Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/89
Tipo: Dissertação
Título: Transmissão de preços de milho branco entre os mercados grossistas moçambicanos de Maputo e Nampula e o mercado sul africano, 2007/2013
Título(s) alternativo(s): White maize price transmission between mozambican wholesale markets of Maputo and Nampula and South African market, 2007/2013
Autor(es): Chambo, José Jacinto
Primeiro Orientador: Lima, João Eustáquio de
Primeiro coorientador: Gomes, Marília Fernandes Maciel
Segundo coorientador: Teixeira, Erly Cardoso
Primeiro avaliador: Mattos, Leonardo Bornacki de
Segundo avaliador: Costa, Thiago de Melo Teixeira da
Abstract: O milho (Zea mays L.) é o principal cereal produzido na África e a cultura alimentar mais importante de Moçambique. A sua importância na segurança alimentar da população, principalmente das camadas mais pobres, é abundandamente conhecida, e a sua escassez é muitas vezes sinônimo de fome e calamidades. O milho tem papel importante como alimento-base; transformado em farinha, constitui o principal componente da cesta básica e da dieta alimentar das famílias moçambicanas. É também uma fonte segura de renda para as famílias pobres, que não conseguem produzir culturas de maior retorno e que requerem o uso elevado de insumos, como, por exemplo, tabaco, algodão, cana-de-açúcar, entre outros. Em Moçambique, 72% de pequenas e médias explorações são produtoras de milho, ocupando 44% da área agrícola total do país. A região norte, onde se localiza Nampula, caracterizada por possuir condições agroecológicas ótimas, é a maior produtora de milho- branco, que, além de abastecer o centro e norte do país, também flui para a região sul e para países vizinhos do norte. Deficiências na infraestrutura de transporte e armazenamento têm resultado em altos custos para abastecer essas regiões de milho proveniente de Nampula. A região sul, onde se localiza Maputo, é caracterizada por baixos índices de produção agrícola devido às suas condições naturais, que não permitem o desenvolvimento de agricultura em grande escala. As indústrias moageiras que transformam o milho em farinha, ração e outros derivados estão localizadas em Maputo e têm importado milho da África do Sul devido, entre outros motivos, à facilidade de comprar grande quantidade em pouco tempo, ao deficiente fluxo de produto e de informação, à qualidade, aos preços e à infraestrutura, ao passo que Nampula tem apresentado grandes excedentes. Estudos que possam disponibilizar informação do mercado grossista e que relacionam o maior produtor, Nampula, e o maior consumidor, Maputo, com o principal exportador de milho para Moçambique, a África do Sul, não foram encontrados. Informações dessa natureza tornam-se úteis aos fazedores de políticas e atores da cadeia de produção na tomada de decisões. O propósito deste trabalho foi analisar a transmissão de preços de milho entre os mercados grossistas moçambicanos de Maputo e Nampula e o mercado sul-africano, no período de janeiro de 2007 a maio de 2013, utilizando dados de preços semanais. Especificamente, pretendeu-se descrever o mercado de milho em Moçambique e suas relações com o mercado sul-africano; verificar se os mercados de milho branco de Maputo e Nampula e África do Sul são integrados; e determinar a magnitude de transmissão de preços entre esses mercados e a validade da Lei de Preço Único (LPU). Para alcansar os objetivos, utilizou-se a metodologia do modelo dos Vetores Autorregressivos (VAR) e do modelo de Correção de Erro (VEC). Esses modelos permitem fazer essas análises por meio de teste de causalidade, teste de cointegração bivariado e multivariado de Johansen, para verificar relações de longo prazo entre as variáveis, função impulso-resposta e decomposição da variância do erro de previsão. Os resultados mostraram que Moçambique ainda tem uma agricultura com nível de produção e uso de tecnologias baixos quando comparados com os da África do Sul, a qual dispõe dos mais altos padrões tecnológicos e de organização. Os preços dos mercados de Nampula e Maputo apresentam relação causal bidirecional, causal unidirecional de África do Sul para Maputo e nenhuma relação causal entre África do Sul e Nampula. O teste de Johansen mostrou a existência de um vetor de cointregação ou relação de longo prazo entre as séries de pares dos mercados de Maputo vs África do Sul, Maputo vs Nampula e Nampula vs África do Sul e entre os mercados de Maputo, Nampula e África do Sul. No entanto, a variável África do Sul se mostrou estatisticamente não significativa nas equações de longo prazo. Somente os mercados moçambicanos de Maputo e Nampula são integrados entre si. A elasticidade de transmissão de preços entre Maputo e Nampula indica que variações em um mercado não são repassadas na sua totalidade para o outro mercado no longo prazo durante o período em análise, ressaltando a não predominância da Lei do Preço Único nesses mercados. Os preços de Maputo tendem a receber mais influência dos preços de Nampula do que da África do Sul. As funções de impulso-resposta e da decomposição da variância do erro indicam que o mercado de Nampula tem maior poder de explicação sobre os preços de Nampula e Maputo. Nenhum mercado explicou os preços da África do Sul.
