Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8901
Tipo: Dissertação
Título: Efeitos da suplementação de dieta com ômega-3 na carcinogênese colorretal induzida por dimetilhidrazina em ratos Wistar
Effects of diet supplementation with omega-3 on dimethylhydrazine-induced colorectal carcinogenesis in wistar rats
Autor(es): Henriques, Viviana Teixeira
Abstract: O estudo de nutrientes dietéticos tem sido cada vez mais necessário para o entendimento do seu papel nas doenças crônicas degenerativas não transmissíveis. Entre estas se encontra o câncer, sendo o câncer colorretal, um dos tipos mais comuns em todo o mundo, contribuindo significativamente para morbidade e mortalidade. O estudo do papel dos lipídios na etiologia e prevenção da carcinogênese colorretal tem sido um grande desafio nos últimos anos. Evidências experimentais sugerem a possibilidade dos ácidos graxos polinsaturados ômega-3 terem um papel preventivo na carcinogênese colorretal. Os efeitos dos ácidos graxos ômega-3 podem ser pesquisados através dos focos de criptas aberrantes (FCA), lesões pré-neoplásicas, que podem sofrer remodelação, inibição do crescimento, regressão ou eliminação quando tratadas por agentes específicos. O desenvolvimento da carcinogênese colorretal, através dos FCA, induzidos pela administração de quatro injeções subcutâneas da DMH, na dose de 40mg/Kg de peso, foi avaliado em ratos Wistar, machos, adultos, que receberam dieta AIN-93M suplementada com ácido graxo ômega-3 (10g/100g de dieta), sendo comparados a animais controle que tiveram o mesmo tratamento e consumiram dieta AIN-93M. O peso e o consumo dietético dos animais foram monitorados semanalmente. Os ratos foram sacrificados em diferentes períodos de intervenção dietética, sendo estes 6a, 13a e 30a semanas. O intestino grosso dos animais foi retirado para quantificação, caracterização da distribuição e categorização dos FCA em ≤ ou > que 3 criptas aberrantes. O fígado e a gordura visceral foram retirados para análise do perfil dos ácidos graxos. O peso dos animais do grupo ômega-3 apresentou-se menor (p<0,05) em relação ao grupo controle em diversas semanas experimentais, sendo verificado maior consumo de dieta pelo grupo controle. Foram encontrados FCA nos dois grupos, sendo observada diferença estatística (p<0,05) somente na 30a semana, na qual foi visualizada uma porcentagem de redução de FCA de 55,34% e de FCA > 3 de 57,14% no grupo ômega-3, em relação ao grupo controle. O maior número de FCA foi notado na região medial, seguido da região distal. Em relação ao perfil lipídico dos ácidos graxos, foram observadas baixas concentrações de EPA e DHA na gordura visceral dos animais ômega-3, com 30 semanas experimentais e uma alta conversão do ácido EPA a DHA no tecido hepático desses animais. Estes resultados nos sugerem que o ômega-3 poderá atuar na diminuição da evolução na fase de promoção da carcinogênese colorretal, prevenindo o seu desenvolvimento.
It has been increasingly necessary to study diet nutrients so as to understand their role in non-transmissible degenerative chronic diseases such as malignancies. Among the latter, colorectal cancer is one of the most common types worldwide, with significant morbidity and mortality. The role of lipids in the etiology and prevention of colorectal cancer has been a great challenge in recent years. Experimental evidence suggests that omega-3 polyunsaturated fatty acids might have a preventive role in colorectal carcinogenesis. The effects of omega-3 fatty acids may be studied through the analysis of aberrant crypt foci (ACF), premalignant lesions amenable to remodelling, growth inhibition, regression, or elimination when treated with specific agents. The development of colorectal carcinogenesis, through dimethylhydrazine-induced ACF (40mg/Kg weight, 4 subcutaneous doses), was studied in male adult Wistar rats receiving omega-3 fatty acid (10g/100g diet) supplemented AIN-93M diet, with similarly treated animals receiving AIN-93M diet as controls. Weight and diet intake were monitored every week. The rats were sacrificed after 6, 13, and 30 weeks. The large bowel was removed for ACF quantification, distribution description, and classification according to the number of aberrant crypts (3 or fewer, and more than 3). The liver and visceral fat were removed for analysis of fatty acid profile. The animals in the omega-3 group weighed less (p<0.05) than controls at several weeks, the latter having had grater diet intake. ACF were found in both groups, statistically significant differences (p<0.05) being noticed only after 30 weeks, with a 55.34% reduction of ACF and a 57.14% reduction of ACF>3 in the omega-3 group compared with controls. The greatest number of ACF was in the medial region, followed by the distal one. As for the fatty acid lipid profile, low EPA and DHA concentrations were noticed in the visceral fat of omega-3 animals after 30 weeks, with a high EPA to DHA conversion rate in the liver tissue of these animals. These results suggest that omega-3 may prevent colorectal carcinogenesis by reducing evolution of the promotion phase.
Palavras-chave: Ácidos graxos ômega-3
Suplementos dietéticos
Carcinogênese - Desenvolvimento - Efeito de ômega-3
Carcinogênese - Prevenção
Carcinogênese - Tratamento
Fígado - Teor de lipídios
CNPq: Ciências da Saúde
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: HENRIQUES, Viviana Teixeira. Efeitos da suplementação de dieta com ômega-3 na carcinogênese colorretal induzida por dimetilhidrazina em ratos Wistar. 2004. 99f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Nutrição) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2004.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8901
Data do documento: 26-Mar-2004
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,31 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.