de rutina em uma dose diária por meio de cápsulas, durante um período de seis semanas, nas duas espécies. Em cobaias, a hiperlipemia foi induzida com 0,4% de colesterol + 0,1% de ácido cólico, enquanto que em galinhas a indução foi realizada com 1% de colesterol. As dosagens sanguíneas em cobaias foram efetuadas após 42 dias de tratamento, em galinhas elas foram efetuadas em 3 tempos: no início do experimento, após 21 e 42 dias de tratamento. De acordo com os resultados obtidos no estudo realizado com cobaias, conclui-se que o tratamento com naringina (38,36%; 50,56%) demonstrou uma redução superior à rutina (30,56%; 42,22%) ou a associação naringina + rutina (33,37%; 41,88%) para as concentrações de colesterol total e colesterol-LDL, respectivamente. Porém, naringina (15,15%) e naringina + rutina (14,30%) mostraram uma leve redução nos níveis de colesterol-HDL. No estudo realizado com galinhas poedeiras, após 21 dias de tratamento a naringina (43,63%) apresentou uma eficiência maior na redução das concentrações de colesterol total e colesterol- não-HDL, e aos 42 dias rutina (48,10%) demonstrou uma redução superior para estes dois parâmetros. Além disso, após 42 dias de tratamento observou-se redução nas concentrações de colesterol-HDL em todos os grupos, sendo superior para os grupos que receberam rutina (34,84%) e rutina + naringina (34,62%). A atorvastatina utilizada como referência padrão demonstrou redução do colesterol e suas frações em todos os tempos, inclusive colesterol-HDL. Nas investigações histopatológicas, nenhuma alteração foi detectada nas artérias. Porém, observou-se deposição de gordura hepática, principalmente no estudo realizado em cobaias. Os resultados indicamque os flavonóides apresentam propriedades hipolipemiantes e sua utilização sugere efeitos benéficos na prevenção das doenças cardiovasculares.
The growing increase in the cardiovascular diseases prevalence has been considered a serious public health problem in Brazil and in the world. The arteriosclerosis is the basic unlinking pathology of these deseases. Numerous studies has been showing a variety of biological activities of the flavonoids as antioxidants, hipolipemiants, antiphlogistics, antibacterial, anticancerous among others. The inverse relation between the consumption of the diet flavonoids and the cardiovascular deseases can be associated to its capacity of reducing the plasmatic concentrations of cholesterol and inhibit the LDL oxidation, avoiding the foamy cells build-up in the arteries and formation of arteriosclerotical lesions. Aiming these aspects, the lipopemiant effects of the narigin flavonoids and rutine were evaluated separately and in an associated way in animals for experimentation animals and laying hens, besides the histopathology of the hepatic and arterial tissues. The substances were tested in three experimental groups. 30 mg of narigin or 30 mg of rutin or 15 mg of narigin + 15 mg of rutin were supplied in a daily dose by means of capsule, during a period of six months in the two species. In the animals for experimentation, the hiperlipidemy was induced with 0,4 % of cholesterol + 0,1 % of colic acid, while in chickens the induction was accomplished with 1% of cholesterol. The sanguine dosages in animals for experimentation were made after 42 days of tratment, in chickens, they were made in three times: in the beginning of the experiment, after 21 and 42 days of treatment. According to the results obtained in the study accomplished with the animals for experimentation, it was concluded that the treatment with narigin (38,36%; 50,56%) it demonstrated a superior decrease to rutin (30,56%; 42,22%) or the association narigin + rutin (33,37%; 41,88%) for the concentrations of total LDL-cholesterol, respectively. Yet, narigin (15,15%) and narigin + rutin (14,30 %) showed a light reduction in the levels of HDL- cholesterol. In the study accomplished with the laying hens, after 21 days of treatment, the narigin (43,63%; 49,57%) showed a larger efficiency in the reduction of the concentrations of the total cholesterol and no HDL- cholesterol and at 42 days, rutin (48,10%; 49,73%), it demonstrated a larger efficiency in the decrease of the total cholesterol concentrations and no HDL-cholesterol, and to the 42 days, rutin (48,10%; 49,73%) showed a superior decrease for these two parameters. Morover, after 42 days of treatment, a decrease in the concentrations of HDL-cholesterol was observed in all the groups, being superior to the groups that received rutin (34,84%) and rutin + narigin (34,62%). The athorvastin used as a standard reference, demonstrated a decrease of the cholesterol and its fractions in all the times, including the HDL- cholesterol. In the histopatologic investigations, no alteration was detected in the arteries. Yet, deposition of hepatic fat was observed, mainly in the study accomplished wit the animals for experimentation. The results suggest that the flavonoids present hipolipidemiant properties, and its use indicates beneficial effects in the prevention of the cardiovascular diseases.
Palavras-chave: Doenças cardiovasculares
Flavonóides
Hiperlipemia
CNPq: Ciências da Saúde
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: LUFT, Nair. Efeitos dos flavonóides naringina e rutina no metabolismo lipídico em cobaias e aves. 2003. 84f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Nutrição) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8822
Data do documento: 29-Jul-2003
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,43 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.