Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8907
Tipo: Dissertação
Título: Características socioculturais, nutricionais e hábitos de vida de adolescentes eutróficas com gordura corporal elevada, em Viçosa - MG
Behavioural and nutritional characteristics and life habits of normal weight adolescent with high body fat, in Viçosa – M
Autor(es): Vieira, Poliana Casagrande Ribeiro
Abstract: Sabe-se que o excesso de gordura corporal aumenta os riscos de desenvolvimento de doenças crônicas. Encontra-se na literatura uma alta prevalência de adolescentes eutróficas com elevado percentual de gordura corporal. Objetivou-se conhecer as variáveis biológicas, comportamentais e de saúde de 120 adolescentes eutróficas, que foram divididas em dois grupos, o de estudo (n=60) com gordura corporal elevada, e o controle (n=60) com gordura corporal normal. Foram aferidos o peso, a estatura, a porcentagem de gordura corporal pela Tanita e pelo somatório das quatro pregas cutâneas (bicipital, tricipital, subescapular e suprailíaca), a circunferência braquial, da cintura e do quadril e o comprimento de perna. As técnicas utilizadas foram as propostas na literatura. As adolescentes responderam a um inquérito sobre os fatores de risco, registraram a sua atividade física durante 24 h, e 20% do total amostral foi sorteado para aferição do gasto energético basal, através do monitor Deltratac II. Calculou-se a Odds Ratio, considerando-se como significantes os valores de p<0,05. Os dados foram analisados pelo software Epi Info e Sigma Stat. Os grupos não se diferiram quanto à idade cronológica, etnia informada, peso ao nascer, aleitamento materno, tempo de aleitamento, uso de dieta para emagrecer, tabagismo e presença de enfermidades crônico-degenerativas nos familiares. Quanto às variáveis antropométricas, não se observou diferença na estatura, no comprimento de perna, na massa magra e no IMCLG. O número de refeições realizadas, o consumo energético total, a inadequação dos nutrientes da dieta analisados segundo as DRIs, as preferências e a freqüência alimentar de consumo, também, não foram significantemente diferentes, com exceção das hortaliças cruas cujo consumo foi maior para o grupo de estudo. O consumo de bebidas alcoólicas foi maior no grupo de estudo que no controle. O grupo de estudo apresentou peso, circunferência da cintura, do quadril, gordura em quilos, IMC e tempo gasto em atividades sedentárias superiores ao grupo controle. Esse tempo maior refletiu em maior gasto energético nessas atividades. A taxa metabólica basal e o metabolismo basal de gordura foi maior nas adolescentes do grupo controle que no de estudo. Um maior número de adolescentes do grupo de estudo omitia o desjejum, possuía menor consumo de carboidratos em gramas, e menor percentual destes na dieta com maior porcentagem de proteínas em relação ao VET total. Apresentaram- se mais inadequadas em relação às recomendações propostas pela SBAN, e tinham um consumo maior de alimentos diet/light ou desnatados que o grupo controle. Os fatores de risco para a gordura corporal elevada foram o uso de adoçantes e produtos diet/light, ou desnatados, omissão do desjejum, consumo de bebidas alcoólicas, presença de obesidade na infância, baixo consumo de carboidratos, consumo de proteínas acima de 12% do VET e idade da menarca menor que 12 anos.Verificou-se a importância de avaliar a composição corporal detalhada e não simplesmente a utilização do IMC para classificação do estado nutricional de adolescentes, uma vez que o IMC não prevê o excesso de gordura corporal. Alguns fatores biológicos e sociais estão associados ao elevado percentual de gordura corporal. Na vida adulta, o excesso de gordura corporal está associado ao aumento de peso e este, por sua vez, com o aumento da morbimortalidade. Alguns dos fatores de risco encontrados são, também, fatores de risco para a obesidade e devem ser tratados com cautela. Com a análise da composição corporal e desses fatores, pode-se fazer um diagnóstico precoce do excesso de gordura corporal, propor intervenções e modificações nos hábitos inadequados.
It is well known that the excess of body fat increases the risks of chronic diseases development. Literature shows a high prevalence of normal weight adolescent with high percentage of body fat. Our objective were know the biological and behavioural variables of 120 health, normal weigh adolescent that were divided in two groups, the one of study (n=60) with high body fat, and the control group (n=60) with normal body fat. Weight, height, body fat using Tanita and skinfold somatory (biceps, triceps, subescapular and suprailiac), brachial, waits and hip circumference, and also leg length were gauged. The techniques used were the ones recommended in the literature. The adolescents answered to an inquiry about risk factors, they registered their physical activity during 24 hours, and a sample of 20% of the total study population were randomly taken in order to measure basal energy expenditure, using Deltratac II. Odds Ratio was calculated, being considered as significant values of p <0,05. Data were analyzed by Epi Info and Sigma Stat softwares. The groups were not differed in relationship to their chronological age, informed race, born weighs, breast feeding, time of breast feeding, diet use to lose weight, smoking, and presence of chronic-degenerative illnesses in relatives. Regarding anthropometric variables, differences were not observed in height, leg length, lean body mass and in IMCLG. The number of accomplished meals, total energy consumption, inadequacy of analysed nutrients according to DRIs, food preferences and food frequency, also were not significantly different, except for raw vegetables whose consumption were larger for the study group. Consumption of alcoholic beverages was larger in the study group comparing to control group. The study group presented weight, waist and hip circumference, weight of fat (Kg), BMI and time spent in physical activities higher than control group. That higher time reflected in higher energy expenditure in those activities. The basal metabolic rate and the basal metabolism of fat were larger in the adolescents of control group than the one of study. A larger number of adolescents on study group omitted their breakfast, and they had a smaller carbohydrate consumption in grams, smaller percentage of carbohydrate in the diet and also a larger percentage of proteins comparing to total caloric value. They were more inadequate regarding recommendations proposed by SBAN, and they had a larger consumption of diet/light or skimmed foods than that ones on control group. The risk factors for high body fat found were artificial sweeteners, diet/light or skimmed products, omission of breakfast, consumption of alcoholic beverages, obesity during childhood, low carbohydrate consumption, consumption of proteins above 12% of total caloric value and age of the first menstruation lower than 12 years old. The importance of evaluating the detailed body composition and not only the use of BMI for assess nutritional state of adolescents were confirmed, once BMI doesn't foresee the excess of body fat. Some biological and social factors are associated to the high percentage of body fat. In the adult life, excess of body fat is associated to weight gain and weight gain is associated with an increase of morbimortality. Some of the found risk factors on this study are, also, risk factors for obesity and they should be treated with caution. Using the analysis of body composition and those factors, it can be made a precocious diagnosis of excess body fat, propose interventions and changes in the inadequate habits.
Palavras-chave: Adolescentes - Nutrição
Adolescentes - Composição corporal
Adolescentes - Antropometria
Adolescentes - Condições sociais
Hábitos alimentares
Estilo de vida
Metabolismo energético
CNPq: Ciências da Saúde
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: VIEIRA, Poliana Casagrande Ribeiro. Características socioculturais, nutricionais e hábitos de vida de adolescentes eutróficas com gordura corporal elevada, em Viçosa - MG. 2003. 115f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Nutrição) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8907
Data do documento: 31-Mar-2003
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo373,21 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.