Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8848
Tipo: Dissertação
Título: Comunidades de macrófitas aquáticas e aspectos físico-químicos de três lagoas do Parque Estadual do Rio Doce, MG
Macrophytes aquatic and physico-chemists aspects communities of three ponds, in Rio Doce, MG State Park
Autor(es): Ferreira, Fernando Alves
Abstract: Estudou-se a vegetação aquática em três lagoas em estádios diferenciados de sucessão e eutrofização. Todas as amostragens foram realizadas no período de dezembro/2003 a dezembro/2004- um ciclo hidrológico. O levantamento florístico indicou a presença de 20 famílias, 23 gêneros e 27 espécies para a lagoa Dom Helvécio (braço-escuro); 18 famílias, 22 gêneros e 24 espécies para a lagoa Preta e, 21 famílias, 25 gêneros e 29 espécies para a lagoa Gambazinho. A riqueza florística das três lagoas totalizou 33 famílias, 45 gêneros e 55 espécies. Com relação às formas biológicas 57% são plantas emergentes, 24% anfíbias, 9% flutuante fixa, 4% flutuante livre, 4% submersa livre e 2% submersa fixa. Os principais gêneros em número de espécies são Ludwigia, Eleocharis, Nymphaea, Utricularia e Rynchospora. O número de taxons encontrado nas lagoas variou conforme mês de amostragem. Para o levantamento fitossociológico empregou-se a escala de valor de abundância e cobertura de Braun- Blanque t. Avaliou-se por meio de uma transecção a distribuição das macrófitas em relação à distância da borda e profundidade. Das 35 espécies amostradas Eleocharis interstincta, Ludwigia torulosa, Salvinia auriculata, Nymphoides hulboltiana, Typha dominguensis, Thelypteris interrupta, Mayaca fluviatilis e Caperonia castaneifolia apresentaram maior valor de abundância. A vegetação aquática distribui-se das margens até a profundidade aproximada de 2,0 m. As comunidades apresentam número similar de espécies entre 10 e 15. O maior valor de diversidade e de equitatividade foi encontrado na Lagoa Dom Helvécio. As lagoas apresentaram poucas espécies em comum, 30% entre D. Helvécio e Preta, 23% entre Dom Helvécio e Gambazinho e 21% entre Gambazinho e Preta. A avaliação da qualidade das águas superficiais foi realizada na época de chuva e seca, sendo transparência, temperatura (água e ar), turbidez, pH e oxigênio dissolvido (OD) os parâmetros analisados. As análises multivariadas mostraram que as três lagoas diferem em relação às características fisico-químicas da água, que, possivelmente, influenciaram a composição e abundância das espécies.
It studied the aquatic vegetation in three ponds in stadiums differentiated from succession and eutrophization. All the samplings were accomplished in the period from December/2003 to December/2004-a cycle hidrologic. The rising floristics indicated the presence of 20 families, 23 goods and 27 species for the pond Dom Helvécio (arm- dark); 18 families, 22 goods and 24 species for the pond Preta and, 21 families, 25 goods and 29 species for the pond Gambazinho. The wealth floristic of the three ponds totalized 33 families, 45 goods and 55 species. With regard to the biological forms 57% are emerging plants, 24% amphibious, 9% fixed flotation, 4% free flotation, 4% free submerged and 2% fixed submerged. The main goods in number of species are Ludwigia, Eleocharis, Nymphaea, Utricularia and Rynchospora. The number of taxons found in the ponds varied as sampling month. For the rising phytossociological it employed the abundance value scale and Braun-Blanquet's Coverage. It evaluated by means of a transection the distribution of macrophytes regarding the distance from edge and depth. Of the 35 species studied Eleocharis interstincta, Ludwigia torulosa, Salvinia auriculata, Nymphoides hulboltiana, Typha dominguensis, Thelypteris interrupta, Mayaca fluviatilis and Caperonia castaneifolia introduced abundance larger value. The aquatic vegetation it distributes of the margins until the depth close of 2.0 m. The communities introduce similar number of species between 10 and 15. The biggest diversity value and of equitative was found in the Pond Dom Helvécio. The ponds introduced few species in common, 30% between D. Helvécio and Preta, 23% between Dom Helvécio and Gambazinho and 21% between Gambazinho and Preta. The evaluation of the quality of the superficial waters was accomplished at that time rainy and drought, being transparency, temperature (water and air), turbidity, pH and dissolved oxygen (OD) the analyzed parameters. The analyses multivariadas showed that the three ponds differ regarding the characteristic fisico-chemical of water, which, maybe, they influenced the composition and abundance of the species.
Palavras-chave: Plantas lacustres - Identificação
Ecologia lacustre
Ecossistema
Comunidades Vegetais
Parque Estadual do Rio Doce (MG)
CNPq: Ciências Biológicas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: FERREIRA, Fernando Alves. Comunidades de macrófitas aquáticas e aspectos físico-químicos de três lagoas do Parque Estadual do Rio Doce, MG. 2005. 79 f. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8848
Data do documento: 28-Fev-2005
Aparece nas coleções:Botânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo4,27 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.