Maize (Zea mays L.) is the main cereal produced in Africa and the most important food crop in Mozambique. Its importance in the food security of the population, especially the poorest is well known, and its scarcity is often synonymous with famine and calamities. Corn has an important role as basic food, processed into flour constitutes the main component of the basket and the diet of Mozambican households, is also a reliable source of income for poor families who cannot produce crops with higher returns and requiring increased use of inputs such as tobacco, cotton, sugar cane and others. In Mozambique, 72 % of small and medium farms are producing corn, occupying 44 % of the total agricultural area of the country. The northern region, which is located Nampula, characterized by having great agroecological conditions, is the largest producer of white corn that besides supplying the central and northern parts of the country also flows into southern and northern neighbors. Deficiencies in transport infrastructure and storage have resulted in high costs to supply maize from Nampula to these regions. The southern region, which is located Maputo, is characterized by low rates of agricultural production due to its natural conditions that do not allow the development of large-scale agriculture. The milling industries that turn corn into flour, feed and other derivatives are located in Maputo and has imported maize from South Africa due among other reasons to ease purchasing large quantities in a short time, poor product flow and information quality, prices and infrastructure, while Nampula has had large surpluses. Studies which that may provide information that involve the wholesale market information and the largest producer and biggest consumer Nampula, Maputo and the leading exporter of maize to Mozambique, South Africa, were not found. Information of this nature becomes useful to policy makers and actors in the production chain decision making. The purpose of this paper is to analyze the transmission of maize prices among Mozambicans wholesale markets of Maputo and Nampula and the South African market, from January 2007 to May 2013, using data of weekly prices. Specifically, we intend to describe the corn market in Mozambique and its relations with the southern African market; verify that the white maize markets of Maputo and Nampula and South Africa are integrated to determine the magnitude of price transmission between these markets and the validity of the Law of One Price (LOP). To achieve the goals, we used the methodology of Vector Autoregressive Model (VAR) and error correction model (VEC). These allow you to do these analyzes through causality test, cointegration test bivariate and multivariate Johansen to verify long-term relationships between variables, impulse response function and variance decomposition of the forecast error. The results showed that Mozambique still has a farm with a level of production and use of low technology compared to South Africa which has the highest technological standards and organization. The market prices of Nampula and Maputo have a casual relationship bidirectional, unidirectional causal South Africa to Maputo and no causal relationship between South Africa and Nampula. The Johansen test showed the existence of a vector cointregação or long-term relationship between sets of pairs of the Maputo markets vs South Africa; Maputo vs Nampula and Nampula vs South Africa and among the markets of Maputo, Nampula and South Africa. However the variable South Africa showed was no statistically significant in the equations for the long term. Only the Mozambicans markets of Maputo and Nampula markets are integrated. The elasticity of price transmission between Maputo and Nampula indicates that changes in one market are not transferred in its entirety to another market in the long term during the period under review, highlighting the predominance of no Law of One Price in these markets. The Maputo prices tend to receive more influence prices Nampula than South Africa. The impulse response functions and variance decomposition of error indicate that the market for Nampula has greater explanatory power on prices of Nampula and Maputo. Explained no market prices of South Africa.
Palavras-chave: Transmissão
Co-integração
Milho
Mercado grossista
Transmission
Co-integration
Corn
Wholesale market
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIAS AGRARIA E DOS RECURSOS NATURAIS::ECONOMIA AGRARIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos
Programa: Mestrado em Economia Aplicada
Citação: CHAMBO, José Jacinto. White maize price transmission between mozambican wholesale markets of Maputo and Nampula and South African market, 2007/2013. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/89
Data do documento: 17-Out-2013
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,12 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.